Mito da Pedalada Redonda e ovais

#1
ambos os videos sao muitos bom com explicacao mais detalhada se realmente existe ou nao a tal puxada da pedalada(claro que nao), mas que ainda muita gente o faz ou pensa que faz pois e um comportamento psicologico e nao biomecanico natural.

[video=youtube;vKvWWpYlwG4]https://www.youtube.com/watch?v=vKvWWpYlwG4[/video]
 
#2
as coroas wide tambem e um factor importante pois a sua configuracao apenas serve pra optimizar o movimento da pedalada, quem usa clip nao notara muito a diferenca, mas quem usa plataforma e uma mais valia.

[video=youtube;7gStigUH0DU]https://www.youtube.com/watch?v=7gStigUH0DU[/video]
 

fabio viana

Well-Known Member
#4
mas que ainda muita gente o faz ou pensa que faz pois e um comportamento psicológico e não biomecânico natural.


Em termos científicos realmente não aplicamos potencia quando levantamos a perna, mas aconselho que faças um treino com muita cadencia e vais ver a vantagem que existe em usar encaixes... Se a cadencia for muito alta nos pedais de plataforma, temos tendência em levantar o pé do pedal quando o crank está na posição mais alta, e ai os pedais de encaixe realmente ajudam a que o ciclista consiga aplicar sempre a força de forma continua sem nenhuma "interrupção".

No fundo usar os pedais de encaixe ajudam o ciclista a ter uma pedalada redonda e a ter mais perfomance.

Em relação aos pratos ovais para btt não vejo assim muita necessidade, mas para quem faz treinos em estrada é uma mais valia, pelo menos segundo esse video do PraQuemPedala.

Só um pequeno aparte.. Não são as coroas wide mas sim ovais ;)


 

camponubla

Well-Known Member
#5
Este é um tema que da muito para "discutir" :)

Eu passei de pratos redondos para (prato único) oval, é não sei se melhorou a eficiência da pedalada ou o rendimento, sim que noite que com o prato oval a pedalada é "mais redonda" (desculpem o contra-senso), quero dizer que me parece que a pedalada se transmite em movimento da bicla em qualquer posição dos cranks...não sei se me faço explicar bem :)

Se calhar é só o efeito "placebo"......mas é só a sensação que tenho.
 
#6
Por acaso não tinha visto essa da "puxada". Mas o que é certo é que quando eu entortei o pedal (O sr. da loja apertou mal o pedal, e ele com a força comeu roscas e ficou de lado) para não danificar mais, vim o caminho todo a pedalar só com o pé esquerdo. A puxar e a "empurrar", claro que não tenho tanta força a puxar para cima, como para baixo, mas também eu não tenho muita experiência no movimento, Up & Down. Em subidas mais ingremes, faço o mesmo, pode ser placebo mas noto as pernas...

Na minha opinião não deves afimar "explicacao mais detalhada se realmente existe ou nao a tal puxada da pedalada(claro que nao)" é uma afirmação muito forte. Até podes ter 300% razão, mas não sei, a mim soa-me mal :) nada contra, porque, tal como o camponubla disse, é um tema (ambos, pratos e encaixe) para muita "discução" e opinião.

Devo referir que eu era (mais um) dos contra pedais de encaixe, sempre usei plataformas, até ao dia em que decidi (por loucura se calhar) comprar pedais de encaixe e experimentar. Nunca mais saíram da bike e não me vejo a voltar atrás e... Perdi muita confiança (passo a vida a malhar) mas a diferença que eu notei de plataforma para encaixe (antes de cair a primeira vez) faz-me continuar a melhorar para mecanizar o desencaixe... Aliás curiosamente da ultima vez que fui andar, foi exatamente o encaixe do pé direito que me salvou de uma valente queda, o pé esquerdo saltou fora sozinho (quando quero, não sai... problemas de afinações).

Todos os meus argumentos são baseados apenas em experiência (pouca) que tenho com os encaixes/plataformas, brevemente irei ter dados, visto que estou a tratar de comprar sensores de cadência e de Frequência Cardíaca. Terei todo gosto em dar novo feedback após testar :) E não tenho problemas em admitir que estou errado, se isso se verificar.

Em relação aos pratos ovais, não tenho nada a dizer, nem sabia da sua existência. Já tinha ouvido falar nas fininhas, mas nunca me deu para ir "investigar" o assunto.
 
#7
Experimentem fazer um sprint de 1200w sem ser com pedais de encaixe!!! Eu na de estrada uso pedais look com lâmina de 16nm no princípio achei muito duro a sair agora gosto bastante. Dá uma grande sensação de segurança.


