festival bike Santarém

boas

foi a minha segunda vez no festibike e para o ano estou lá outra vez....

participei na meia maratona e não tenho nada a apontar.... levantei-me cedo, cheguei cedo, entrei para a box cedo, treino com regularidade, tenho conciência que para um numero de participantes deste nivel não á milagres, por isso a minha vitória passa por ser dos primeiros a sair para evitar os engarrafamentos... agora não percebo o pessoal que se queixa que é muito estradão, que é pouco tecnico, que é muito alcatrão, mas depois queixam-se que engarrafa, mas já todos sabemos que vais existir engarrafamentos.... enfim --- eu não pertenço nem conheço a organização...apenas tento pensar conscientemente....

Mas uma coisa é certa a zona de espetáculo foi uma má opção e a falta de abastecimentos é impensável....

cump e até uma próxima
 
Participei na meia maratona e gostei do percurso, para mim dos melhores de todas as edições Festibike.Quanto ao engarrafamento na zona espectáculo realmente foi um erro de calculo por parte da organização mas só não erra quem não faz e não vai ser um azar que mancha todo o esforço e o excelente trabalho que têm feito ao longo dos anos.
 
Boas a todos.
Li quase todos os posts sobre este evento e, não tendo participado (já participai 3 vezes), fico um pouco dividido na análise final...

Ainda assim, e é a razão principal que me leva a escrever, não posso deixar passar o facto de começarem a aparecer alguns: franguinhos; empenados; tristes, ou simples PARVOS que levam ciclomotores eléctricos para provas (em que há prémios envolvidos) de velocípedes. Aqui a organização é a principal culpada desta situação. Os concorrentes têm de estar em igualdade de circunstâncias.

Não tenho nada contra veículos eléctricos sejam de que espécie forem e em passeios informais, neste tipo de provas são impensáveis.... "á e tal porque eu só queria era fazer o percurso sem ganhar nada e só para participar...." Pois, pois e se um otário destes saca o 1º lugar... gostaria de saber como é que a organização iria resolver a caso...

Abrazzi.
 
boas tarde!
definitivamente fiquei desiludida com a Famosa Maratona de Santarém.... na sexta feira quando chegamos ao secretariado por volta das 16h e decimos perguntar a senhora que nos deu o saco onde era o camping, a mesma respondeu que nao havia! depois de algum tempo a explicar que ate tinha feito a pergunta aqui no forum, a senhora foi buscar um livro onde lá constava o dito camping.... mas ai começou outra questão! como entrar para o dito camping..... depois de muito andar pelo parque de estacionamento decidimos ir dar uma volta por Santarém a espera que alguém montasse uma tenda! quando voltamos ao sitio do secretariado la descobrimos uns amigos que ja estavam a montar a tenda! depois de perguntar como tinham entrado, lá chegamos finalmente ao camping, mas para isso passamos pelo control ?!?!?!?... (18h)
por volta das 22h chega um senhor ao pe da nos a dizer que no dia seguinte teríamos de tirar tudo antes das 7h da manha!!!! claro que depois de discordar-mos o senhor lá arranjou uma solução!
relativamente a prova, e apesar de nao ter participado, estive na partida, na famosa (vergonhosa) zona espectáculo. e confesso que fiquei desiludida! bastava terem tirado a ponte....
mas o melhor ainda estava para vir.... durante o tempo da prova alguém fechou a solução que a organização nos tinha arranjado, o que quando regressei para colocar o carro novamente junto da tenda, tive mesmo que ir falar com a direcção!

brevemente colocarei fotos, que provam um pouco o que tem sido aqui dito!
 
