Focus Raven 29R 4.0 2015

#1
Boa noite

O tempo passa e as coisas evoluem, gosto não são discutiveis e ha sempre explicação para esta e aquela escolha, a verdade é que o mercado das bicicletas está a evoluir de uma forma que quase se equipara a outros tipos de mercados tecnologicamente mais desenvolvidos com novidades e exclusividades que fazem a malta perder a cabeca.


Serve esta introdução para preparar o motivo do tópico, a troca da 26 que estava bem levezinha e fiável por uma 29er que sempre me fez olhar para trás quando por mim passava e que quanto a mim é dos quadros mais bonitos que há de ha uns anos para cá.

A escolha recaiu numa Focus Raven 29R 4.0 deste ano, com as cores da equipa Focus XC para o mundial no tamanho M (tenho cerca de 1.80) com o seguinte equipamento




De momento já se encontra com uma data de alterações;
- Transmissão Full XT;
- Perifericos KCNC;
- Selle italia SLR;
- Mavic Crossmax SL;
- Continental Xking 2.2;
- Pedais Crank Brothers.

Como ainda tenho poucos kms percorridos nela, maioritariamente rolantes, não vou atrever-me ainda a escrever o que quer que seja sobre o seu comportamento, serve tambem o facto para dizer que a unica comparacao que posso ter de momento é com a 26, coisa que ja aqui muito foi discutida e não há comparações pois são coisas diferentes - cada uma no seu canto e na sua época na minha opiniao.


[/IMG]


:cool:
 
#5
Boa noite

Estão em falta as fotos pormenorizadas, queria tira-las num sitio com mais luz.

Mais uma foto apenas para ver o aspeto geral da Raven.


A bicicleta pesou 10.6kg tal como está. Quando tiver mais quilometros feitos eu deixo feedback, desde já posso avançar que não tem sido de todo imediato o gosto pelo material Shimano de quem veio sempre de SRAM/Avid.

Já agora Pneus Tubeless, estou a procura e não tem sido fácil encontrar.
 

edununo

Well-Known Member
#6
Shimano é bom. De que te queixas?
Usei Shimano muito tempo em 9v. Depois dei o salto para 1x11 e teve de ser SRAM.
Não estranhei muito.
A maior habituação foi passar de triggers para rotativo.
 
#7
Não me queixo, mas esteticamente acho o material SRAM mais apelativo.

Gostava mais da simplicidade dos SRAM x9 nos triggers, acho que tornava o guiador mais ligeiro À vista.

Só pormenores, em funcionamento 5 estrelas :)
 

edununo

Well-Known Member
#8
Podes tirar os visores dos shifters e colocar as tampas.
Pode ser que as tenhas no interior dos shifters.
Os que eu tinha traziam as tampas.
 
#9
Estes não traziam, e tambem nao os desmontei a ver se estavam por dentro...mas ja me deram o link do kit de conversão a comprar :) vai ser uma alteração para breve.

Entretanto o SLR branco saiu e vai entrar um carbonio Preto por gosto pessoal. Tenho andado a ver pneus tubeless ou Tubeless ready e a ler algumas reviews onlina para saber o que comprar.
 
#11
Vou comprar os que já funcionam como matchmaker para os travões XT, na minha opinião favorecem bastante o conjunto. A raven originalmente vinha com os SLX sem mostradores e matchmaker mas eu quis trocar para XT.

Gostei bastante dos pneus VITÓRIA BARZO em 2.25 assim como os maxxis ardent, no entanto também já me deram a dica da combinação contibental nos modelos PROTETION XKING E RACEKING .

Continuo na leitura online sobre reviews a estes e a outros pneus

Bom fim de semana a todos
 
#12
:wlcm::wlcm:


Como o fórum é local de partilha deixo a minha opinião até à data sobre a RAVEN para que possa ajudar a futuras compras:)

Após mais uns kms feitos com a Raven ao longo de 1 mês penso que já posso falar um pouco mais sobre alguns pontos (+) e (-) da mesma.

Vou tentar não me alongar até porque o que a malta gosta é de fotos:eek:

No momento da Compra estava originalmente assim:




Vou tentar fazer uma análise breve dos componentes da forma mais independente possivel. Visto ter passado de uma 26 para 29 acho que o esperado é sentir-se fundamentalmente e de forma mais vincada alguns aspetos tais como:
- Rigidez geral superior - eixos de maior diametro, rodas maiores, etc.
- Rolar substancialmente melhor me terrenos abertos;
- Maior "confiança" a descer;
- Maior necessidade de pedalada em cadências elevadas;
- A dona inércia torna-se mais presente e incómoda de forma geral.
- Outros, a descobrir...

