Orange G2 - Uma Laranja Especial

#1
Boas camaradas do pedal!

Desde já começo por declarar que esta análise vai ser um pouco ao contrário do que é normal. Mas já vão perceber porque.

Quando comecei a desenvolver na minha cabeça que tipo de bike queria para mim tive logo de pensar em XC. Sempre tive rígidas e sempre acreditei que para maratonas, XCO, passeios de domingo mais longos, não há melhor. Sempre, no entanto, tive a mania que gostava de descer... :twisted:

Foi aí que me surgiu a oportunidade de comprar quase novo um Orange G2. E dizem vocês o que é que este quadro tem de especial. Basicamente tudo. Primeiro é de uma marca pela qual sempre nutri muito carinho, segundo tem pormenores muito interessantes. Vamos ver então quais são:

Traseira super rigida, óptima para subir o monte e tranmitir à roda todo o nosso potencial.
Slopping pronunciado, o que permite que a bicicleta seja super manobrável a descer.
Quadro á prova de bomba, com reforços em tudo o que é sitio.
Capacidade para levar uma suspensão à frente entre 100mm e 130mm!! c/peso abaixo das 1900g...

Então o que temos no final? Precisamente o que procurava. Uma bicicleta que pode ser puro-XC, mas que na geometria está a pensar em trail/AM. Óptimo! Tal comprova-se numa capacidade fora do normal para descer, mesmo com os pneus que tem agora.

Ponto número dois na minha ideia de bicicleta: Uma suspensão. Sim, uma que funcionasse realmente e fosse o mais confortável possível e com um trabalhar próximo da perfeição. Surgiu-me uma Black que preenche completamente o requisito. Apesar de marcar 100mm, reais tem um pouco mais ;) e vem assim de fábrica. A isto junta-se um bloqueio para subir com maior eficácia.

Chegamos assim ao âmago da minha questão. Quanto pensam vocês que pesa a minha bike? Podia andar abaixo dos 9kg com o material que tem montado. Equipamento esse que passa por uns cubos Sachs Plasma cheios de algo que não é real no seu interior, pois atrito é coisa que não geram, entre outro material leve, mas nada de excepcional ou capaz de bater recordes.

Mas não. Não pesa nada disso. Pesa mais um kg e tal E porquê? Porque se quisesse uma bicla de 8kg e tal, tinha de abdicar do meu quadro Orange(ebay carbono a 230e c/portes), tinha de abdicar da minha super suspa (Sids a 300e), tinha de abdicar dos Sachs, tinha de abdicar do conforto do Selle Italia Flite Gel Flow, tinha de colocar um guiador de carbono que não me daria a confiança do PRO Carbon OS, tinha de colocar uns aros que não são nacionais... Teria então de abdicar de tudo o que faz o charme desta bicicleta. Nada me dá mais gozo que poder ir participar numa prova e depois chegar a casa e montar uma Marzo de 130mm e uns travoes hidraulicos e ir mandar uns saltos de Dirt ou curtir uns singles... :D

Não quero com isto ferir susceptibilidades, nem afirmar que uma bicla de 9kg não será mais eficaz que a minha numa pista de XC, apenas que o que me move neste desporto é o gozo de curtir uns passeios e divertir-me. Esta montada dá-me tudo isso. Nota-se que estou contente com o que consegui? ;)

PS: Peso oficial à volta dos 10,500 para os mais curiosos.

Lista com pesos gerias para referência:

Orange G2 17" 1888
Manitou Black 100mm 1800
Espigão Bontrager tuned 265
avanço Bontrager Race Lite 163
guiador PRO Carbon 168
extensores EDR 77
manetes ESP 9.0sl 154
selim Selle Italia Flite 265
pedias Exustar pm25 260
punhos Bontrager Race Lite 80
cage Bontrager Race Lite 40
shifters SLX C/ cabos 287
cassete SLX 280
corrente LX 300
Rodas Sachs/rev/BlackJack 1620
ped 920
trav 400
nobby 450
desv tr 226
desv fr 150
Rocket Ron 2.1 420
camaras 240





Mais infos da evolução no meu blog:
www.iloper.wordpress.com

PS2: Obrigado a todos os que contribuíram para que esta montagem fosse possível. Espero que gostem ;)
 
#2
... eu gosto...

