Le Tour - 2008

grande cavendish...será que temos um futuro Cipollini?

normalmente costumo acompanhar as etapas aqui:
http://pt.justin.tv/jtvsports2 ou no proprio site do tour através dos comentários e dos gráficos.

fica aqui para quem quiser acompanhar e não tem tv ao pé :p

quanto a ricco...bem, nem merece ser falado...

é o que já disseram por aqui. a questão não está na dureza em si do traçado, mas nos kms que acumulam por ano, na distancia que cada etapa tem com médias horárias absolutamente incríveis...

vai-se apanhando 2 ou 3 mas e o resto? e no futebol vai acontecer a mesma coisa...só não existem é "vampiros" em cima em todos os jogos...
 
PedroSilva said:
Somos todos uns santos!! Diga-me uma coisa, acham que é humanamente possivel fazer os km que eles fazem, no espaço de tempo que fazem, e com as médias que eles correm a comer apenas "bifes e batatas fritas"?? Logicamente que não é!!! Os grandes culpados é mesmo a entidade desportiva!! Cada vez mais as etapas sao mais duras, mais compridas, e tem uma carga de trabalho durante todo o ano completamente absurda!! imagine-se as equipas que tem mesmo de angariar patrocinadores... tem de estar no Giro para mostrar que estao numa das principaios voltas, tem de estar no TOUR porque tudo que é importante está no TOUR, tem de ir a outras tantas voltas para revelarem trabalho... e tem de fazer isto tudo a um nivel praticamente sobre-humano...

é a minha opinião... Critiquem a vontade mas eu entendo perfeitamente as atitudes e pressoes a que estes atletas estao sujeitos.
Ok.
o Doping é um mal que está presente no desporto infelizmente.
Agora estar a acusar a organização das provas não me parece correcto!
Dificil .... duro ? Então e a volta a França a umas dezenas de anos atrás?... etapas de quase 400 kms ?
Sem assistência! Morriam atletas a pedalar de cansaço, não se sabia sequer o que era o doping, os ciclistas nem o eram a tempo inteiro.

Isso da dificuldade não entrem por ai! É igual para todos, estamos lá para ver quem é o melhor temos de criar dificuldades para distinguir os melhores.

Já hje também falaram da dura e bela crono-escalada do Giro de Itália, sim é complicado. Mas o que o público gosta é de grandes dificuldades. Eu pessoalmente adorei ver aquela crono-escalada... com parte em terra e tudo.

Actualmente o Tour até me parece que está menos duro, talvez por ser ano de J. O. e nota-e nos atletas uma performance mais "natural" existem fugas que dão resultado, as médias estão mais baixas a corrida parece mais em aberto. Os principais também se vão abaixo.
A sempre umas ovelhas negras caso do Ricco ... eu achava impressionante o que ele fazia... agora ta explicado.

Continuem a guerra contra o Doping, o ciclismo é EXEMPLAR na batalha contra o Doping e assim deve continuar.
Os ciclistas se querem ser melhore foquem-se mais numa só prova e trabalhem mais. É assim que as pessoas que tem de fazer nos seus trabalhos, atalhos é para os aldrabões.

Boas pedaladas.

NG
 
Provas duras? Etapas longas? Menos descanso? Mais pressão? blá, blá, blá.............. será que algum destes motivos ou todos por inteiro justifica em algum caso o uso de EPO ou substâncias similares? Claro que não! Também existe noutras modalidades? Provávelmente, mas esta é a que eu gosto de acompanhar e de vibrar com ela! Ainda no outro dia quando vi o Rico a subir como se nada fosse eu pensava "bem este tipo de facto é um fora de série", e agora o craque virou uma fraude. De facto não há hipotese, por muito que estes tipos sejam controlados, aparecem sempre casos positivos. Na minha opinião era fazer tal como um outro colega já sugeriu, ou seja ao minimo indicio de dopping o atleta deveria ser banido para sempre , deste e de qualquer outro desporto federado. Talvez assim, a verdade desportiva viesse ao de cima.
 
Sou da opinião que todos se deveriam dopar! Até colocava um nova camisola para o mehlhor ciclista dopado! :D

Realmente o pessoa abusa :nsei:
 
Algo me deixa intrigado, os ciclistas, as equipas, os médicos, todos eles sabem que o controlo vai ser apertado e mesmo assim continuam dar no "produto". Para mim até parece burrice deles, mas com todos os contolos que existem penso que diários, eles devem de saber de ante-mão que caso vão ao controlo são apanhados de certeza.
 
zé Marco said:
Algo me deixa intrigado, os ciclistas, as equipas, os médicos, todos eles sabem que o controlo vai ser apertado e mesmo assim continuam dar no "produto". Para mim até parece burrice deles, mas com todos os contolos que existem penso que diários, eles devem de saber de ante-mão que caso vão ao controlo são apanhados de certeza.
Ora aqui está a resposta:

"EPO de tercera generación
Según las primeras informaciones, el positivo de Riccó es por un derivado de la EPO denominado CERA (o Micera en su nombre comercial). Este producto, conocido también como EPO de tercera generación, se encuentra disponible desde principios de este año y, hasta el momento, era indetectable en los controles antidopaje.

Según la web Cyclingnews.com, el experto Michel Audran se ha mostrado muy sorprendido por el presunto resultado del análisis a Riccó: "La AMA está trabajando para poder detectar la CERA, pero aún no se ha encontrado cómo". Audran explica que "pensamos que los ciclistas han usado este producto en el Giro y, por tanto, es lógico que también lo hagan en el Tour, pero hasta el momento no es detectable".