Vamos então de uma forma geral comecar por...

Quadro Focus Raven 2015 M

Tendo eu cerca de 1.80 não é facil encontrar uma geometria que seja ao mesmo tempo agressiva em termos de sloping mas não demasiado alongada no que diz respeito ao top tube do quadro, nunca encontrei aquela geometria que gostasse num tamanho que me fosse favorável: ora o 17 era curto, ora o 19 longo demais, mesmo o 18 em 26 não era aquele quadro que gostasse muito esteticamente pois era bastante conservador a nível de geometria.

Este foi um dos aspetos que me fez gostar do quadro da Raven quando comecei a pesquisar por 29ers, confesso não foi o único, o seu sloping acentuado e design das escoras bem como alguns pormenores construtivos fizeram-me "esquecer" alguns dos pontos menos positivos neste quadro (a referir mais a frente).
Após algumas voltas só posso estar agradado com a escolha da Raven, o quadro é muito confortável, sobe bem e dá bastante confianca a descer pela sua rigidez e tração que consegue transmitir ao solo - muito embora não o faça sozinho, estou a tentar analisar os componentes da forma mais independente possível.

O facto de ter internal routing na transmissão e nos travões não era uma carateristica que iria marcar a minha escolha mas confesso que esteticamente faz sobressair mais o quadro o facto de não vermos cabos soltos.

Como ponto menos positivo neste quadro ressalvo o facto de não ter Direct Mount no desviador frontal assim como o facto de usar eixo de 9mm na roda traseira, para mim eram pontos que gostava de ver revistos neste quadro e que por alguma razão a FOCUS não aplicou nos quadros das RAVEN 29 deste ano.




Suspensão FOX FLOAT 32 29R CTD EVOLUTION

Nada a dizer relativamente à FOX, bastante mais prática de afinar face à RockShox e com uma leitura de terreno bastante suave. Sinceramente não vou dizer que é melhor ou pior que REBA ou SID pois não senti ainda essa melhoria de forma significativa, nem possuo conhecimento pratico suficiente para argumentar tais posicoes radicais, no entanto como referi, a nivel de afinação é bastante mais facil pois apenas possui uma camera de ar.
Não apresenta bloqueio remoto o que a nivel pessoal nao me afeta pois nunca utilizei na RS e assim fiquei habituado, no entanto, acho que dada a gama e dada a oferta da concorrencia, não ficava nada mal à marca alemã oferecer esse goodie

A FOX CTD tem 3 sistemas pre-definidos de funcionamento que definem a sigla CTD:

- CLIMB - Modo bloqueado;
- TRAIL - Funcinamento mais rigido que o anterior, identico a uma utilizacao com pressão mais alta na camera;
- DESCEND - Como o nome indica, apropriado para as descidas em que a suspensão está no seu pleno funcionamento com a camera totalmente aberta permitindo a utilização do curso na totalidade;

Podem ver o video da apresentação que explica estes modos de funcionamento antes de partirmos para as fotos:pipocas::pipocas:





Grupo de Transmissão Completo Shimano XT

Vindo eu de SRAM X9 estranhei um pouco a passagem para a Shimano no que diz respeito à forma de subir ou descer de mudança, se no momento de "aperto" a Sram bastava um click no trigger para aliviar carga, na shimano este movimento faz-se no sentido inverso, tornando a passagem mais penosa quando já é feita em plena subida por exemplo, desta forma obriga a pensar de forma mais preponderada a escolha da relação preferencial para determinada seção.
A nível de funcionamento nada a dizer, eximio e com bastante assertividade na passagem de relação como de resto seria de esperar nesta gama.
Excelente o pormenor de acionamento do sistema que permite que a corrente não bata na escora traseira, era algo que o meu X9 permitia constantemente e que além do desgaste era incómodo de sentir. Ponto extremamente positivo!