Bem camarada "Iloper" não posso deixar passar este post sem te dar os parabéns :!:

Já tinha visto esta menina no teu blog e sem dúvidas que com esses últimos "pequenos" upgrades, aprimorastes a menina :mrgreen:

Não conheço bem a marca mas já me falaste um pouco dela e sem duvida que ganhei respeito aos senhores que as fabricam, gostei de ler como descreves esse quadro, e os objectivos de tal montagem, sem dúvidas um montagem nada excêntrica que dá um resultado deveras agradável visualmente, bem como um peso muito interessante e sempre com material que não compromete (como salvo erro já li nalguns comentários teus...) :!:

Gostei muito de ver essas rodas a trabalhar... tem me deixado algo curioso a mim e acredito que mais boa gente... que tenhas muita sorte e que esses aros se mostrem bem resistentes, pois podem ter muito que se diga... aguardo mais noticias e desenvolvimento sobre o comportamento delas... (tens que arriscar uns pulitos com elas...) estou a brincar... ainda estragas a meninas e acho que não são para isso... digo eu...

Cumprimentos e boas pedaladas
 
#3
Grande Snyker!

Cá estão os tipos das bikes com nomes esquisitos... :mrgreen:
Espero que estejas de volta à tua Norco!

Quanto às rodas só posso dizer: Brilhantes. Rolam imenso, acelerações à campeão etc... aconselho!
 
#4
:p Oi Iloper,

Conhecia a bike do teu blog, mas na altura ainda estava na montagem :mrgreen: :!:
Fiquei com a ideia que estavas a montar uma bike com material "clássico" (como nos automóveis), ou seja material novo, mas que obedecia a um tipo de construção próprio de há 10 ou 12 anos atrás, nomeadamente os cubos Sachs, que seriam mais pesados do que uns da "era moderna". Pelos vistos estava enganado, ou não :?:

De todo o modo, para além de teres um quadro pouco visto pelo nosso burgo (nunca vi nenhum), conseguiste também uma montagem fora do comum, com os cubos Sachs e companhia, o que torna a tua Orange muito exclusiva. Parabéns pelo "projecto Orange G2" e vai partilhando as impressões da máquina com a malta. :wink:
 
#5
Olha o homem do AM!

A ideia foi construir uma bike fiável e com componentes escolhidos a pensar não só no peso como em algumas manias pessoais.
Uma delas eram os cubos da Sachs que há anos eu sabia serem bons mas nunca tinha tido oportunidade de comprar. Outra eram os aros que achei extremamente interessantes por serem portugueses e com um peso agradável. Ainda uma suspensão que saiu de um user aqui do forum e que estava imaculada e é brilhante... Nem sei explicar. Foi uma sucessão de gostos pessoais um pouco fora do vulgar que deram nesta Orange.

Como disse acima podia perfeitamente ter construido uma bike a pensar no peso, ou como tu dizes no Old-school, mas não. Foi mesmo uma construção orientada para uma bike fiável, confortável e com um peso que me permita andar mais do que se fosse meter-me numa prova ou passeio de longa duração com uma FS de 12/13kg...

PS: sinceramente podia explicar cada componente da minha bike e a razão pela qual está lá, mas estou a poupar-vos a seca.... :D :D

Bons trilhos!
 
#6
:p
Então esta "Laranjinha" não rola :mrgreen:
Ou é um classico e por isso está sempre fechadinha na garagem :?:
Força que ela merece uma análise à maneira. Tamos à espera da explicação para cada componente :wink:
PNSAC?
 
#7
È bem verdade.

A menina já recebeu uns upgrades de uma marca conhecida de componentes leves.. :D , um Flite branquinho e hoje uma caixa de direcção da Superstar. A ver se coloco cá umas fotos actualizadas...

Em quanto a testes, este fim de semana corri no Open XCR e já deu para tratar o material sem preocupações. Posso-te dizer que passou num mar de calhaus de xisto várias vezes a fundo, fez uns saltos e nada. As rodas nem um empeno, todos os componentes se comportaram de forma irrepreensível. Em breve coloco a dita análise componente a componente, se estabilizar... :roll:

bons rides!
 
#8
Esta é sem dúvida uma das bikes de XC que mais gostei de ver neste fórum! Há sempre uma ou outra de ti e cr-mo que deixam um gajo completamente maluco mas custam bem mais.

É que assim de repente, é uma bike excelente para tudo! Tanto dá para uma utilização mais "trail" como para umas voltas valentes. Isto tudo fugindo ao main stream tão cultivado hoje em dia por marcas que quase têm o monopólio do mercado. Muito boa mesmo. :yeah:

Tens o excelente funcionamento da Manitou, a robustez e fiabilidade do quadro e do grupo da transmissão. Também tenho uma pedaleira Stylo e até agora nada a apontar. Muito bonita. ;) As rodas conheço vagamente mas não possuo opinião formada.

Se fosse minha, se calhar um guiador com elevação e sem cornos era a minha alteração.

De resto, excelente escolha, excelente estética, excelente peso, miserável foto minúscula! :mrgreen:

Algo bastante semelhante que me anda a tentar é a P7 com uma Minute (e uns coentros, deixar ir ao forno durante meia hora...). :twisted:

PS:
Gavião said:
Eu pergunto o mesmo! :D