Pensava que ia passar impune como no Giro :nana: :nana:, é assim mesmo, está a começar a limpeza no ciclismo! E agora para quando esta novas tecnicas se aplicam aos outros desportos??
 
Faço minhas as palavras do PedroSilva
Cada vez se pede mais e de forma desumana. Do que é que as pessoas estão à espera?!?
O corpo humano tem limites e se querem que se quebrem cada vez mais recordes é natural que o doping seja uma "solução" necessária.
Atenção, o doping tanto existe no ciclismo como em qualquer outro desporto profissional ou amador.
Mas não fiquem com a ideia que sou a favor, bem pelo contrário.
 
outro factor que tambem pode acontecer é que as analises nao sao exatas!!! e isto posso comprovar pois eu ja fiz a experiencia!! (TEcnicas laboratoriais 4 ano de faculdade:D:D)

Dependendo dos aparelhos... e do proprio analista, e até mesmo da sensibilidade e do tipo de preparação que se da ao "produto a analisar" (neste caso o sangue do atleta), este pode acusar positivo ou negativo!! quem quiser factos eu posso facilmente lhes explicar e metodologia empregue e os resultados obtidos!! e verifica-se uma precisao de cerca de 80 por cento... isto é em cada 10 ensaios para o mesmo material 8 estavam praticamente concordantes (dentro da margem de erro aceitaval, que nos consideramos de 5 por cento, mas no caso do ciclismo é de 1 por cento pois as maquinas sao muito mais precisas!!), mas 2 resultados estavam completamente dispares!!!! e isto utilizando a mesma tecnica, a mesma maquina e o mesmo analisador! quando cruzavamos dados com outro analisador a mistura, a precisao baixava para cerca de 70 a 75 por cento (nao me lembro do valor exacto!!)

Com isto quero dizer... as analises tambem por vezes nao sao 100 por cento fiaveis!! (apesar de eu duvidar que o rico tivesse inocente pois aquela "trepadela" foi mesmo a Armstrong ou Pantani... Pantani um trepador nato... que tambem utilizada dopiing, e Armstrong, que devido ao problema dele, era um "dopado" aceite!
 
Boas,


A luta contra o doping como em muitos outros casos (crimes cometidos na Net), não age mas sim reage, ou seja, proibem umas, e quando isso acontece já novas substancias foram criadas que ou não são detectáveis, ou então não constam na lista de substâncias proibidas, no entanto fico feliz de neste caso a técnica de controlo ao Riccó ter sofrido uma evolução bem rápida do Giro até ao Tour...diria mesmo que se pode comparar à subida do Riccó na ultima etapa que ganhou...felizmente desta feita a reacção ultrapassou a acção e deu-se assim a vitoria da verdade sobre a mentira!


Cumprimentos,

Mach3
 
A MORTE DO CICLISMO

"Em 1924, um dos irmãos Pélissier explicou os bons resultados com a frase: "Andamos a dinamite". A confissão de Francis, depois de ter sido visto na posse de pílulas, serve, por estes dias para justificar que o doping não é coisa de agora e que a luta é centenária.
Mas a pergunta que se coloca verdadeiramente é esta: Está o Tour, a mais mítica prova de ciclismo do mundo, à beira da morte?
Os organizadores vieram defender ontem, depois do novo escândalo protagonizado pelo italiano Riccò, que "continuarão a combater o doping, numa luta, longa e difícil", acreditando estar a "cada dia que passa mais perto de uma situação aceitável".
Para Patrice Clerc, a "grande maioria dos ciclistas não tem nada a esconder" mas estas convicções vão dizendo cada vez menos aos que foram tornando o Tour, além de uma prova desportiva memorável, um "caso" social.
Os primeiros dias limpos em nada tranquilizaram quem gosta do desporto pelo desporto. Era só uma questão de tempo. Num dia, o primeiro escândalo, logo a seguir outro, e ainda maior.
Se pode ver verdade que cada ciclista apanhado é um ponto ganho na luta contra o doping, como refere o "Le Parisien", não é menos verdade, o que se escreve no "Liberátion": "Viva o circo no ciclismo".
Neste quadro, é com um misto de ironia e tristeza, que o "La Dépêche du Midi" antevê as próximas edições marcadas pelo aparato dos "gendarmes" nos hotéis dos dopados.
É assim, que o Tour quer passar a ser visto?"


Sandra Sá Lucas, in Record
 
Ja alguém sabe ao certo o porque da Saunier Duval ter abandonado toda?Foi porque quiseram ou por livre e espontânea pressão da organização?A barlavento não abandonou!
Concordo com o que foi dito acima!Quando vi o Ricco trepar por ali acima a parecer que tinha "botado uma abaixo na caixa e" arrancar disparado daquela maneira tbm pensei que o gajo era craque!E impressionou-me muito pela positiva!Tao positivo pelos vistos como o controlo dele!
 
è triste... pra mim os ciclistas eram cintrolados todos os dias e quem acusasse saltava fora e não podia lá aparecer mais, assim como a equipa.
acabavam-se logo as brincadeiras... :wink:
 
E se continua assim, chegam aos Alpes Duez menos de dez!!! Que vergonha :oops:

Para dizer a verdade desconfio de um amigo, qualquer dia temos de lhe fazer um exame após uma maratona :shock: creio que ele anda nessa de dopping e pedala demais... :mrgreen: :lol:

A mim dizem que o dopping é da cerveja :s 8) :roll: