Furões do Alentejo - Pedaladas no concelho de Arraiolos

Bem hoje recebi o convinte de um colega vosso para vos acompanhar a esse agradavel volta e la estarei
como sabem vou logo a rolar por isso vou tentar estar ai mesmo as 08:00:00 H
Ate amanha
Cumprimentos
João Ramos
 
Por acaso Hoje andou mesmo devagar, está mesmo muito fraquinho

Grande volta. Muito bom.

Aqui ficam umas fotos:




















PS: Provavelmente as fotos não vão estar direitas. A culpa não é minha , é do programa.
 
Last edited:
Lembro-me de hoje, durante a volta e salvo erro já depois de Guadalupe, ter falado com algum de vós que achava que o pneu traseiro estava a perder pressão.
O que é certo é se aguentou até casa, altura em que a bike foi à lavagem. Depois de almoço, fui lubrificá-la e lá confirmei a suspeita: furo no pneu traseiro que diga-se de passagem, já entregou a alma ao criador.
Amanhã ou depois, logo se procederá à troca.
 
Meu caro e prezado amigo, não tenho quaisquer duvidas da qualidade do tubless.
Mas da mesma forma, declaro que continuo completamente adepto do sistema câmara/ pneu. Amanhã à tarde lá irei trocar o sistema todo. O Schwalbe vai ser dispensado por bons serviços prestados e desta vez, vai ser substituido por um Continental.
 
Lá estive numa pequena acção de bricolage ciclistica e os Schwalbe foram dispensados.
Utilizando alguma giria militar, o traseiro passou definitivamente à disponibilidade e foi transferido para o caixote do lixo. O dianteiro, que ainda dará para desenrascar em caso de necessidade, está na reserva pronto a ser chamado ao combate.

Os substitutos foram dois Continental Race King. Ainda estive para colocar os Mountain King, por terem os tacos um pouco mais salientes e pelo que tenho lido e ouvido, graças a isso permitirem uma melhor tracção, mas resolvi arriscar nestes desta vez, tendo em conta os pisos que costumo ciclar.
Optei também pela primeira vez por utilizar medidas diferentes: 2.0 atrás e 2.2 à frente. Apesar de ser 2.2, o da frente não é mais largo que o Schwalbe em 2.1.

Veremos como se irão portar nos trilhos.
 
Nunca tive pneus Continental, mas sempre ouvi/li boas referências em relação à resistência aos furos e durabilidade. Ponto menos positivo, o peso principalmente na versão UST.
Mas também já li algures que os Race King não são muito amigos da lama, de facto com aquele perfil rolante na frente da bike :confused: ;)