Boas Pauloeste.
Não participei nesta maratona. Entrei no forum, para te dar os parabéns pelo facto de te teres referido o caso das bikes com motor eléctrico.
Na verdade ia ser giro se um desses chegasse em 1º. Fica aqui um alerta para as organizações.
Um Abraço, ZD
 
boas
participei o ano passado este ano não participei pelo que não falo sobre o percurso, mas sim de 3 aspectos que não me pareceram bem:

assisti a passagem de todos os concorrentes na cimo da subida da partida e ... os últimos participantes dos 80 não taça passaram autenticamente entre os automóveis que entretanto tinham arrancado da rotunda (a rever)...

quase á chegada quando os concorrentes dos 40 vinham algum tempo no alcatrão dentro da fita e depois viravam á direita, enquanto lá estive duas situações de acidente eminente pela pouca operacionalidade dos agentes de GNR presentes bem como dos elementos da organização presentes os concorrentes tiveram que travar a fundo e alterar trajectória enfim felizmente correu bem (a rever)

cheguei a santarém na sexta fui ver a feira pagando o normal ingresso, no dia seguinte para simplesmente assistir á chegada teria que pagar novamente... enfim opções

a questão dos motores eléctricos também penso que mostra alguma distracção por parte da organização

para o ano estarei novamente na feira...
 
Last edited:
Boa tarde
Quero aqui dar o meu acordo com o que foi escrito pelo companheiro MEPIM e outros companheiros que descreveram com alguma claresa tudo o que se passou na famegerada meia maratona.
Eu quando cheguei a zona de "espectaculo" ainda poucos betetistas estariam concentrados a espera de passar, como eu não precisava de abastecer passeia ao lado. Mais à frente comentei com um companheiro o que se passava ali. Resposta: - È a ZA com uma zona de espetaculo e quem lá não passar é desclacificado. Bolas, pensei eu, tenho de voltar atrás.
Assim fiz. Quando cheguei novamente à maldita zona eram centenas de betetistas à espera, como não queria ser eu a quebrar as regras fiquei ali no meio. Entretanto o Sol aquecia e o Sangue fervia. Até que alguns, cançados de esperar, se lembraram de quebrar as barreiras, não aguentando a espera de ver passar um e depois outro e a seguir mais outro, por cima e por baixo de uma ponte pré-fabricada. O resto que se seguio já toda a gente sabe.
Depois vieram os trilhos, estes sim um espectaculo, mas para fazer em cima da bike, desfrutando desta, tirando prazer de percorrer aqueles caminhos. Foi tudo feito a pé e devagar.
Quando cheguei à meta estava fulo e travei-me de razões com um membro da organização que por ali andava, como não lhe agradou a conversa voltou-me, literalmente, as costas.
Não me recordo de ter sido ofensivo ou mal educado para com o Sr. apenas queria resposta para algumas questões.
Só para terem uma ideia do tempo perdido, a diferença de tempo do meu conta km, para o tempo cronometrado pela organização é de 40m, vejam só o tempo perdido com a ZA e os trilhos.
Digo aqui à organização o seguinte: se consideram o pessoal da meia maratona uns embecilhos, acabem de vez com a meia maratona e fassam a festa só com as centenas de betetistas, da matatona e da taça (mas o dinheiro é mais importante que o respeito pelas pessoas).
Eu quando participo numa prova não tenho pretenções de ganhar seja o que for, mas é sempre para andar de bike e não para estar a secar à espera dum espetaculo qualquer. O espectaculo é dado com os betetistas em cima da bike e não parados ao lado dela.
Até agora ainda não vi nem ouvi alguém da organização retratar-se sobre o tiro que deram no pé, e pedirem desculpa. Só mostra o carácter das pessoas.
Por mim, e emquanto me lembrar desta, não mais voltarei a pôr a minha Bike numa prova do Festival Bike.
 
Boas!!

Este ano não deu para estar presente.
Pelo que li as opiniões são diversificadas, mas todos lamentam a presença da ZA.
Será que alguém foi desclassificado por não passar por lá?
 
Participei pela terceira vez na Meia Maratona Festival Bike de Santarém e estou pela primeira a vez a colocar aqui uma crítica a um evento. Nunca fiz uma crítica de um evento e, em geral, acho que muitas críticas feitas nos rescaldos de eventos, deste forum, são exageradas. Também devo dizer que nunca almoço nos eventos e sempre que posso tomo banho em casa ou no hotel onde fico hospedado.

Gostei do circuito deste ano: das subidas, das descidas, dos singles e até da areia. Para mim tinham a dificuldade técnica e física q.b. Quanto à famosa zona de espetáculo, compreendo e partilho as críticas aqui feitas. Mais frustrante ainda é perceber que afinal, os que atalharam, não foram desclassificados como promoteu o animador da zona (já desconfiava, poque não havia nenhum controlo).

