O que levar numa ida a Santiago de Compostela de Bicicleta?

#1
Boas.

Eu vou fazer o Caminho de Santiago pela primeira vez e gostava de saber o que costumam levar convosco. Vou também deixar uma lista daquilo que estou a pensar levar, se virem que falta alguma coisa digam sff.

- Material para a bicicleta (bomba, desmontas, remendos, multiferramentas, etc... o costume)
- Barras de cereais, gel energético e saquetas de pó para preparar bebida isotónica (pelo menos 1 de cada para cada dia)
- 1 Jersey extra (não pesa, ocupa pouco espaço e pode dar jeito)
- 1 Muda de roupa leve (para vestir depois do banho)
- Penso que seja preciso uma toalha pequena e um sabonete (no caso de a estadia ser em albergues), certo?


Não sei se é preciso mais alguma coisa (pelo menos não me lembro de mais nada), quero levar a mochila o mais leve possível porque quanto mais pesada estiver mais vai pesar nas pernas.
 

JARBAS83

Active Member
#2
E um dicionário ESP-POR, não será preciso? ;)

Depois dá feed-back dessa volta. Como és cá de cima, a tua experiência pode interessar-me...
 
#3
Dos que são menos óbvios quero destacar:

Vestuário:
Não descartar um impermeável e, se tiveres espaço, um polar (ocupa pouco espaço e podes precisar se tiver frio);
Chinelos;
Mini-toalha;

Outros:
Credencial do Peregrino;
Canivete Suíço, fita-cola e arame (para uma MacGyverisse);
Lista de contactos telefónicos de emergência;
Treinos de longe distância.
 
#4
Para alem do que já foi dito........Uma das coisas que aprendi, foi...quanto maior a mochila, mais peso levas.
Se a tua ideia é fazer o caminho com olhos e "ver", aproveita tudo o que o caminho tem para te oferecer. Vai parando, fala com as pessoas com quem te cruzas, bebe uma cerveja, come, tira fotos e para alem de um "recovery" no final da pedalada, esquece tudo o que tenha a ver com barritas e gels (Tens sempre sítios onde podes comprar fruta).
Não sei onde vais começar, mas para mim o caminho será sempre feito desta forma.
 
#5
Não sei em quantos dias pensas fazer o percurso, mas deves ponderar levar mais um calção de bicicleta pois ao fim de um dia a pedalar convém lavar os calções devido à transpiração e sujidade (para evitar assadura e outras coisas). E no caso de não estarem enxutos prendes na mochila que enxugam pelo caminho e como tens outros vais comodamente a pedalar. Levar mais que um par de meias, pelos mesmos motivos. Não leves muita comida pois durante o caminho certamente encontrarás locais para te alimentares. Se possível fazer com companhia, é mais agradável e principalmente mais seguro.
 
#6
Vamos ser um grupo de 4 ou 5 a fazer Braga a Valença no primeiro dia, Valença a Caldas de Reis ou Padron no segundo e chegada a Santiago de Compostela no terceiro. A estadia em principio será em albergues.

Vi que há empresas que fazem transporte das mochilas de albergue para albergue no caminho de santiago, nao consigo é encontrar informação sobre preços, ja aguém usou este serviço?
 
#8
Fiz o caminho com um colega em 2 dias a partir de Barcelos, sem carro de apoio e pernoitamos em albergue, pelo que levamos as tralhas às costas. Levei saco-cama, acessório que não precisei de usar pois no albergue havia roupa de cama. Basicamente se te cingires ao essencial cabe tudo numa mochila de tamanho normal, mas convém que seja uma com um bom suporte para as costas e tiras para prender à cintura e no peito. Podes usar também a opção dos alforges.

Levei dois bidons de água na bike mas bastaria um, porque existem muitos pontos de água pelo caminho. A bomba de ar ia num suporte que encaixava numa das grades de bidon. Na bolsa por baixo do selim foram uma câmara de ar suplente, um pequeno rolo de fita cola, chave multi-ferramentas, um elo rápido e zip-ties (servem para uma infinidade de desenrasques....).

