Le Tour 2007

#62
Nunca a veracidade desportiva do ciclismo foi tão insistentemente colocada em causa como nos dias de hoje.
É deveras frustrante assistir a uma transmissão televisiva da volta à França (Eurosport) e verificar que o tema recorrente dissecado pelos comentadores de serviço é o doping e não as incidências e peripécias da etapa do dia.
É muitíssimo preocupante verificar que as estações públicas de televisão de países com tradição no ciclismo (Alemanha e Dinamarca), estejam a abandonar e a boicotar as reportagens e transmissões televisivas respeitantes ao Tour 2007.
É muitíssimo preocupante constatar que, no dia seguinte à conquista da camisola amarela pelo dinamarquês Michael Rasmunssen, os jornais generalistas e desportivos do seu país de origem, em vez de enobrecerem o feito desportivo do atleta da casa, se limitem a ensombrar o brilhantismo (???) dessa vitoria, fazendo pairar sobre ela o fantasma do doping.
Pelo andar da carruagem, num futuro próximo, os espectadores que assistem ao vivo à passagem do pelotão, vão ser confrontados com um terrível dilema: Aplaudir ou apupar o desempenho dos ciclistas.
Quando tal acontecer (espero que não), o ciclismo de estrada, pura e simplesmente MORREU.
Eu próprio confesso que, perante todo este turbilhão de notícias e FACTOS, já não sofro do mesmo entusiasmo de há uns anos atrás no que concerne às prestações destes profissionais.
O próprio simbolismo da cerimónia do pódium, junto ao Arco do Triunfo, em Paris, está a cair por terra. A legitimidade da vitória é questionada e corre-se o risco de a mesma, apenas ser confirmada ou não, dois ou três meses após o final do Tour.

Estando a assistir em directo ao desenrolar da etapa do dia da volta à França, desisti, desliguei o televisor e vim redigir este post. É muito triste, mas é a mais pura realidade. À semelhança de muita gente, também eu me começo a desinteressar pelo ciclismo de estrada.
 
#63
miguel pinto said:
...
A legitimidade da vitória é questionada e corre-se o risco de a mesma, apenas ser confirmada ou não, dois ou três meses após o final do Tour.
...
2 ou 3 meses até que nem mau... já passaram 12 meses sobre o Tour de 2006 e ainda não sabemos o vencedor :nsei:
 
#64
Eu nao tenho acompanhado muito o tour.. vi hoje a parte final.. e foi brutal! :mrgreen: tenho pena dos dois fugitivos apanhados ja no fim.. e a parte final foi emocionante, aquele ultimo km, com a frente da corrida toda ela candidata a ganhar a etapa.. espetacular..


Cumps.

Bruno Atalaia
 
#65
Vinokourov hoje derreteu tudo e toudos,foi simplesmente arrasador e Rasmunssen evoluiu muito no C/R.

Amanhã vai ser uma etape e pêras.
 
#68
Hoje, mais uma grande vitória para Vinokourov.

Contador bem tentou, com sprints impressionantes deixar o Rasmunssen, mas ainda não foi desta. O Contador tem uma cadência de pedalada impressionante. Pode ser um caso sério de sucesso no futuro.

Amanhã dia de descanso e quarta a etapa considerada rainha. Com tudo ainda em aberto, porque não me parece que o Rasmunssen no último contra relógio vá estar tão forte como no primeiro.

 
#69
Olá,

miguel pinto said:
Nunca a veracidade desportiva do ciclismo foi tão insistentemente colocada em causa como nos dias de hoje.
Pois não, porque cada vez mais é difícil ludibriar o testes anti-dopping.
O prestigio da prova começa a ser posto em causa pelos pelos espectadores ( já começam a apelidar os atletas de "drogados"..etc..etc)! A incapacidade dos organizadores de resolverem os problemas relativos com o dopping faz com que os espectadores percam interesse na prova.
O facto titulo de ano passado ainda não ter sido atribuido mostra que os organizadores da prova não sabem como lidar coma situação o que leva ao aumento do descrédito em relação à prova!
Só quando os patrocinadores começarem a abandonar este evento é vão tomar medidas a sério!

