Old School

É só uma questão de combinar, ou pelo Porto ou por Amarante ou então na Douro Bike Race :)

A Scott adaptou uma geometria que agradasse aos dois (Frisky e Scott) mas não foi negociação fácil eheheh
Boas

O douro bike race está-me a deixar doido!:fpalm: quando é que sai o preço das inscrições?:fpalm:
Se é só combinar então estou na fila;)

Desculpa lá chatear mas por acaso tens um link ou um foto com essa bike??é que "googlei" isso e não encontrei nada!

Cumprimentos
 
Boas

Estava eu descançado em casa e eis o que me veio ter a casa :)





































Uma checker pig cpx3060 em aluminio, com suspensao manitou 4 (acho?!), mas jah nao funciona muito bem e um grupo sachs quartz na transmissao e cubos mas com manipulos sachs neos. A pedaleira tambem nao eh sachs mas sim a saudosa shimano stx rc.

Penso que apenas o selim nao seja de origem. Conta ainda com os classicos magura hs33 e ainda com perifericos da marca, excepto o avanço que eh da kore e a caixa que eh uma ritchey logic.

Tirando a a suspensao estah a funcionar excepcionalmente bem, tenho pena eh de nao ser minha :s
 
Caro colega Esquilas, essa maquina é pena não ser tua, ou minha, mas seja de quem for é máquina que deveria voltar para os trilhos, pois está um maquinão, tirando os bar-ends e mudando a manitou porque não funciona por outra a funcionar dentro da mesma gama e é bike pra deliciar os verdadeiros e saudosistas Bttistas mais velhos..................que viram, tal como eu essas bikes a passar e nós a sonhar....................................
 
Essa Manitou já tem um funcionamento bastante decente, apesar de ser de elastómeros. Tem tambem um peso que envergonha grande parte das suspensões de XC actuais, incluindo as mais caras. Merecia uma revisão e uns elastómeros novos.
 
Comecei no Btt por volta de 1994 na altura com uma vilar mais tarde fui juntando alguns trocos e comprei uma Scott Team racing 1997 Full Xt, bicicleta que ainda hoje tenho guardada.
Ainda fiz algumas provas do Nacional de Cross Country e DownHill em que Tiago Semedo e Marco Galinha eram os Masters do BTT.

Em 1999 fui forçado a parar por razões profissionais mas agora 11 anos depois estou de volta por carolice do meu pai, tenho uma BH (nem sei o modelo) a qual já fiz algumas alterações, noto que ao fim destes anos todos ouve uma enorme evolução no BTT o que para mim deixa-me muito radiante pois à alguns anos eramos poucos e ter uma BTT era um luxo...
Como alguns devem ter reparado parte deste texto pertence à minha apresentação mas sendo assim posso dizer que ainda pertenço ao Old-School

Abraços

Ivo Correia
 

Nozes

Active Member
Então o tópico do Old School está ao abandono??
Deixa lá ver o que posso fazer para animar isto...
Ah! Olha só o que encontrei aqui em casa:



Pace RC200F8 ~1996

Comprei esta bike a um amigo há 3 ou 4 anos,na altura alguns dos componentes de origem já tinham sido trocados por outros mais recentes.Quando tive hipótese,peguei em algumas peças "old school" que tinha por aqui em bom estado (desviador XTR M900,manípulos Sachs,selim Selle Italia Flite) e voltei a dar a esta preciosidade o seu estatuto de clássico,sem gastar muito dinheiro.
Mais umas fotos:






Em breve abrirei um tópico nas análises e testes para mostrar mais ao pormenor esta bike,e explicar toda a história que aqui se consegue ler...fiquem atentos.

Para quem não conhece a marca,a Pace Cycles é uma marca inglesa,fundada em meados dos anos 80. Mais adiante farei um resumo da história que é verdadeiramente interessante.
Para já,deixo-vos com a lista dos componentes:

Quadro: Pace RC200F8 18"
Suspensão: Pace Air Force (ar/óleo)
Direcção: Chris King
Avanço: Race Face
Guiador: Easton CT2
Man. mudanças: Sachs Power Grip Extreme 8v.
Travões: Hope C2 180/165mm
Espigão selim: FSA FR270 28.6
Selim: Selle Italia Flite Titanium
Cubos: Hope Titanium
Aros: Araya RM395/Mavic...? (pintados)
Pneus: Kenda Karma DTC 2.0
Cassete: Sram 8v. 11-30
Corrente: Sram
Caixa pedaleira: Hope Titanium
Desviador trás: Shimano XTR M900
Desviador frente: Shimano Deore XT
Pedaleira: Race Face Turbine 44-32-22
Pedais: Exustar PM25
Suporte de bidon: Lifeline Titanium

Peso: ~10,6kg
 
Essa bicicleta é mais que old school, é uma preciosidade!

O quadro é dos mais invulgares que já se fabricaram. Todos os tubos quadrados, à excepção do da direcção e do selim, claro, e com variação da espessura da parede à custa da fresagem exterior dos tubos:shock: E o wishbone também ajuda a dar um aspecto exótico, para além da rigidez acrescida.
O quadro é anodizado, não é?

