João Campos (1968-2006)

#4
AS pessoas que não têm cuidado é que deviam lhes acontecer isso... :evil:


Os meus pesames também à sua familia...
E que DEUS te acompanhe e te proteja para todo o ser

:zezus:
 
#5
masterblaster said:
AS pessoas que não têm cuidado é que deviam lhes acontecer isso... :evil:
Desculpa lá mas eu acho que não se deve desejar mal a niguém não achas?

Os meus pesames à família e amigos do atleta :( :(
 

Alf

Active Member
#6
não conhecendo as circunstâncias do acidente, por vezes acho que os condutores deviam ter mais cuidado, mesmo que este não seja o caso.

uma grande perda, que a todos nos entristece.

os meus pêsames :cry: :cry: :sorry:

não tenho mais palavras, estou mesmo chateado...
 
#7
Sou triatleta... Conhecia bem o Joao! Foi com enorme consternação que recebi a noticia! Um grande abraço Joao! Até sempre! :zezus: Os meus sentimentos á familia, e amigos! Um beijinho especial para a filha, que tantas vezes o acompanhou ao pódio!
A rapariga que o atropelou, vinha em despiste!
João Belo
 
#10
Sei que não se deve desejar nada a niguém.principalmente como este que já vinha em despiste...


Mas à condutores k detestam ppl de bike na estrada e por vezes são até capazes de os mandar de proposito ao chão.... :evil:
 

air

New Member
#11
Não podemos culpar uns nem outros. Não cabe na minha cabeça alguém matar outra pessoa de propósito numa situação deste género. Temos sim de todos redobrar os cuidados, tanto os condutores de carros como de bikes. Acho que todos nós já tivemos momentos que não iamos do melhor modo na estrada. E quem vai a conduzir um carro é humano e pode ter um descuido.

Paz à sua alma!
 
#12
Que descanse em Paz.
Não podemos culpar ninguém por situações como esta, se a senhora já vinha em despiste, era impossível controlar a viatura, mas que existe muita incúria por parte de certos condutores, é uma realidade que constatamos no dia a dia, eu e o pessoal do meu grupo ainda à pouco tempo fomos ameaçados de atropelamento por um condutor em fúria, por ter de esperar um pouco para nos ultrapassar; e isto diz muito da falta de respeito que existe pelo pessoal que anda de bicicleta nas estradas.

Os meus sentidos pesames à família
 
#15
já receava que esta triste noticia estive se relacionada com alguem conhecido "deste mundo" (lei a se bicicletas)

no domingo pouco depois de acordar ouvi os bombeiros a sair para a estrada nacional do entrocamento.

Já a tarde soube que tinha sido atropelado um ciclista por um carro em despiste.. pensei logo no "medo" que tinha cada vez q passava naquela estrada!..

enfim.. descansa em paz João
 
#16
ABRANTES, 15 de Maio de 2006



Cabe-nos a dolorosa tarefa de comunicar o falecimento do atleta João Campos, de Abrantes, de 38 anos, no dia 14 de Maio de 2006, quando se deslocava na sua bicicleta, na Estrada Nacional n.º 365, próximo de Golegã. O João foi brutalmente colhido por um automóvel.
O João Campos era uma pessoa com uma humildade referencial, apesar do seu currículo excepcional, conquistado nas várias vertentes desportivas em que participou, a nivel Nacional, Europeu e Mundial.
Usava e abusava da boa disposição e havia sempre uma palavra de encorajamento e conselho para os que com ele privavam. De bom modo aceitava e pedia sugestões. Nunca esqueceremos a satisfação e o sorriso que evidenciava quando se dedicava à actividade desportiva.
Não gostava de perder (quem gosta?), mas quando acontecia, a sua motivação ficava mais forte e redobrava o afinco nos treinos. As dificuldades eram encaradas como mais um desafio, para quem enfrentou tantos com sucesso, na vida pessoal e desportiva. A memória do que alcançou serviu e servirá de inspiração para outros. É uma referência no Desporto Nacional.
O Desporto em geral e o Ciclismo em particular ficam mais pobres com a partida inesperada e abrupta do João.
Nesta hora de dor não podemos esquecer a sua família. Deixa esposa e uma filha menor, com 4 anos. Também seus pais e irmãs sofrem com a sua falta.
… e uma multidão de amigos também…

Os amigos.
 
#17
Realmente é de lamentar mais uma morte de um ciclista...
Hoje nem consegui andar, previa uma volta de estrada mas não tive vontade.
Nunca gostei dessa estrada, e parece-me que não vou circular por lá de bicicleta durante uns tempos!

Recebi(emos) a noticia enquanto pedalavamos em BTT, e onde meio a brincar falavamos do meu acidente no ano passado (fazia precisamente um ano), sem saber de quem se tratava. Muitas vezes nos cruzamos ele nos treinos e eu nas minhas voltas de asfalto...
Sinceramente desde Domingo já pensei varias vezes vender a bicicleta de estrada, não vivemos num pais civilizado. :( :( :( :s :s :s :s

Os meus sinceros sentimentos à familia, pessoal e desportiva...
 
#18
Infelizmente é mais um a juntar aos casos de atropelamento de ciclistas, que por inúmeras vezes são quase ignorados pelos veículos motorizados. Não quero dizer que seja este um desses casos, mas uma grande percentagem dos automobilistas, está-se pura e simplesmente a borrifar para quem anda de bicicleta (ou mesmo de moto).

Os meus sentimentos à família e amigos do João Campos.
 
#19
LCTriguinho said:
É verdade, nunca gostei dessa estrada...

Os meus pêsames.



Grandes pedaladas...
Nem dessa, nem de nenhuma, cada vez mais gosto de andar só no mato. É como costumo dizer aos meus amigos, eu gosto de andar em estrada, tenho é medo de por lá andar!!!
 
#20
ATROPELAMENTO :cry: :cry: é uma tristeza perderem-se vidas desta forma :cry: :cry:

Não conhecia o senhor João Campos mas estas coisas tocam-me profundamente :cry: não é justo :evil: :evil:
Faleceu no dia do meu aniversário, realmente esta vida tem com cada uma, já não me vou esquecer mais deste facto :(

Os meus pêsames à familia e amigos...

Luis Marques...

P.S. Quando penso na morte, gosto de pensar que existe um paraiso onde iremos encontrar todos aqueles que já partiram e onde fazemos tudo aquilo que mais gostamos...