motards nos trilhos - o que pensam, que opinião têm ?

#23
No dia em que aparecer à frente um RD28t endiabrado, vais pensar 2 vezes xD

Acho que há espaço para todos, dos encontros que tive com eles sempre houve respeito e em grande parte pararam e deram me passagem. . . Sendo eu um curioso do TT, por vezes até gosto dos encontrar para apreciar as máquinas!
 
#25
Viva,

Dos encontros que tive com os amigos não tenho nada de negativo a assinalar . No entanto considero que a presença deste tipo de veículos nos trilhos é bastante lesiva para o meio ambiente e deveria ser limitada a zonas específicas para a prática destas modalidades.
 
#26
É esta beldade



Motor dos patrol 260' e Patrol GR . . . Um mimo :D Melhor Melhor, talvez o SD33t dos 160'

Isto aliado a uns pneus 35" ou 37", haja dinheiro para o gasoil e para a brincadeira :D
 
Last edited:
#29
Bem eu tenho algum receio, assim que oiço o barulho das motas desmonto e tento arranjar um lugar seguro, pois geralmente vem mandados e se nos apanham
numa curva já era. Não é que já me tenha acontecido algo mas por precaução prefiro actuar assim.

Logico que preferia que eles não frequentassem os trilhos mas não tenho esse direito.

Quanto ao sucedido ao user que iniciou este tópico é o que eu chamo de falta de educação e existe em todos as modalidades, profissões e religiões. :D

Reis
 
#31
boas...

na minha opinião penso k todos temos direito a curtir o nosso desporto favorito. é óbvio k de moto tem de se andar no "cano" porque se assim ñ for...vale mais andar de bike. sei do k estou a falar pk já tive moto e tem de ser a fundo. normalmente quando ando nas minhas voltinhas e ouço as motos, abrando ou encosto e fico a apreciar a passagem das mesmas. por vezes ainda os incentivo a enrroscar mais o punho ;)...

cumps
 
#32
Infelizmente o dever geral de urbanidade e civilidade é tábua rasa para algumas pessoas, quer estas andem a pé, conduzam um carro, ou neste caso uma mota.
Certo é que não devemos confundir a árvore com a floresta, mas nunca nos devemos esquecer que a minha liberdade acaba quando a Tua começa - porque é que temos de ser nós a parar, a abrandar, a fugir para não sermos atropelados ? Porque não temos a mesma liberdade, o mesmo direito, e serem os motards a parar, a dar-nos passagem ? Pomos em risco a vida de alguém nos trilhos ? Causamos danos nos locais onde passamos ? A nossa "pegada ecologica",( apesar de ainda haverem muitos que fazem do monte caixotes do lixo) é incomensuravelmente menor no uso da natureza, porque não sermos tratados como iguais ?
Quanto ao facto de os montes serem por regra locais públicos, logo de acesso possível a todos, não concordam que há sitios onde as motos, pelo seu impacto, não deveriam entrar ? As estradas, sendo públicas, não estão vedadas a alguns tipos de veiculos ? Porque não os trilhos ? Que gastem gasolina, que saiam dos locais mais frequentados, que não nos ponham potencialmente em risco - deveria ser criado uma especie de código de conduta nos montes e trilhos, não só para motards mas também, e alargando a discussão, para bttistas,... mas isto são, pelo menos para já, utopias...
Conduzam com cuidado :)....
 
Last edited:
#33
Lucio2, não ando de mota, por isso falo à vontade. Eu gosto de curtir os trilhos, e outras pessoas haverá que também o fazem, mas de maneira diferente. És livre de fazer o que quiseres, ma repara que num trilho, tu consegues ouvir uma mota, mas o motard não te consegue ouvir a ti. Da mesma forma, tu de bike se te cruzares com uma pessoa a pé, é mais fácil para ela ouvir-te enquanto fazes uma descida e dessa forma, se ela se resguardar um pouco no caminho, evitam-se acidentes. Digamos que é uma atenção que se deve ter para bem da segurança de todos nós. Se fizeres o mesmo face às motas ou os carros, facilita para toda a gente. E lembra-te que se bateres de frente contra uma mota, provavelmente aleijas-te mais que o motard... Não custa nada, não é por isso que deixas de curtir o dia, e é mais seguro para todos. Não quero dizer que os motards devem encarar isto como se fossem donos dos trilhos, apenas e só que se facilitarmos, conseguimos coexistir nos trilhos com alguma segurança. Apenas isso.
 