Quanto aos pratos ovais. Uso em todas. No btt acho que não tem grande influência na estrada uso rotor Qxl e no prato 53 acho que há vantagens pelo menos no meu caso principalmente a passar tipos em força e rolar no prato pequeno acho que perde ligeiramente nas subidas mais inclinadas
 
#8
Os pedais de encaixe são, na minha opinião, totalmente obrigatórios para quem anda minimamente de bicicleta. Para além de um maior rendimento na pedalada, no meu caso também me permitem um maior controlo sobre a bicicleta, de tal forma que mesmo nas descidas mais técnicas não consigo ir de outra forma que não seja encaixado. Para tal tenho de ter 100% de confiança no encaixe/desencaixe, e isso é um gesto que faço de forma totalmente natural, não preciso de "pensar" para o fazer.

Quanto aos pratos ovais, recentemente, quando passei para 1x10, ponderei instalar um oval, mas acabei por deixar isso para segundas núpcias... De qualquer forma, quando desgastar o que atualmente tenho, o mais provável é testar um oval!
 
#9
mas ja experimentaste?
as coroas ovais vinham em antigas BMX, a minha tinha, ajudou-me imenso a pedalar "correctamente" pois pedalava (agora sei) com o pe numa posicao errada, e agora naturalmente pedalo com o pe como deve estar no pedal.

e a ideia nao e nada descabida, mas penso que nao sera uma diferenca abismal para as coroas redondas, especialmente para quem pedada ja de forma eficiente
 
#10
[/COLOR]

Em termos científicos realmente não aplicamos potencia quando levantamos a perna, mas aconselho que faças um treino com muita cadencia e vais ver a vantagem que existe em usar encaixes... Se a cadencia for muito alta nos pedais de plataforma, temos tendência em levantar o pé do pedal quando o crank está na posição mais alta, e ai os pedais de encaixe realmente ajudam a que o ciclista consiga aplicar sempre a força de forma continua sem nenhuma "interrupção".

No fundo usar os pedais de encaixe ajudam o ciclista a ter uma pedalada redonda e a ter mais perfomance.

Em relação aos pratos ovais para btt não vejo assim muita necessidade, mas para quem faz treinos em estrada é uma mais valia, pelo menos segundo esse video do PraQuemPedala.

Só um pequeno aparte.. Não são as coroas wide mas sim ovais ;)


sim concordo, eu e que nao consigo largar as plataformas e ainda continuo a usar as pernas pra arredondar a pedalada(penso ser um mau habito mas sempre andei assim)


ovais, wide, whatever, foi a narrow wide "que lancou" as coroas
 
#11
Experimentem fazer um sprint de 1200w sem ser com pedais de encaixe!!! Eu na de estrada uso pedais look com lâmina de 16nm no princípio achei muito duro a sair agora gosto bastante. Dá uma grande sensação de segurança.


Quanto aos pratos ovais. Uso em todas. No btt acho que não tem grande influência na estrada uso rotor Qxl e no prato 53 acho que há vantagens pelo menos no meu caso principalmente a passar tipos em força e rolar no prato pequeno acho que perde ligeiramente nas subidas mais inclinadas
acredito qu sim, mas nao "sprinto", logo nao tenho necessidade de usar encaixe, preciso dos pes bem livres pras manobras tecnicas

em estrada ja sera uma mais valia sim, faz mais sentido nesse meio, agora na serra? na me parece, ja sera algo opcional e do gosto de cada um, nao sera algo indispensavel
 
#12
Por acaso não tinha visto essa da "puxada". Mas o que é certo é que quando eu entortei o pedal (O sr. da loja apertou mal o pedal, e ele com a força comeu roscas e ficou de lado) para não danificar mais, vim o caminho todo a pedalar só com o pé esquerdo. A puxar e a "empurrar", claro que não tenho tanta força a puxar para cima, como para baixo, mas também eu não tenho muita experiência no movimento, Up & Down. Em subidas mais ingremes, faço o mesmo, pode ser placebo mas noto as pernas...

Na minha opinião não deves afimar "explicacao mais detalhada se realmente existe ou nao a tal puxada da pedalada(claro que nao)" é uma afirmação muito forte. Até podes ter 300% razão, mas não sei, a mim soa-me mal :) nada contra, porque, tal como o camponubla disse, é um tema (ambos, pratos e encaixe) para muita "discução" e opinião.

Devo referir que eu era (mais um) dos contra pedais de encaixe, sempre usei plataformas, até ao dia em que decidi (por loucura se calhar) comprar pedais de encaixe e experimentar. Nunca mais saíram da bike e não me vejo a voltar atrás e... Perdi muita confiança (passo a vida a malhar) mas a diferença que eu notei de plataforma para encaixe (antes de cair a primeira vez) faz-me continuar a melhorar para mecanizar o desencaixe... Aliás curiosamente da ultima vez que fui andar, foi exatamente o encaixe do pé direito que me salvou de uma valente queda, o pé esquerdo saltou fora sozinho (quando quero, não sai... problemas de afinações).

Todos os meus argumentos são baseados apenas em experiência (pouca) que tenho com os encaixes/plataformas, brevemente irei ter dados, visto que estou a tratar de comprar sensores de cadência e de Frequência Cardíaca. Terei todo gosto em dar novo feedback após testar :) E não tenho problemas em admitir que estou errado, se isso se verificar.