Na mochila iam barras de cereais e geis (mais para alguma emergência, porque tens muitas mercearias e cafés pelo caminho), outra câmara de ar, uma muda de roupa de ciclismo, uma muda de roupa normal, impermeável, chinelos, toalha de microfibras (ocupam pouco espaço e sao muito absorventes, vê na secção de natação da Decathlon) e sapatilhas normais.

A máquina fotográfica ia pendurada numa bolsa do lado de fora da mochila.
 
#10
Eu fiz em 2010 Porto - Santiago, sem carro de apoio.
Levei apenas tshirt, calças de fato de treino e chinelos como roupa noturna, foi em Junho. A toalha e gel de banho/shampoo.
E levei um suporte de selim para esse transporte, alem do camelbak que transportava as barras e agua e ferramentas.
Podem dividir o material mecanico entre todos, nao sao precisas 5 bombas, nem 5 chaves multifuncoes.

As dormidas foram em Ponte de Lima, Pontevedra (espetaculo).

Bom Camino.

Aproveitem, das 5 travessias por Portugal(Espanha), foi sem duvida a melhor. :)
 
Last edited:
#11
Podes precisar de saco cama se não houver roupa de cama no albergue.
Leva campainha na bike e cuidado com os peregrinos a pé, passar devagar por eles é sempre a melhor ideia, pois podem ir com fones nos ouvidos.
Apesar de nunca ter usado alforges, pelo que vi, parece-me preferível a mochila desde que se possa manter o peso baixo.
A mochila deve ajustar-se bem às tuas costas, por experiência própria posso dizer-te que faz imensa diferença. Não vão ser as pernas que vão pagar o peso nas costas, vai ser o rabo. Faz pausas, goza a paisagem, não é o corrida.
 
#12
Meti tudo o que estou a pensar levar bem acamado dentro minha mochila de hidratação (sem bolsa de hidratação), o material para a bicicleta meti na bolsa de selim, e fui fazer uns kms para ver se me sentia confortável, fiz 30km sem problemas nem dores.
 
#13
adofr86, olha que 30kms é muito diferente de fazer vários dias etapas de 80kms ou mais ainda... Pondera bem o que levas na mochila. Por mim, não dispenso os alforges. Mas cada um sabe de si.
 
#14
A mochila só está a pesar 1,3kg já com tudo o que eu preciso de levar.

Na mochila acamei 1 calção de ciclismo suplente, 1 t-shirt, 1 calção, 2 pares de meias, 1 toalha pequena, pastilhas efervescentes e saquetas para preparar a bebida, gel energético, 1 fio de travões, 1 fio de transmissão, bomba de ar, carregador de telemóvel.

Na bolsa de selim acamei desmontas, remendos, camara de ar, multi-ferramentas e zip ties.

Nos bolsos do jersey vão os chinelos (1 de cada lado) e no bolso do meio vai o telemóvel e uma sleeve com a identificação, cartão multibanco e algum dinheiro.


Bem sei que os 30km que fiz não se comparam aos mais de 90km que vou fazer logo no primeiro dia mas juntando tudo o que vou levar (na mochila, bolsa de selim e jersey) o peso total não chega aos 2 kg e nas costas vai apenas cerca de 1,5kg o que até me parece ser pouco.
 
#16
Boas
Em 2014 fiz o Caminho Porto- Santiago e na altura usei uma mochila normalíssima da Eastpak em cima do suporte de espigão e tenho a dizer que me senti muito confortável. Não existe o volume excessivo dos alforges e não temos o peso nas costas. Uma dica que dou é meterem um pouco de uma câmara de ar no aperto do suporte ao espigão pois este tem tendência a rodar/descer com a trepidação.
Cumprimentos