Travões Shimano XT

Esteticamente acho que os Avid Elixir 9 que tinha eram mais bonitos que estes XT, tornavam o cockpit mais clean e mais vistoso (tambem pela cor que tinham) no entanto e como já me haviam dito, a progressividade dos travões XT juntamente com os discos da mesma linha foi aparecendo conforme a sua utilização foi sendo necessária e rapidamente esqueci os Elixir 9. Aqui mais uma vez a simplicidade de afinações da SHIMANO sobrepoe-se à SRAM que no caso dos meus Elixir 9 tinham afinação de proximidade de manete + PAD Control que raramente funcionava de forma eficaz.











Rodas MAVIC CROSSMAX SL 2015

A troca das rodas originais (DTSwiss Spline 1900) pelas crossmax foi imediata no ato da compra, vim de umas SLR 26 e fiquei fã, era uma questão de tempo até ter umas iguais na 29, sendo que foi mais proveitoso trocar já as DTSwiss dado que não rolaram sequer.
As Crossmax são sóbrias, muito suaves a rolar - além do som carateristico do cubo, e oferecem uma enorme rigidez lateral além da leveza que as carateriza. Mesmo não sendo as rodas mais leves do mercado têm detalhes que as distinguem como por exemplo o cubo frontal com o interior em carbono(ver video):pipocas::pipocas:


[video]https://d1wst0behutosd.cloudfront.net/videos/1851733.mp4?Expires=1430435624&Signature=QYxZggufU5CiEAhnrDsSbEIK52O0-NT9NFGScfWSJaPI2HJxQ8718zYQA8nFF7F2MQD~RGTfhnYoiRY hmg9WmejpyntIvtCbNRcR1Mv6fQaMbUBjEqnS8xJNvv1Tiz-bSi71GqrX8nv5Bsj8fyEB880KqiETUe5Ckg0kUJjseDSHxfL4p gzBzL5zZqhu5eeKBJmbCuQAzqZWVD62R56Qm8eTGanztT3Ui3P o-TbIY5gipoMHw~6J~iglmo9ujxrvpFQJC01xyouPOrGGamGtFw4 kgX2QKumhXj~6WMh3D~SXikV2XkLKjxNWhaHeABhhtYTztztdG bmL-EBiBDV4DA__&Key-Pair-Id=APKAJJ6WELAPEP47UKWQ[/video]​


Selim Selle italia SLR Kit Carbonio FLOW

Troquei o SLR branco por um Carbonio Preto apenas por gosto pessoal e por achar o selim muito bonito, ainda estive na duvida quanto à compra de um Speedneedle mas a escolha recaiu sobre o SLR, até agora impecavel!





Periféricos KCNC

Não há muito a dizer sobre a KCNC, na minha opinião além de leves são bastante sóbrios e rumaram da minha antiga bicicleta diretamente para esta 29R sem vacilo!


Em suma...

Pontos Positivos :cl::cl::cl:
- Quadro com geometria agressiva, bons pormenores construtivos, embora rigido é bastante confortável;
- Grupo XT no geral;
- MAVIC Crossmax SL - Excelente qualidade, rolamento suave e estética sóbria.

Pontos Negativos:fpalm::fpalm::fpalm:
- Falta de Direct Mount e Eixo de 12mm;
- Falta de bloqueio na Fox - embora a mim não me incomode, acho que não ficava mal face à concorrencia;


Ultimos aspetos, não menos importantes:

Não foi a unica 29R que sondei e na qual pensei no momento da compra, no entanto isto é uma análise e não um comparativo pelo que não vou referir as demais. Não acho a RAVEN melhor ou pior do as mesmas, apenas se apresentou em determinado momento a determinada altura como um melhor negócio ou mais apelativo - ou apenas porque me deu na tola.

Não vou dizer que 29R é melhor que 650b ou que 26 está ultrapassado apenas porque sim ou por moda, cada uma tem as suas valências e nunca perdi muito tempo a discutir o sexo dos anjos, se me perguntarem porque razão optei por 29R a mesma é simples - após várias leituras e depois de falar com várias pessoas achei que seria a opção mais adequada dados os passeios que faço na maior parte das vezes.

No fundo no fundo o que interessa é que cada um se divirta e que veja o btt como um hobbie, seja qual for a roda, gama de suspensão, ou tamanho do ego... o que mais interessa é o espirito e as pernas.