miguel pinto said:
É deveras frustrante assistir a uma transmissão televisiva da volta à França (Eurosport) e verificar que o tema recorrente dissecado pelos comentadores de serviço é o dopping e não as incidências e peripécias da etapa do dia.
Mas este assunto é cada vez mais incontornável. Praticamente todos os dias saem noticias sobre ilegalidades em relação a dopping controlo anti-dopping etc etc! A culpa não é dos comentadores de certeza ...

miguel pinto said:
É muitíssimo preocupante verificar que as estações públicas de televisão de países com tradição no ciclismo (Alemanha e Dinamarca), estejam a abandonar e a boicotar as reportagens e transmissões televisivas respeitantes ao Tour 2007.
Se todas as televisões e patrocinadores tivessem esta atitude, os organizadores da volta a França e outros eventos do género já tinha tomado uma atitude mais séria em relação a este assunto!

Hasta,

Ivo
 
#70
Quando andarem franceses de camisola amarela e a dominar na montanha, de certeza que não se houve falar tanto sobre dopping... :roll:

Começem é a dar mais importância as provas que tem em vossa casa! Campeonatos de BTT e estrada, Volta a Portugal, Taça de Portugal, Passeio Nocturno de Tourencinho... :mrgreen:

Pormenores a parte... Já vai tarde, mas eu costumo ver o Tour em: http://www.garnierstreamingmedia.com/asx/streamerswitch.asp?stream=27
Como é holandes ou algo do genero, complemento com isto: http://uk.eurosport.yahoo.com/cy/tdf/gps/index.html
 

Polegar

Active Member
#71
pedro25martins said:
Começem é a dar mais importância as provas que tem em vossa casa! Campeonatos de BTT e estrada, Volta a Portugal, Taça de Portugal, Passeio Nocturno de Tourencinho... :mrgreen:
Gostei :mrgreen: :lol: :lol:
 
#72
miguel pinto said:
Nunca a veracidade desportiva do ciclismo foi tão insistentemente colocada em causa como nos dias de hoje.
É deveras frustrante assistir a uma transmissão televisiva da volta à França (Eurosport) e verificar que o tema recorrente dissecado pelos comentadores de serviço é o doping e não as incidências e peripécias da etapa do dia.
É muitíssimo preocupante verificar que as estações públicas de televisão de países com tradição no ciclismo (Alemanha e Dinamarca), estejam a abandonar e a boicotar as reportagens e transmissões televisivas respeitantes ao Tour 2007.
É muitíssimo preocupante constatar que, no dia seguinte à conquista da camisola amarela pelo dinamarquês Michael Rasmunssen, os jornais generalistas e desportivos do seu país de origem, em vez de enobrecerem o feito desportivo do atleta da casa, se limitem a ensombrar o brilhantismo (???) dessa vitoria, fazendo pairar sobre ela o fantasma do doping.
Pelo andar da carruagem, num futuro próximo, os espectadores que assistem ao vivo à passagem do pelotão, vão ser confrontados com um terrível dilema: Aplaudir ou apupar o desempenho dos ciclistas.
Quando tal acontecer (espero que não), o ciclismo de estrada, pura e simplesmente MORREU.
Eu próprio confesso que, perante todo este turbilhão de notícias e FACTOS, já não sofro do mesmo entusiasmo de há uns anos atrás no que concerne às prestações destes profissionais.
O próprio simbolismo da cerimónia do pódium, junto ao Arco do Triunfo, em Paris, está a cair por terra. A legitimidade da vitória é questionada e corre-se o risco de a mesma, apenas ser confirmada ou não, dois ou três meses após o final do Tour.

Estando a assistir em directo ao desenrolar da etapa do dia da volta à França, desisti, desliguei o televisor e vim redigir este post. É muito triste, mas é a mais pura realidade. À semelhança de muita gente, também eu me começo a desinteressar pelo ciclismo de estrada.
«...O ciclista cazaque da Astana, Alexandre Vinokourov, acusou uma transfusão de sangue homólogo depois de testes realizados no passado sábado após o contra-relógio, segundo anuncia o "L'Equipe".