Em relação aos pratos ovais, não tenho nada a dizer, nem sabia da sua existência. Já tinha ouvido falar nas fininhas, mas nunca me deu para ir "investigar" o assunto.
acho que e algo nao mandatorio e sera do gosto de cada um, eu continuarei a usar plataforma, nao consigo pensar em voltar aos de encaixe(tenho-os na bike do meu marido, e ele gosta)

mas acho que a influencia do passado em tantos anos andar assim conta muito...e um rapaz disse-me que quando se migra do BMX pro BTT e dificil mudar "habitos", alias, essa "malta" como ele diz, migra pra freeride ou AM

eu pensava que XC era a minha onda, agora vejo-me mais a fazer AM, com jeitinho e pelos videos que tenho visto no youtube, tenho-me identificado cada vez mais com freeride...
 
#13

camponubla

Well-Known Member
#14
...Em relação aos pedais de encaixe, ao meu entender (e é só uma opinião), para quem faz de forma regular btt (xco ou xcm) são "obrigatórios". Mas cada um faz como entender e como se senta mais confortável.
 
#15
...Em relação aos pedais de encaixe, ao meu entender (e é só uma opinião), para quem faz de forma regular btt (xco ou xcm) são "obrigatórios". Mas cada um faz como entender e como se senta mais confortável.

sim, so que pedais e algo bastante pessoal, dai ser bastante comum se transferir os pedais de uma bicicleta para outra e tambem explica o porque elas serem vendidas sem...
 

fabio viana

Well-Known Member
#16
Para mim os pedais de encaixe é mesmo necessário tanto para btt como para estrada, eu não me vejo a andar sem eles.

A única altura em que dispenso os encaixes é nos rolos.. para o tempo que ando 30min +/- não acho necessário.
 
#17
sim, so que pedais e algo bastante pessoal, dai ser bastante comum se transferir os pedais de uma bicicleta para outra e tambem explica o porque elas serem vendidas sem...
O motivo pelo qual as bicicletas a partir de certa gama são vendidas sem pedais está relacionado com a diversidade de sistema de encaixe que existem. Por exemplo, vender uma bicicleta com pedais shimano não terá utilidade para quem usa o sistema da Look, ou da Crank Brothers...
 
#18
Boas,

pedalada "redonda", é muito mais do que isso.... nem sei se se consegue explicar bem o que realmente é!! Uma pedalada redonda (independentemente da forma dos pratos), consiste, em "empurrar" os pedais, de trás para a frente, numa forma "circular"!!!!! E não, empurras os pedais de "cima" para baixo, tipo "martelo". Não sei se me consegui explicar bem, mas... na pratica, é assim que tento que seja a minha pedalada. ;)

Relativamente aos pratos ovais, ou não, creio que seja mais do gosto pessoal (nunca tive, aliás, nunca experimentei... nunca tive mínima curiosidade).

Pés presos?! Claro!!!!! Nem sei pedalar de outra forma.
 
#19
Boas,

pedalada "redonda", é muito mais do que isso.... nem sei se se consegue explicar bem o que realmente é!! Uma pedalada redonda (independentemente da forma dos pratos), consiste, em "empurrar" os pedais, de trás para a frente, numa forma "circular"!!!!! E não, empurras os pedais de "cima" para baixo, tipo "martelo". Não sei se me consegui explicar bem, mas... na pratica, é assim que tento que seja a minha pedalada. ;)

Relativamente aos pratos ovais, ou não, creio que seja mais do gosto pessoal (nunca tive, aliás, nunca experimentei... nunca tive mínima curiosidade).

Pés presos?! Claro!!!!! Nem sei pedalar de outra forma.
deixo outro trecho de outro artigo interessante

http://pedaleria.com/coroa-narrow-wide-oval/

Diferente, estratégica e funcional, essa coroa Narrow Wide Oval com 34 dentes parece valer por 3, pois ela equivale a coroa de 30 dentes na menor área (vertical), e a coroa de 36 dentes na maior área (horizontal).
ter uma biopace na minha bike era excelente, mas ja nao se vende....

[FONT=&quot]Biopace chainrings are no longer made, but they are found on many bicycles from the 1980s and early 1990s. Biopace chainrings turn up in substantial numbers on eBay.[/FONT]
[FONT=&quot]Biopace chainwheels are particularly suitable for [/FONT]touring[FONT=&quot] cyclists and [/FONT]time trialists[FONT=&quot], or any application that involves a steady, fairly constant [/FONT]cadence[FONT=&quot]. They allow healthy, efficient pedaling at slower cadences than is possible with round chainwheels. They are especially suitable for [/FONT]triathletes[FONT=&quot] and [/FONT]mountain bikers[FONT=&quot]. The triathlete benefits because the motion is a little bit closer to that of running, making the transition easier.[/FONT]