*****Lista de componentes atualizada*****

Quadro * Focus Raven 29R Carbon 4.0 2015
Suspensão * FOX 32 Float 29R 100 O/C CTD Evolution, 15mm QR
Rodas * MAVIC Crossmax SL 2015
Travões * Shimano XT
Discos * Shimano XT 180/160
Crankset * Shimano XT 38/24
Desviador Fr. * Shimano XT
Desviador Tr. * Shimano XT Plus
Cassete * Shimano XT 11-36
Corrente * Shimano XT 10v
Selim * Selle ITALIA SLR KIT Carbonio Flow
Perifericos * KCNC
Pneu Fr. * Continental Race King 2.2
Pneu Tr. * Continental Race King 2.2




Espero que tenham gostado da leitura mas acima de tudo que seja util.
 

davidream

Active Member
#13
bOAS!!
Optima partilha;)
A bike está muito bonita e bem equipada!siga meter km's nisso
Os quadros Focus tem alguma má reputação de partirem muito,nomeadamente nas escoras situação que já se passou ao meu lado num passeio :\ por outro lado a garantia da marca funciona super bem.Não concordo muito quanto á progressividade dos travões XT,são potentes sim,mas relativamente pouco progressivos(apenas na minha opinião)
Continua com o teu feedback!!è uma mais valia á comunidade;)
Cumps
 
#14
Grande maquina Ricardo e excelente análise. Mtos Kms é o que se pede agora hehehe
Também concordo contigo david, não acho que os xt sejam assim tão progressivos como se faz passar, tenho os xt e nem uma razão de queixa mas mais progressividade era mto bem vinda.
 
#15
Boas Ricardo bela máquina... fizestes uma boa compra.. MT qualidade... Essa alguma má reputação não é tão verdade como isso... Todas as marcas tem os seus problemas...tenho uma raven 29 a 2anos, tenho 1.82 e 84 kg... mts maratonas e ngps..problemas zero... Nem conhecia esse tipo de problemas....por isso... É fazer km... Na Maquina..Boa sorte
 
#16
Obrigado pelas opiniões

O setup que tinha na 26 eram uns elixir 9 com discos Ashima air rotor 160 e 140.

Muito embora nunca tivesse sentido problemas de travagem ultimamente achava os avid menos potentes a travar comparativamente a estes XT. Este facto pode dever-se aos discos que usava, ao desgaste dos mesmos ou mesmo ao oleo que ja merecia uma revisão.

No entanto não sinto falta de progressividade nos XT, talvez os Elixir já necessitassem de uma revisão.

Quanto aos problemas nos FOCUS eu fiz uma pesquisa sobre os mesmos no modelo raven e tal como em outras marcas encontrei alguns casos, algo isolados, de problemas com os quadros. Espero não vir a necessitar, no entanto tambem me certifiquei que nesses casos a garantia agiu corretamente.

Bom fim de semana
 

davidream

Active Member
#17
bOAS!
Curioso,hoje estava a ver uma review do novo material XT,e referiram isto:
" To address complaints, Shimano also made the brakes a bit less grabby, which is instantly noticeable. Total power feels good, but it’s easier to control without locking the wheel up."
em: http://www.bikemag.com/gear/first-impressions-shimano-xt-m8000/

Quanto aos quadros,dado o carbono ter mais probabilidades de problemas(vs aluminio e etc) o que é realmente importante é como as marcas os resolvem!!
Cumps
 
#18
O novo grupo XT é muito bonito, especialmente shifters e travões, na minha opinião mais elegantes do que os normais, muito identicos aos atuais XTR.

Acho que se eventualmente fosse andar com uns travões mais doseaveis iria verificar essa transição, mas já me habituei aos XT !

Esta semana chegam uns novos pneus para a Raven

Continental Race King 2.2 e Continental Xking 2.2 ambos na gama Protection, mais pesados, mas ainda assim mais resistentes. Chegam tambem uns pedais novos iguais aos atuais CrankBrothers.

Fica a faltar um Guiador levezinho e os tais matchmaker para Shimano XT :)
 
#20
Boas companheiro Ricardo, quanto aos pneus eu tive um xking e só me durou cerca de 1000km (rebentou a lona lateral e ficou careca) e quando reclamei à continental disseram-me para mandar para a Alemanha?? à minha custa. Por mim continental nunca mais o que eu tenho boa opinião é da schwalbe, pois tenho um racing ralph à frente com cerca de 6000km e ainda rola. Quando troquei o continental regressei à schwalbe.
Parabéns pela bike e o upgrade boas pedaladas.