Após ser analisado no laboratório de Châtenay-Malabry, foi verificada a presença de dois tipos de glóbulos vermelhos, o que indica que, antes da etapa, recebeu uma transfusão de sangue de um dador compatível.

As transfusões homólogas são detectáveis desde os Jogos Olímpicos de Atenas, através de um método criado no laboratório de Lausanne, na Suíça...»
- Record on line (24.7.2007).

Compreendem agora a razão do meu desinteresse. :grrr: :grrr: :grrr:
 
#73
ÚLTIMA HORA:

«...A formação cazaque da Astana decidiu hoje abandonar a prova, após o controlo a Vinokourov que acusou a prática de uma transfusão sanguínea.

Vinokourov, que ontem tinha afirmado que "jamais iria abandonar o Tour", não só é afastado da prova como leva ao abandono da equipa.

A equipa cazaque tinha dois ciclistas nos primeiros dez: o alemão Andréas Klöden (5.º a 5'34'') e o cazaque Andrey Kashechkin (8.º a 7'54'').

Na classificação por equipas, a Astana liderava com 2'53'' de vantagem sobre a Discovery Channel...»
- Record on line(24.7.2007) às 17.05 horas.

A MACHADADA FINAL.
 
#74
Mais uma prova de como de uma maneira geral o doping esta de pedra e cal no ciclismo e no desporto em geral.
O Vinoukurov ontem ia de mota a subir os Pirinéus,pudera, ia bem atestado.
Deviam fazer uma limpeza geral.
Boas pedaladas.
Força nas canetas.
 
#75
miguel pinto said:
ÚLTIMA HORA:

«...A formação cazaque da Astana decidiu hoje abandonar a prova, após o controlo a Vinokourov que acusou a prática de uma transfusão sanguínea.

Vinokourov, que ontem tinha afirmado que "jamais iria abandonar o Tour", não só é afastado da prova como leva ao abandono da equipa.

A equipa cazaque tinha dois ciclistas nos primeiros dez: o alemão Andréas Klöden (5.º a 5'34'') e o cazaque Andrey Kashechkin (8.º a 7'54'').

Na classificação por equipas, a Astana liderava com 2'53'' de vantagem sobre a Discovery Channel...»
- Record on line(24.7.2007) às 17.05 horas.

A MACHADADA FINAL.

Sinto-me enganado e triste.
Para quem como eu assistiu na 2ª feira à Volta e viu o ESPECTACULO que é o Tour, as emoções que aqueles ataques do Contador com o Camisola amarela sempre a responder, ver um Vinakourov a uma velocidade :shock: :shock:. E passado 24 horas saber que estava dopado (ou que se tinha dopado) é muito desolador.

Hoje é um dia triste para um aficcionado do Tour como eu.

Josant
 
#76
...pois e acredito que o gajo só foi apanhado porque ganhou a etapa (quem vence a etapa tem controlo anti-doping obrigatório)... :wink:

Já o caso do ano passado o landis foi apanhado no dia em que venceu.

Estes controlos são assim tão caros que não podem ser obrigatórios para todos?... :-K :-K :-K
 
#77
Incrível. Eu sou grande fã de ciclismo, mas esta notícia é uma desgraça.

Ainda ontem falava no festival do Vinokourov e agora sabe-se isto.

Isto assim não vai a lado nenhum.

Estou muito desiludido.
 
#78
Para mim e acho que, para a quase totalidade dos amantes do ciclismo, Vinokourov é o grande senhor do ciclismo da actualidade. Classe, força e determinação. Porra, o homem foi suturado aos dois joelhos e não desiste?? :shock:

Se algo está a caír em descrédito é o Tour. Tanto controle, tanta coisa, suspeições, análisae a glóbulos vermelhos??? Fonix, aposto que se fizerem o mesmo teste, aos 200 ciclistas que lá andam, mais de metade vai para casa ( se não forem todos ).

Abraços e esperemos que o Tour 2007, não acabe como o de 2006, era uma pena