Le Tour - 2008

Eu estava a ver em directo!Nao se trata de querer ver o homem sofrer! Quero e tentar perceber como e que ele foi parar ao patamar de baixo!Ate porque me faz impressao ver quedas no ciclismo!
 
bem sei que é um forum de btt mas hoje é um dia épico para os amantes de ciclismo....final de etapa em alpe-d'huez. :D
uma das etapas mais importantes do ciclismo internacional, que Joaquim Agostinhojá teve a felicidade de conquistar.

Não sei se posso colocar mas aqui vai:

http://sportv2.webobo.com/html.php?id_menu=2201919

para quem não pode assistir na tv (felizmente no meu trabalho consigo dar umas espreitadelas de vez em quando).

Abraço a todos
 
Vitória na 17 etapa para Carlos Sastre da CSC.

Classificações provisórias da etapa:

1 Carlos Sastre (Spa) CSC-Saxo Bank 6.07.58 (34.32 km/h)
2 Samuel Sánchez (Spa) Euskaltel-Euskadi 2.03
3 Andy Schleck (Lux) CSC-Saxo Bank
4 Alejandro Valverde (Spa) Caisse d'Epargne 2.13
5 Fränk Schleck (Lux) CSC-Saxo Bank
6 Vladimir Efimkin (Rus) AG2R La Mondiale
7 Cadel Evans (Aus) Silence-Lotto
8 Denis Menchov (Rus) Rabobank
9 Christian Vande Velde (USA) Garmin Chipotle - H30
10 Bernhard Kohl (Aut) Gerolsteiner
 
Geral:
1. Carlos Sastre (ESP/CSC) 74h39m03s
2. Frank Schleck (LUX/CSC) a 1m24s
3. Bernhard Kohl (AUT/GST) 1m33s
4. Cadel Evans (AUS/SIL) 1m34s
5. Denis Menchov (RUS/RAB) 2m39s
 
JJTO said:
Pois mas agora estamos em 2008 - a forma de qualquer corredor pode alterar!
Claro, é só para dar uma ideia. Teoria é uma coisa e depois a prática é outra :wink:
Vão ambos lutar e isso vai ser interessante :twisted:
 
A luta está apertada.
No contra-relógio que ja se disputou o Evans demorou menos 1m 16s que o Sastre.
Esse contra-relógio foi de 29,5 Km. O de sábado vai ter 53Km.
Em principio deveria ganhar o Evans mas o Sastre também vai estar muito motivado e pode ser que faça um grande contra-relógio.
A ver vamos.
 
Aramado said:
será que eu sou o único que quer ver um homem da CSC a ganhar o Tour?
Nao es nao, Schleck e forte candidato a victoria, sem esquecendo todo o trabalho que o seu irmao mais novo fez, um trabalho exemplar quando o terreno inclinava, e apesar do trabalho dificilmente descolava da frente!


Abraço