Maratona de S. Brás - reacções

#1
Então não há reacções a dureza S. Brasina!
Já vi que o pessoal veio cá pedalar e aproveitou para umas mini-férias.
Gostaram da maratona?
Não gostaram?
Foi difícil?
Para mim correu-me mal à brava. Após o primeiro posto de abastecimento o estômago não gostou da água muito fria e.... Bumba paragem de digestão :( ! Foram dores abdominais quanto baste! :cry:
Meti os dedos na garganta e joguei a "carga ao mar" no segundo posto! :? O material estava tal como tinha sido ingerido. Pensei em desistir mas sou teimoso como uma azémola! :evil:
Fiz os restantes km a passo de caracol, cheio de dores e com uma maçã que custei a comer devido aos vómitos.
Enfim! Faz parte da mala pata das maratonas que não me larga este ano.
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#2
Viva, a reportagem já está no forno.
Tenho muito a criticar a nível de abastecimentos, 2 abastecimentos para 80Km daquela dureza... já para não falar que só apanhei água decente no primeiro abastecimento...
O empeno foi jeitoso, muito do pessoal que conheço desistiu, acho que pagaram o preço de puxarem muito no inicio.
Em termos de apoio da organização esteve impecável, também houve muito companheirismo, acho que a dureza faz com que o pessoal se lixe para as classificações e se ajude uns aos outros.
Levei um valente empeno, foi a maratona mais dura em que participei até hoje.
O resto do texto ficar para a reportagem :p

Força nos bolígrafos marroquino :D hehe
 
#3
Olá malta!
Pois é! Estive lá!
Se passaram por um “gajo” com capacete integral que “não podia com uma gata pelo rabo”, era eu! :lol:
O que é que acharam em relação ao ano passado?
Pareceu-me um pouco mais fácil no início mas mais difícil no fim.
A temperatura também dificultou muito as coisas. No termómetro da minha bike houve alturas que indicou 36º. Houve quem regista-se 42º dentro de uma das viaturas de apoio :shock: !
Definitivamente esta maratona estava “embruxada” para mim.
Começou mal eu cheguei a S. Brás ás 08.20 e, depois de ter retirado tudo do carro, conclui que tinha deixado o F…*●?≈ da *●?≈ do capacete EM CASA!
E Agora!
Como raio descalço esta bota? Como foi que me esqueci do F…*●?≈ capacete! Como! :evil:
Nada a fazer. Um dos rapazes da organização sugeriu que coloca-se a bike dentro da Pick-up do pessoal que estava a filmar o evento e fosse buscar o capacete a casa. Mais tarde encontrar-me-ia com eles, cerca das 9 horas, no local de partida junto do campo de futebol dos Machados.
Assim fiz.
Á “GANDA” PUNTO! Aquilo quase que “larga as rodas” com o “speed” com que fui a casa!
Tentei minorar as “atrocidades” rodoviárias no trajecto mas cometi uma série d´elas. Para cúmulo, na ida, passou um carro da BT no sentido inverso. Fiquei a rezar para que eles não se fossem “amalhar” algures no meu trajecto de volta. Felizmente isso não sucedeu. Pelo menos que eu tivesse visto!
Resumindo! Consegui ainda chegar antes do pessoal partir e ainda por cima com os “Lobos da frente” pois a pick-up vinha à frente de todo o pessoal. 8)
Nas veredas iniciais tentei não atrapalhar quem “queria andar”.
O começo atribulado foi um prelúdio do que iria suceder.
Talvez esteja a falar de “boca cheia” pois não malhei, não furei e, apesar da “caterva” de dores abdominais que me faziam “enrolar as unhas dos pés”, cheguei AO FIM! :?

Para a próxima digo qualquer coisa, e a malta logo se “mistura” para unir rostos a nomes! :D
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#4
Ah tu é que eras o gajo do integral, com uma bicla amarela ? :lol:
Passaste por mim, numa descida onde, eu estava a dar um nó numa fita de marcação que se via mal, logo depois do 2º abastecimento.

Não posso fazer comperações em relação ao ano passado porque foi a primeira vez que fui, mas das pessoas que me acompanharam e com quem falei tiveram a mesma opinião que tu.
Foi um empeno jeitoso, mas no final fiquei contente comigo próprio, fiz aquilo a que me tinha proposto, não desisti, e a forma como estava no domingo á tarde comprova que estou apto para devorar as maratonas até ao fim :p

Fui dos felizardos que não tiveram quedas,furos ou quaisquer problemas mecanicos.

Eu fui, curti,sofri, completei, e sobrevivi, para o ano quero estar lá outra vez.
Da próxima avisa a malta, é sempre fixe conhecer o pessoal com quem falamos aqui na net.

Um abraço.
 