#34
boas

... tenho um pajero (velhinho), um quad(polaris predator) e bike(orbea oiz) e na minha opinião os trilhos são para todos, obviamente que quando vou de bike ouço facilmente as motos ou "jipes" e facilito desviando-me... sempre que ando de quad ou pajero o lixo que deixo nos trilhos é o mesmo que deixo quando ando de bike ZERO, obviamente que os veiculos motorizados podem em parte danificar um pouco os trilhos mas por outro lado tambem permitem que estes se mantenham mais limpos... é a minha opinião

cumprimentos
 
#36
Boas,

não vamos agora falar de pegadas ecologicas ou lixo que lá fica, resto de oleo e quejandos...infelizmente há muito lixo deixado tanto em provas como em passeios, o meu grupo é muito limpinho mas é fácil encontrar embalagens de geis e barras, serão os motards...

a ultima vez que me cruzei com motos foi em sintra e o unico problema é que como era uma zona protegida eles não deveriam lá estar...tirando isso, assim que nos viram, e até acho que viram 1º, abrandaram e chegaram-se-se à berma, nada a dizer.

Como já foi dito, e muito bem, civismo não existe em todos os dicionários, aliás, se não existe numa estrada haveria de existir num trilho? como sempre, olho aberto ;)

Boas voltas
 
Last edited:
#37
És livre de fazer o que quiseres, ma repara que num trilho, tu consegues ouvir uma mota, mas o motard não te consegue ouvir a ti. Da mesma forma, tu de bike se te cruzares com uma pessoa a pé, é mais fácil para ela ouvir-te enquanto fazes uma descida e dessa forma, se ela se resguardar um pouco no caminho, evitam-se acidentes.
Gostava de ver esta maneira de pensar mas aplicada na estrada, aonde os motards, aí em desvantagem, a par dos veículos mais pesados e mais visíveis tambem deveriam parar e ceder passagem aos pesados, acautelando-se dos eventuais acidentes ... seria a selva, não era ??? Aí ai d'del rei os motards a reclamarem ordem e respeito (merecido).

Pois penssem que o mesmo que muitos estão a advogar aqui - acautelem-se os mais "fracos" é o que os bikers estão a reivindicar, nas "estradas" de terra.

Lá pelos trilhos públicos serem de toda a gente a lei não ficou à entrada do trilho - toda a regulamentação de trânsito se aplica lá (exceptuando dentro da propriedade privada). Circulação pela direita, ceder passagem, abrandar quando existe risco de atropelamento, etc... Quando começar a haver acidentes graves (Deus queira que não) e a responsabilidade civil começar a ser invocada na barra dos tribunais vamos começar a ver a quem doi mais.
 
#38
não vamos agora falar de pegadas ecologicas ou lixo que lá fica, resto de oleo e quejandos...infelizmente há muito lixo deixado tanto em provas como em passeios, o meu grupo é muito limpinho mas é fácil encontrar embalagens de geis e barras, serão os motards...
Pois, não é de todo minha intenção estar a alimentar polémicas, mas neste excerto do teu comentário mencionaste uma das principais diferenças entre o lixo produzido por um veículo motorizado e o lixo produzido por uma bicicleta.
Porque não é só o lixo sólido que nos preocupa, é talvez mais aquele que não conseguimos ver mas que somos obrigados a respitar e até consumir.
 
#39
Sim, concordo com isso tudo, infelizmente.

A questão e o meu comentário, ok enviesado, era mais de ir no sentido do tópico, que penso eu, é do respeito ou a falta dele de alguns motards que por aí andam, em realação às restantes pessoas, nesta caso, ciclistas, com quem se cruzam.

Apenas isso e mais nada, agora, que tens razão, tens ;)