O calor

pc7

New Member
#1
O que é que vocês fazem nesta altura de calor?
Andam mais cedo ou mais tarde para evitar as horas de calor?
Bebem mais água durante as pedaladas?
Como é que vocês evitam o calor?
 

bpro

New Member
#2
Bem acho que o beber mais água é enevitável...E muito recomendável!

No meu caso roupas claras, e gosto de ir mais para a tardinha, assim se por algum contratempo, não me "caiem" em cima as horas de calor (das 13 em diante)...
 
#4
eu treino todos os dias cerca das 18h até as 19:30h.. e é na boa, desde que nao percamos a cabeça, e vamos bem hidratados tudo bem!
mas nao tenham medo do sol, apenas tenham cuidado ;D
 

jlc

New Member
#5
Bem é simples tudo o q se puder aproveitar para refrescar...









ou ainda

[video=youtube;2j1n85R_NfU]http://www.youtube.com/watch?v=2j1n85R_NfU[/video]
 
#6
Água, muita água (e outros fluidos menos transparentes :p ) - cerca de meio litro antes de sair de casa e mais 2 ou 3 litros para uma volta matinal.
Protector solar de factor elevado (no meu caso 50+) nas áreas expostas (braços, pernas, cara e pescoço)!!!!
E aproveitar as passagens em zonas de banhos (rios ou mar) para aviar umas toladas!! :D
 
#7
Se excluir-mos as pouco normais horas da "madrugada", ou seja, 6, 7 da manhã, a melhor altura é sem dúvida o fim da tarde, princípio de noite.
E é nessa fase do dia, que eu nestes últimos dias de calor tenho ido andar. Mesmo assim, não tem sido nada fácil...

Os outros cuidados a ter, são naturalnente beber muita àgua e bebida isotónica, e enverdar por um ritmo moderado sem esforços violentos.
 
#8
Amigos!
Quando se programa um treino, parte-se das datas competitivas essenciais. Faz-se a programação para a época de forma faseada.
Vamos adiantar a coisa! Quando se programam ciclos mais curtos, um dos factores a ter em atenção é a condição climatérica previsível e a adaptação a essa realidade (embora virtual, na fase de treino, mas previsível). Os atletas de topo atenderão a fusos horários, a adaptação à altitude, ao calor e à humidade.
Nós, amantes desta modalidade, com objectivos diferenciados, ou escolhemos a fase do dia que mais nos convém para treinar, ou vamo-nos adaptando (adaptar é entrar na realidade de forma faseada e progressiva). Se não temos outra hipótese, treinamos hoje meia-hora em condição real de calor, amanhã um pouco mais e, vamos indo!
Claro que há situações a modificar em relação ao nosso hábito. Rolar mais lentamente, hidratar melhor, escutar o corpo e perceber, por antecipação, as reacções adversas.
Resumindo: há que ir devagar e com muita atenção!
A mim, o calor não me afecta muito! Vou treinar de seguida e vou fazer trabalhos que tenho a fazer mais logo!

Um abraço!
 

oliana

Active Member
#9
Não tenho a mesma vontade de dias mais frescos. O fim do dia é tambem a minha preferência. A partir das 17/18 horas. Muita água. Procuro passar por sítios onde me possa abastecer. O que é fácil aqui na zona de Palmela. Basta um pequeno desvio.
O ritmo baixa consideravelmente. Nas ultimas saídas com temperaturas diferentes, fiz médias no mesmo percurso com diferenças de 2/3 km/h.
Mas é mesmo assim. Dias mais frescos virão.
 
#10
Como só posso andar ao fim de semana, aproveito ao fim da tarde de sabádo para fazer 2 horas a um ritmo calmo sem grandes exageros ou subidas para não esforçar muito. Aos domingos com os dias que têm estado saio por volta das 7:30, 8:00 e costumo acabar por volta das 11:00, 11:30 e mesmo a essa hora já faz um calor do caneco. Levo sempre muita água atrás, se acabar á sempre um café ou um minimercado para se comprar. Levo também sais para repôr os niveis normais do corpo.