Só o espigão do selim, o guiador e os pneus é que não são da mesma altura, mas de resto tem uma montagem que deixa qualquer um de boca aberta...
 

Nozes

Active Member
Olá malta,obrigado pelos comentários.

MRocha,o quadro é anodizado,sim,e além dos componentes que mencionaste também a cassete e a corrente são mais recentes.
Os pneus até tinha aqui uns Ritchey Z-Max que ficariam aqui mais bem enquadrados,mas já têem uns anos e a borracha está muito dura,e como a bike não é só para "exposição",preferi colocar uns pneus mais actuais,para me permitir utilizar a bike sem limitações.
Quanto ao espigão de selim,penso que o de origem seria um Race Face,mas quando ela me chegou às mãos trazia um Kalloy,ainda por cima com recuo,e então quando encontrei este FSA em promoção,e nesta medida tão difícil (28.6),troquei-o e consegui melhorar a minha posição na bike e também o peso.
Um grande "bico de obra" nesta bike foi arranjar uma chave para desmontar o centro pedaleiro e trocar os rolamentos,não a consegui encontrar em lado nenhum e tive de fazer uma eu próprio,com ajuda de um amigo...foi difícil desmontar aquilo sem estragar,os copos são alumínio muito leve e o eixo é titânio,nunca me passou pela cabeça trocá-lo por outro.

É uma bike surpreendente,muito rígida mas muito estável a descer,e com uma excelente posição de "ataque",uma máquina de competição pensada para ganhar...e durar!
 
Nozes grande bicicleta sim senhor !
Um classico que ainda hoje deixa muita gente paralisada !
Esse quadro....esse wishbone...
simplesmente linda
parabens.
 
mas que grande bike!!

Parabens por seres o dono dessa maquina e por lhe dares uso! é de dar valor!!

cumprimentos

PS:depois coloca aqui o link para o topico nas análises e testes sobre a bike
 
Lembro-me de fazer uma prova de DH em Palmela em 1990, com a minha 1ª BTT, quadro e garfo de cromoly da Tange (pelo menos era o que dizia o autocolante!), cantileveres e os Michelin de 1,95 (autenticos tractores(!!!).
Agora, estou a remontar uma Marin Rocky Ridge de alumínio (de 90 ou 91), que vai ter ou o garfo rígido ou uma suspensão com uns fantásticos 75mm!
Já não tenho é os cantileveres, com muita que pena!
Como ainda tenho dois jersey da época, vão compensar a ausência dos itens na côr púrpura.

Pedalem, divirtam-se e pedalem ainda mais!!!
 
Boas ppl,
pois é, não me considero "old school" mas acompanho o BTT desde meados de 94, ainda me lembro quando saiu a 1º bike magazine, que grande alegrias e sonhos me deu.:D
na altura andava de Grand Canyon, em aço pesava que se fartava e tinha uns bar ends gigantescos equipada com shimano ty20;) Pena não ter fotos dela:(
Penso que até ao ano de 2000 tive todos os nº da bike magazine incluindo os Guias do Comprador, dai para a frente a compra ja não foi tao regular.
Em 1997 no meu aniversario 12aninhos, o meu pai ofereceu-me uma TOP RECORD em AÇO-CROMOLY vermelhinha linda hehe, com uma suspensao RST 281 que ainda anda cá para casa.
Infelizmente foi-me roubada no ano de 2001. So mais tarde em 2005 é que voltei a pedalar numa BTT quando comprei uma mondraker.
lembro-me ainda de gravar em VHS o mundial de btt no jamor, ja não me recordo o ano.
Bem para não me alongar deixo uma reliquia que encontrei no sotao:



Uploaded with ImageShack.us

abraços e vamos dar continuidade ao topico...
[[]]
 

Kamoes

Active Member
Boas amigos!

Ao olhar agora para esta capa, tive um pequeno Deja Vu.

Tenho um destes em casa:

MET Parabellum




É o meu único e actual capacete...

Isto faz de mim um Old-School? :mrgreen:


Abraço.
Marco Camoes.
 
Last edited:
Esse capacete Met ainda consegue ser bonito, coisa que a maioria dos capacetes na altura agora são horriveis:-D
Ainda o usas Marco??

Quanto a essa revista, 1000 escudos?? que roubalheira LOL
 

Kamoes

Active Member
jorgegt ainda o uso porque não comprei nenhum!

Também foi só comprado em 2007! :mrgreen:

Foi comprado e já sabia que era antigo... mas até parece um capacete minimamente recente! E vejo muitos aqui na minha zona.

Era barato, e comprei-o quando comecei a andar de bicicleta!

Ainda havia muitos na altura e acho que ainda têm um ou outro.

Por acaso estive para comprar esse branco que aparece na foto há pouco tempo...mas este nunca foi ao chão comigo e só tem um toque na ponta atrás porque caiu do armário!

Acho-o bem leve e não fica muito mal...

Abraço ;)