Infelizmente não terminei a prova, porque ao km 28 partiu-se a corrente da bicicleta. Telefonei de imediato para a assistência da prova e disseram-me que teria de andar até à estrada alcatroada em Casal do Além para ser recolhido. Lá andei os 2 km onde deu para notar que até estava a fazer uma boa prova, uma vez que o número de participantes que passavam por mim era interminável. Isto ficou muito mais claro quando cheguei à estrada onde estava um elemento do staff a parar o trânsito. Voltei a telefonar à assistência e disseram-me que ião enviar um carro recolha e fiquei à espera. Os participantes continuavam a passar numa número sem fim... Entretanto chega, a pé, outro participante com escoriações que tinha caído ao km 26; este telefona também para a assistência, mas passada mais de 1 hora e ainda não tinhamos sido recolhidos. À passagem no cruzamento uma participante desiste e a partir daí eramos três e respectivas bicicletas à espera para sermos recolhidos. Volto a telefonar e mostram-se supreendidos por ainda estarmos ali.

Passada mais meia hora aparece um UMM da organização com dois elementos do staff e disseram-nos que tinham mais gente para recolher. Lá conseguimos convencê-los a entrar para o UMM com as bicicletas. No trajecto o motorista disse-me que estava ao serviço da maratona através da Câmara Municipal de Santarém e que não tinha nada a haver com a FullSport!

A FullSport deve conseguir calcular, facilmente, o número de participantes que eventualmente serão recolhidos num evento, com base nos dados do ano anterior. Eu diria que entre 1% a 3%, ou seja entre 30 a 60, numa maratona com 3000 participantes. Logo deveriam disponibilizar os meios necessários para isso, alugando carrinhas com dimensões suficientes para recolher participantes e bicicletas. Ests devem estar de prontidão especialmente no final da prova quando para além dos problemas mecânicos, muitos participantes cedem ao cansaço.
 
Last edited:
Olá rapaziada do pedal!!! Tenho 44 anos, já ando nisto á 18, e vou-vos dizer uma coisa, foi a pior meia-maratona em que eu alguma vez participei, simplesmente vergonhoso.......Para o ano só vou á feira das bikes, e ver as manobras dos rapazes do dirt, e trial, isso sim, vale a pena. Boas pedaladas para todos, são os votos do Team Btt Terra Agreste de Cabriz-Sintra
 
Passadas mais de 24 horas e depois de ter arrefecido e acalmado os ânimos, eis que chega a altura de fazer o meu rescaldo da Meia-maratona 2011.

Tenho que dar os parabéns á organização pois conseguiram, com uma zona espectáculo, tornar o que corria o risco de se tornar numa grande prova de BTT, numa igualmente grande CAGADA!!!

Obrigado por terem estragado o que poderia ter sido uma excelente manha de BTT.

Contem cmg para o ano que vem...para relembrar a todos os meus amigos e conhecidos, praticantes da modalidade, para não gastarem o seu dinheiro mal gasto.

Quero tb deixar aqui pessoalmente os meus parabéns ao ASNO (não encontro nome melhor) que falava ao microfone na zona espectáculo apregoando aos sete ventos que quem não cumprisse o percurso seria desclassificado, quando passados 15 ou 20 minutos foi ele próprio quem cortou uma das fitas incitando ao atalhanço.

Espero que continuem pois estão todos no bomm caminho para a destruiçãao de uma grande prova.

A mim não me apanham lá mais.

INSAIN
 
Não quero fazer grandes rescaldos, por já esta tudo quase tudo dito.

Um empresa profissional não se pode dar aos erros da zona espectáculo dos 40km, nem ao reabastecimento que logo se seguiu. Ridículo ter que estar parado para fazer uma ponte e logo a seguir ter que parar de novo para reabastecer. Contratem um engenheiro de planeamento para o ano que ele logo vos dirá que isso é um erro elementar. Só por ai já estragou a prova.

