Le Tour - 2008

fg

New Member
Estamos a pouco mais de uma semana do início da principal prova do ciclismo mundial : a Volta à França .

O Tour começa no dia 5 de Julho em Brest e termina em Paris, como é hábito, no dia 27 de Julho.

Terá cerca de 3500km distribuidos por 21 etapas - 10 planas, 5 de alta montanha, 4 "acidentadas" e 2 contra-relógios individuais. Haverá 4 etapas com chegada em altitude e 2 dias de repouso.

Participam 20 equipas.

tour08zn7.jpg
 

buka

New Member
Boas!

Eles tinham que "travar" o homem!

Mas ele já deixou a marca no Giro e deve fazer algo nos olimpicos!
 

Conguito

New Member
buka said:
Boas!

Eles tinham que "travar" o homem!

Mas ele já deixou a marca no Giro e deve fazer algo nos olimpicos!

Eles só travaram a Astana por motivos que todos sabemos, ele quando assinou pela Astana ja sabia que esta não ia ao Tour.

Abraço
 

Hetfield

New Member
Os motivos são conhecidos. De qualquer modo é pena porque a actual estrutura da equipa e a maioria dos ciclistas não tem nada a ver com as situações do passado. O Contador, o Leipheimer e o nosso Sérgio Paulinho vieram da extinta Discovery, bem como o actual director da Astana Johan Bruynell. É mau para eles estarem a pagar dívidas herdadas e acho que também é mau para o Tour porque perde competitividade e espectáculo.
 

prasquete

New Member
Concordo , acho que a astana faz falta no tour... Eles tambem nao eram, depois ja eram, e acabaram mesmo por ir ao giro, e foi o que se viu... O Ricco falava falava falava, nomes para aqui e para ali, crucco e bañinho, respectivamente kloden e contador e depois o menino que tava a apanhar sol quando soube que ia ao giro
acabou por ganhar... Vai fazer falta...
 

buka

New Member
Boas!


É verdade que a ASTANA o ano passado foi das equipas mais dopadas,mas era muito mau o Contador ganhar o Giro e agora ganhar o Tour!
Afirmo esta ultima parte,pois a Rabobank também tinha lá uns "aditivados" e este ano foi convidada a correr...

Os gajos da Vuelta é que foram espertos e fizeram um manguito aos gajos da ASO,pois senão o homem nem em casa podia correr!

Aqui fica a lista das equipas convidadas(fonte: prologo.uol.com.br):

Silence-Lotto – Bélgica
CSC – Dinamarca
Rabobank – Holanda
Caisse d´Epargne – Espanha
Lampre – Itália
Quick Step – Bélgica
Barloworld – África do Sul
Agritubel – França
High Road – Estados Unidos
Liquigas – Itália
Crédit Agricolo – França
Milram – Alemanha
Saunier Duval – Espanha
Euskatel Euskadi – Espanha
Slipstream – Estados Unidos
Gerolsteiner – Alemanha
AG2R – França
Bouygues – França
Cofidis – França
Française des Jeux - França


Abraço
 
Após os escândalos da edição transacta, reconheço que este ano o Tour não me tem despertado o mesmo interesse.
Espero que algumas equipas tenham aprendido com os erros do passado e, este ano, para bem da verdade desportiva, adoptem uma postura limpa.
Floyd Landis, Michael Rasmussen, Alexander Vinokourov (que eu idolatrava) e outros, mancharam de forma indelével esta modalidade.
O ciclismo de estrada já não é o que era.

Cumps.
 

PedroSilva

New Member
na minha opiniao.. os organizadores do tour estao a tentar a força toda que o campeao seja novamente frances (algo que ja tentam a inumeros anos.... mas nunca tem ninguem capaz de tal!!!) praticamente todas as equipas principais convidadas ja tiveram casos de dopagem...so a astana é que nao foi convidada....
 

Hetfield

New Member
PedroSilva said:
na minha opiniao.. os organizadores do tour estao a tentar a força toda que o campeao seja novamente frances (algo que ja tentam a inumeros anos.... mas nunca tem ninguem capaz de tal!!!) praticamente todas as equipas principais convidadas ja tiveram casos de dopagem...so a astana é que nao foi convidada....

E eu a pendar que andava a fazer filmes... Pelos vistos já somos 2 a pensar o mesmo :mrgreen:
 

prasquete

New Member
Ah pois é.... filmes, nos meandros deste meio passam-se coisas, digamos... feias...

No mundo da competição já os há, qunanto mais no topo da modalidade... Voces acreditam que qualquer atleta de alta competição de topo anda limpo? Nenhum, uns andam mais controlados do que outros, e alguns, por culpa sua ou de quem os orienta, às vezes descuidam-se e pimba, lá sao apanhados... Eles não andam a bifes e afins...

A alta competição é muito fo.....

cups
 

buka

New Member
Boas!

Eu aposto no Cadel Evans!

O homem está forte e o facto de estar a liderar o ranking UCI é capaz de lhe dar um animo adicional!

Mas também é de esperar alguma coisa do Valverde!

Abraço
 

fg

New Member
"De 5 a 27 de Julho teremos o acompanhamento diário, iniciando-se a transmissão com o directo da partida, quase sempre pelas 11h00. Esse programa, denominado “Km Zero”, terá entrevistas “live” com os protagonistas antes do começo de cada etapa.

Voltamos à antena por voltas das 13h00 com um programa de lançamento do directo da etapa. Em 30 minutos, vamos apresentar as dificuldades do dia, dar conta das últimas notícias e ouvir aquilo que os ciclistas disseram antes de iniciarem a “viagem” pelos caminhos da Gália.

O directo do dia cobrira quase sempre os últimos 100 a 120 km da etapa, com início pelas 13h45, seguindo a emissão sem pausas até 16h30. A excepção são as grandes etapas de montanha onde a transmissão ininterrupta começa às 11h00.

Por fim, para quem não pôde acompanhar o directo da tarde, teremos os melhores momentos de cada etapa, num programa especial a emitir depois das 21h00. Nesse, poderá reviver a jornada do dia com muitos dos comentários dos especialistas durante o directo, aos quais se juntam as entrevistas no final da tirada
."

in
www.eurosport.com
 
A ver vamos se este é o ano do Alejandro Valverde. Ainda me lembro quando começou a aparecer em Espanha, diziam que em 2 ou 3 anos era um dos principais candidatos a ganhar o Tour...
Este ano penso que tem muitas possibilidades, de ganhar não sei mas pelo menos de lutar pelos lugares do pódio.
Para mim os principais candidatos são o já referido Valverde, o Cadel Evans, o Denis Menchov e num plano mais secundário o Carlos Sastre.
E estou também curioso para ver o que faz o Kim Kirchen
Mas se tivesse que apostar, sinceramente não sabia em quem. :oops: :oops: :oops:
É mesmo pena que a Astana não esteja presente, com a qualidade de ciclistas que tem nas suas filas (Contador, Leipheimer, Kloeden...). :evil: :evil:
 

Ludos

Benevolent dictator for life
Staff member
Gostava que se confirmasse o favoritismo do Cadel Evans, com um passado histórico no BTT, era giro ver um atleta de origens da "roda grossa" ganhar a mais importante competição de ciclismo de estrada.
Em todo o caso partilho da opinião que o Alberto, bem como a restante equipa Astana, fazem falta no Tour de France.
 
Top