Nova bicicleta

#1
Já andei muito de bicicleta tinha uma de montanha à uns 10 anos parei mas sempre que vejo bicicletas é aquele bichinho, para tambem combater um bocado o sedentarismo dos trintas e visto que não sou muito fan de ginásios , queria comprar uma bicicleta nada serio para andar de vez em quando uns 10\20 km em estrada e algum btt este a ver este modelo está a 650€ não quero investir mais visto que a minha outra custou 50 contos esta deve chegar o problema é que já nao percebo nada de gamas principalmente a parte da sram e de não terem mudanças na pedaleira não sei que gama é esta SRAM GX e qual a equivalência na shimano que foi o que sempre tive , na altura tinha atrás srx rc pedaleira alivio e acera à frente , hj em dia não vejo mudanças à frente não faço ideia , a bike que vi é esta gostava de saber se é uma boa opção ?

https://www.decathlon.pt/btt-rockrider-920-275-id_8366869.html#v2088881#tstoreTab
 
#2
O modelo GX é de uma gama equivalente à do Shimano SLX e quanto à qualidade da transmissão Sram podes estar descansado que é tão bom como Shimano.

Para o preço a bike parece-me bem equipada, mas já não a deves conseguir arranjar a esse preço, ela estava a 650€ na loja online para esgotar as ultimas unidades e já esgotou, agora restam as que estão em algumas lojas mas essas estão a 790€.

Se pretendes usar a bicicleta para também fazer estrada recomendo uma pedaleira com mais que 1 prato, porque com 1 prato muito facilmente pões a transmissão a andar em seco, a rolar em estrada.
 
#4
Para fazer posteriormente ias precisar de colocar nova pedaleira com 2 pratos, desviador da frente, manete para as mudanças da frente e corrente nova com mais elos.

a despesa andaria entre os 200 e os 250€ (comprado online e montado em casa), conta com no mínimo mais 50€ para comprar e montar em loja física, conta com estes valores se quisesses meter SRAM GX.
 
#9
O modelo GX é de uma gama equivalente à do Shimano SLX e quanto à qualidade da transmissão Sram podes estar descansado que é tão bom como Shimano.

Para o preço a bike parece-me bem equipada, mas já não a deves conseguir arranjar a esse preço, ela estava a 650€ na loja online para esgotar as ultimas unidades e já esgotou, agora restam as que estão em algumas lojas mas essas estão a 790€.

Se pretendes usar a bicicleta para também fazer estrada recomendo uma pedaleira com mais que 1 prato, porque com 1 prato muito facilmente pões a transmissão a andar em seco, a rolar em estrada.
Uma coisa é andar em estrada outra coisa é esgotar o mono prato, para esgotares um 32x10 tens que ir bem acima dos 30kms hora, achas que é assim tão fácil esgotares?
 
#10
Eu tenho 26-36 por 11-40 e quando faço estrada basta aparecer uma descida longa com pouca inclinação para pôr a desmultiplicação 36x11 a dar em seco.
O mono prato é excelente nos trilhos, na estrada esqueçam.
 
#11
Eu tenho 26-36 por 11-40 e quando faço estrada basta aparecer uma descida longa com pouca inclinação para pôr a desmultiplicação 36x11 a dar em seco.
O mono prato é excelente nos trilhos, na estrada esqueçam.
Lá está descida

Agora quero ver é quantas vezes esgotas e durante quanto tempo é que esgotas um mono prato em recta

Se vais a mais de 40kmh vais a pedalar para que?

Com um 34x10 a 80rpm vais a 38kmh

Se isto é facil de colocar a pedalar em seco quando fazes um bocadinho de estrada vai lá vai.

Agora estamos a falar de BTT e não de uma Bike de estrada, se vais comprar uma bike de BTT para andares a fazer estrada e esperares médias acima dos 34kmh então provavelmente a bike de BTT não é a melhor opção tenha mono prato ou 2 pratos
 
#12
Qual é o espanto de ser descida? A estrada tem subidas descidas e plano, e como já disse nas descidas basta uma inclinação ligeira para pedalar em seco.

E com 36x11 a 120rpm vais praí a 50kph. Eu quando ando de bicicleta estou sempre a trabalhar as pernas quer seja monte ou estrada a subir ou descer.

Tal como ele disse logo no primeiro post quer fazer BTT e estrada, portanto a recomendação que fiz foi a pensar tanto na estrada como no BTT.
 
#13
Qual é o espanto de ser descida? A estrada tem subidas descidas e plano, e como já disse nas descidas basta uma inclinação ligeira para pedalar em seco.

E com 36x11 a 120rpm vais praí a 50kph. Eu quando ando de bicicleta estou sempre a trabalhar as pernas quer seja monte ou estrada a subir ou descer.

Tal como ele disse logo no primeiro post quer fazer BTT e estrada, portanto a recomendação que fiz foi a pensar tanto na estrada como no BTT.
Qual inclinação ligeira, como é que pedalas em seco num mono prato com por exemplo um 32x10 (já nem falo num 34)? Mas já experimentaste ou estás a falar por falar?

O que é isso de trabalhar pernas?

Quer fazer estrada e tu entraste logo a matar que para fazer estrada esquece o mono prato, só gostava de perceber porquê

Em que é que o mono prato limita isso sem ser em situações limite?

Mais uma vez, para um 34x10 para esgotar tens que ir acima dos 40kmh, quero ver muitos de vocês a estar muito tempo acima disto em BTT e em que sintam necessidade de pedalar (não estou a dizer que não acontece por momentos, estou a dizer quantas vezes e durante quanto tempo isso acontece)
 
#14
Tal como já disse ando com dois pratos 26-36 e uma cassete 40-11, por isso sim estou farto de experimentar.

Ao fim de semana faço BTT mas durante a semana por falta de tempo só faço estrada no final do trabalho.

Se para mim os dois pratos por vezes são curtos quando faço estrada durante a semana, o mono prato mais curto é e não preciso de experimentar para tirar essa conclusão.


Já sei que a pergunta vem aí por isso, não, não quero uma bicicleta de estrada...
 
#15
Tal como já disse ando com dois pratos 26-36 e uma cassete 40-11, por isso sim estou farto de experimentar.

Ao fim de semana faço BTT mas durante a semana por falta de tempo só faço estrada no final do trabalho.

Se para mim os dois pratos por vezes são curtos quando faço estrada durante a semana, o mono prato mais curto é e não preciso de experimentar para tirar essa conclusão.


Já sei que a pergunta vem aí por isso, não, não quero uma bicicleta de estrada...
Então o que eu diria é experimentares, uma relação de acordo com o que fazes e depois sim podes dizer que o que é preciso para rolares em seco ou faltar em subidas.

Se o que fazes é apenas rolar em descidas a mais do que 40kmh e fazeres subidas de 30% de inclinação durante horas, então aí sim diria que fazes o melhor em manteres os 2 pratos.

Se o que fazes não é apenas os extremos para mim então já poderá não ser uma decisão assim tão preto e branco.

Mas se esgotas facilmente um 34x10 em estrada e em recto então parabéns, estás uma máquina
 
#16
O que eu tento ter é uma relação +/- equilibrada para dar tanto para a estrada como o BTT. Se no BTT está excelente, na estrada falta ali um bocado nas mudanças mais pesadas.
 
#18
Atenção que não estou a dizer que não é bom para ti.

Agora vires com a historia que quem faz um pouco de estrada o mono prato é para esquecer quando para esgotares tens que ir bem acima dos 34 já não concordo nada tendo em conta todas as vantagens