#5
Parabens aos bravos heróis que terminaram tamanha jornada! :D
Infelizmente este ano foi-me impossivel ir :cry: :cry:
Pelo que soube foi uma prova muito dura, e como se as subidas não bastassem, o calor e os escassos abastecimentos fizeram-na ainda mais extreme #-o
Continuem assim :wink:
 
#6
Ludos, então tu eras o gajo que estava a atar a fita :D !
Lembro-me perfeitamente!
Quando te vi pensei para mim mesmo:
- Não há dúvida, no btt ainda á malta que mantêm o "espírito de corpo"!
Eu tinha estado parado cerca de uma hora no 2.º abastecimento pois apesar de ter "bolsado" as dores no estômago teimavam em não passar. Nessa descida parecia que as "peças da barriga" estavam presas com fios e a cada imperfeição do terreno era um ranger de dentes para suportar as dores :cry: .
Depois desse ponto ainda tivemos uns km de esforço até ao final.
Lembras-te daquele bocado de trilho, pouco depois do inicio, com aqueles drops! O que achaste? Não foi "impec"! :D
E aquela subida de pedras bastante íngreme já no final?

È melhor é calar-me, senão a malta que não teve possibilidade de ir ficam marafados comigo! :twisted:
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#7
Eu achei que em termos de es+ectacularidade a maratona tava excelente, os trilhos, as paisagens, e mesmo as paisagens que sofreram com os incendios consguiam ser espectaculares, para o ano que vem vou tentar lá voltar.
Aquela subidinha de pedras já no final.... vá lá, que a seguir haviam aqueles singletracks maravilha, que de tanta travagem já eram valas :lol:

Também não vou estar aqui a descrever mais, senão ainda o Joypoli se arrepende de me ter cedido a inscrição e vem-me pedir juros :p

Hehe.
Entretanto ver se trato da reportagem, a preguiça tem sido tanta...
 

fg

New Member
#8
Viva
Eu também lá estive!
Para mim foi mais dura que a do ano passado : o percurso era mais duro, especialmente no princípio (no ano passado não me lembro daquelas pedreiras...), a subidona antes do 2º abastecimento continua duríssima... e esteve um calor ! No ano passado esteve muito mais fresco e até chuviscou!
Na parte final fartei-me de penar (cãibras), mas curti - os trilhos são duros , mas o Caldeirão (apesar do fogo) continua a ser fantástico!
Resumindo : fiz mais quase 1 hora que no ano passado.....
Penso que também paguei pelo facto de ter feito Mafra na semana anterior e ainda por cima ter feito um treino de 50Km em Sintra na 5ª feira anterior a S.Brás. No dia, levantei-me às 4 da matina.....
É bem feito ! Mas, como diz o outro: um gajo precisa é de apanhar porrada!
Próxima?
Grândola, claro!
Boas pedaladas (dessas e das outras)
FG
 
#9
Marroquino said:
Lembras-te daquele bocado de trilho, pouco depois do inicio, com aqueles drops! O que achaste? Não foi "impec"! :D
E aquela subida de pedras bastante íngreme já no final?

È melhor é calar-me, senão a malta que não teve possibilidade de ir ficam marafados comigo! :twisted:
:( :cry: Opá não falem mais nisso por favor, MARROQUINO com o que citei(do que disseste) já me fizeste sofrer um pouco.....subida de pedras... :lol:

PARABÉNS

peso-pluma
 
#10
Deixa estar "peso" para a próxima vingas-te! 8)
É preciso é que a malta tenha "rancor" para se ir inscrevendo nos "sofrimentos". :D
Rancor, dinheiro, tempo, bicla … Enfim, todos os ingredientes que são necessários para que continuemos a dedicar-nos a esta “maluquice” do Btt.

Boas pedaladelas e …
 
#11
Bem,
finalmente acho que arranjei coragem para me pronunciar sobre a maratona de S.Brás.

Pensava eu que depois do "passeio" em Mafra no fim de semana anterior,
já não havia nada realmente dificil...Oh! como eu estava enganado. [-o<

Aquilo foi o Inferno :twisted: ao vivo, principalmente devido ao calor (houve Polares a registar 40 graus).
Quanto ao percurso foi mesmo muito duro. Estava seco, com muito pó e muitas pedras soltas o que nas subidas era mesmo para acabar com o pessoal e obrigar a subir com ela a mão
(mesmo os prós).

Quanto a mim, a coisa não correu lá muito bem. Principalmente no início.
Já estava-mos todo alinhados dentro da escola e a partida ficticia dada, quando eu me lembrei que tinha deixado o carro aberto que, como cheguei atrasado, estava longe pra xu-xu. #-o
Conclusão, quando voltei ja não vi ninguém. Por sorte uma das moto 4 da organizção tinha ficado para trás e esperou por mim. Entretanto lá fui eu a dar o litro, seguindo as indicações da população (gente simpática por ali), até apanhar a cauda do pelotão. Isto, claro, já com os bofes de fora. :(

Na partida "oficial" junto ao campo de futebol lá furei entre alguns participantes, conquistando assim mais alguns lugaritos.
Isto tudo para tentar evitar aquilo que acabou por acontecer: os primeiros 5 km foram um autêntico engarrafamento com paragens de 100 em 100 metros. É sempre assim.
Aqui o vosso amigo, armado em esperto, foi sempre dar o maximo para tentar ir lá para a frente onde não houvesse tantas paragens e tanto pó (é que, ir atrás de 600 rodas e cá uma poeirada).

Claro que isto teve um preço. A partir do segundo abastecimento, no cimo daquela generosa subida de 4 Km e com uns 300% de inclinação, foi sempre a penar. E como se penou dai para a frente!
Eu vi pessoal a descer a pé caminhos sem nada de especial, era mesmo o cansaço (isto para quem lá não esteve poder imaginar o estado das pessoas).

O golpe fatal deu-se mesmo no final, na famosa subida das pedras antes do ultimo controle.
Ia eu a pé, claro, quando comecei a sentir a cabeça à roda e uns suores frios muito estranhos.

Sentei-me, coloquei a cabeça entre os joelhos, e fiquei ali uns bons 15 min. Por momentos pensei que fosse ali ficar, mas felizmente lá me consegui levantar e arrastar-me até ao controle onde uns rapazes simpaticos me deram a melhor noticia do dia:
"Força, só falta 1Km e é sempre a descer"

E realmente assim foi, passadas 06h e 15m de sofrimento lá estava eu a descer os dois lanços de escadas antes da chegada que mais pareciam um terramoto.
Uns estiramentos com muitas câimbras e uns Powerades e ai vai ele dirreiro ao banho e a seguir à bela da feijoada e da sopinha.

O balanço foi positivo embora eu tenha uma opinião muito própria em relação ao que se tem verificado ultimamente neste tipo de "passeios"/maratonas.
Para além de se estarem a tornar autênticas competições para os bttistas (Grandôla vem ai para comprovar isto), existe outra competição levada a cabo pelas organizações para ver quem é que consegue escolher o pior percurso. Já se sabe que a organização de Portalegre
está a preparar para a próxima edição, umas belas surpresas, com o acomulado de subidas
a aumentar em relação ás edições anteriores.

A minha questao é: onde e que isto vai parar?
Será quando apenas o pessoal da competição conseguir terminar?
Ou quando acontecer uma tragédia a sério a algum participante, que como todos sabemos e fazemos ás vezes, passou dos seus limites só para ter o (grande) prazer de poder dizer "Eu acabei".
Em S. Bras foram para o Hospital perto de 10 atletas. Dá que pensar.

Há outro factor aqui a ter em conta, será que o numero de participantes vai continuar a aumentar como se verificou em Portalegre?
Ou será que os entusiastas do BTT, aqueles que começam a entrar nestas coisas vão ficando assustados e vão ficar pelos passeios de 30/40 Km ao domingo?

As organizações que pensem bem o que e que esperam do futuro.

Até lá, e enquanto eu tiver forças, vou participando naquelas que puder. :mrgreen:
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#13
Olha que giro, tava aqui a ver as fotos e comecei-me a aperceber que por alguns Km acompanhei o FG, e o outro companheiro da pedramarela, inclusive tiraram-me uma foto, hehe :)

Como o mundo é pequeno :lol:

Um abraço, e bons empenos :)
 
#14
.... pois, é companheiro!
Éramos nós! Aliás, tenho ideia que já no Alvalade-Porto Covo também fizemos umas fotos em que tu aparecias, e que eu depois te mandei por mail. Confirmas ?

Grande abraço e vê lá se apareces no Grândola 100 para a malta te fotografar eheheheheheh!

Boas pedaladas(dessas e das outras)
Fernando Godinho
 

Ludos

Benevolent dictator for life
#15
Confirmo sim sr.
Alvalade Porto Côvo , tenho cá umas fotos vossas :)

Tou lixado com esta malta, andam-me sempre a desafiar, ainda no sábado na arrábida, os furas me diziam "Então pá, vais a Grandola ? Aparece lá pá, inscreve-te até dia 15" :lol: :lol:

"gandas maluks" gostam poucos gostam, ainda gostam mais que eu :lol: :lol:

Lá terei de comparecer em Grândola para mais um empeno \:D/
 
#16
As reportagens do ludos deixam-me sempre com agua na boca, mas ainda não tenho coragem para passeios tão longos.

Daqui a uns treinitos pode ser que me aventure.

Parabens Ludos realmente penso que tens veia jornalistica

Abraço
BikeTo