Boas pedaladas,

Filipe Queirós
 
#11
Pedalar à tardinha é o ideal. Antes de umas 18 horas é difícil sair de casa aqui no meu Alentejo e o acréscimo no consumo de água é inevitável nesta altura. A roupa clara é outro truque que ajuda bastante a não aquecer o motor em demasia :D

Cumps.
 
#12
Com o imenso calor do Verão a fustigar-nos, normalmente, deixo de utilizar pó hidratante na água porque seca um pouco a boca fazendo mais sede. Como a ingestão de água é em grande quantidade, não há grande necessidade de colocar aditivos e ainda podemos regar-nos à vontade. A alternativa passa por programar as voltas de forma a passar por vários pontos de abastecimento.
Outro costume meu é usar jerseys com fecho total para apanhar ventinho no peito, especialmente a subir, e ainda a troca das luvas por pulseiras elásticas dos tenistas para absorver o suor dos olhos e rosto.

Até breve.
 
#13
Com o imenso calor do Verão a fustigar-nos, normalmente, deixo de utilizar pó hidratante na água porque seca um pouco a boca fazendo mais sede. Como a ingestão de água é em grande quantidade, não há grande necessidade de colocar aditivos e ainda podemos regar-nos à vontade. A alternativa passa por programar as voltas de forma a passar por vários pontos de abastecimento.
Outro costume meu é usar jerseys com fecho total para apanhar ventinho no peito, especialmente a subir, e ainda a troca das luvas por pulseiras elásticas dos tenistas para absorver o suor dos olhos e rosto.

Até breve.
Essa eu nao percebi bem, levas as tais pulseiras e as luvas ficam em casa ou as pulseiras vem por acrescimo?
Eu quando ando de manha levo sempre 3 bidons(2 na bike e 1 as costas) mas quando é a tarde aqui nesta zona o calor a partir das 17/18h nao é muito excessivo no meio das serras, pinhais e beira mar levo só 2 na bike e acho mais que suficiente já que antes de sair de casa de manha bebo bastante agua e de tarde tambem.
 
#16
Ainda hoje fui para a Arrábida ás 9:00 e cheguei á Moita ás 12h. No camelback levo um daqueles recipientes azuis, congelado, das geleiras junto da bolsa de água, tudo dentro de um saco de plástico para não me molhar com a condensação. A água está préviamente dentro do frigorifico e 1/2 hora antes vai para o congelador no saco do camelback para ficar no ponto. O bidon vai congelado para a faze final.
Posso adiantar que fiz 40km em 3 horas, com paragens para as fotos e tal a uma média de 16kmh. Ao fim de 2 horas tinha acabado a água do camelback, mas sempre fresca até á ultima gota, a água do bidon tava descongelada e ainda um pouco fresca, virei-a para dentro do saco do camelback, onde ainda estava o refrigerador azul meio congelado e deu até casa, sempre com água fresca.
O camelback não vai leve, não vai não senhor, mas sabe bem beber água fresquinha...
 
#17
Bem, eu sou grande maluco!:D
Como acordo tarde (porque me deito tarde), saio de casa Às 12h, com t-shirt clara, capacete e oculos escuros, levo um bidon com goldnutrition, e faço cerca de 30kms chegando por volta das 13h10m a casa.
Não me incomoda muito o calor....o pior era a claridade nos estradões, mas os oculos escuros resolveram o assunto!:)
 
#18
Eu agora saio de casa por volta das 8h00/8h30, e por volta das 10h00/10h30 estou em casa e assim evito o pico de calor por volta do meio dia.
E sempre com muita água, e devia-se sempre por protector solar se bem ai que falho um bocado.
 
#19
Hoje no porto esta impossível:S Mas nos dias de calor tem de ser mesmo muito cedo ou a partir das 7 da tarde senão é uma tortura...mas de vez em quando tem que ser:)
 
#20
... é uma treta!

Estes últimos dias aqui pela zona de Santarém é impossível para mim andar após as 10:30h, 11:00h! Simplesmente não consigo. Ou saio cedo, ou vou ao final da tarde, ou então esqueço. Para mim andar ao calor/sol, como está neste momento, não dá... a não ser que tivesse um chuveirinho por cima, como agora existe os aspersores de água nos supermercado para os legumes! :D