Depois o erro do camping foi ridículo!!!! Nem o secretariado sabia, nem a segurança queria colaborar. Portugal vive um momento de crise e precisa é de gente com motivação para seguir para a frente e melhor, não segurança que por terem escrito numa camisola 2045, acham-se com capacidade para decidir algo da qual não têm conhecimento. Vou voltar para o ano, mas vou acampar do lado de fora do camping. É garantido que não fico preso lá dentro. Subscrevo tudo o que os cães de caça disseram mais atrás.

A nivel pessoal, para o ano arranjem uma gaiola maior para a chegada. Pareciamos frangos num aviário à chegada! Havia espaço para muito mais!

Isto são pontos a rever, de resto... tudo agradável.
 
Boa noite.Já ando de bike há algum tempo mas esta foi a primeira prova em que participei.Gostei do percurso,pessoalmente achei um bocado violento mas mesmo assim gostei.
Em relação a abastecimentos não posso dizer nada porque não parei em nenhum,infelizmente parti a corrente,tive que andar 2 km a pé até chegar à zona de assistência,junto ao último posto de controlo e não tinham descravador! Tive que esperar até me arranjarem um. E por fim,o caso mais polémico,na zona espetáculo, que já foi comentado por todos ou quase todos,o facto de MUITOS participantes terem "fugido" áquela parte do percurso,é óbvio que a organização não pode ser responsabilizada pelos actos de quem participa,mas devia ter controlado melhor a passagem naquela zona,foi a única situação que realmente me decepcionou porque me sinto prejudicado em relação à classificação.
Apesar disto,os meus parabéns à organização que decerto se esforçou para que tudo corresse pelo melhor e tenho fé que para o ano corrijam os erros.
Abraço a todos e boas pedaladas.
 
Realmente foi uma surpresa para mim esse "caos" na zona de espectáculo. Participei nos 80kms e tudo aquilo se fez sem confusão, contudo questionei-me se aquilo que alí estava era adequado a uma maratona, e agora pelo que acabo de ler não é de certeza.

Sinto pena pois deve ter dado um trabalhão construír aquilo tudo!!!!!.....:fpalm:

Ou seja muito embora essa tal zona de espectáculo não tenha sido um entrave para mim considero-a como uma má decisão nos moldes em que foi concebida.

De resto tudo muito bom com o melhor percurso que já fiz em Santarém, acho que a organização está de parabéns!

Até para o ano!
 
Boas

Então cá vai:

1º controlo 0 para mim foi impecável pois como cheguei a faltar pouco tempo para a partida não dei pela confusão com os federados e não federados

2º nunca apanhei tantos engarrafamentos no mato como nesta maratona

3º atalhanços fiz 2 mas nem me apercebi inicialmente que os tinha feito, principalmente o da já famosa zona de espectáculo, que só percebi o que aconteceu quando comecei a ler este tópico, pois pouco tempo depois de la ter chegado pareceu-me que tinha havido uma "segunda partida" pois o maralhal de gente que estava a minha frente der-repente dispersou num grande reboliço e a zona de espectáculo ficou praticamente vazia e deu para experimentar a famosa ponte numa boa.

4º quando passei pelo o ultimo abastecimento de agua já não havia uma única pinga, a sorte foi um pouco mais a frente uns habitantes locais estarem a oferecer agua a quem lhes pedia.

5º quando cheguei a meta vi imensos papeis amarelos no chão, mas na altura não lhes dei grande importância, mas depois vim a saber que era para um sorteio qualquer mas que os mesmos não chegaram para todos.

6º A melhor parte do dia, como demorei cerca de 5h para fazer o percurso e estava todo roto tomei o banho nos balneários dentro da feira, que estava um espectáculo pois estavão praticamente vazios e com bastante agua quente.

7º dou o meu louvor a um companheiro com uma bike Kona num modelo que parecia ter uns bons anos e que caio perto do inicio da meia-maratona ficando com a roda da frente empenada mas que levou a meia-maratona ate ao fim.

Resumindo, apesar de ter feito os últimos 20km carregado de caimbras ao ponto de nem conseguir andar, principalmente depois da ultima grande subida em que agradeço a ajuda prestada por um companheiro que me ensinou como me livrar das caimbras naquela parte das pernas e me facultou mais um gel pois os que eu levei não me serviram de grande coisa, até gostei do percurso com excessão para a zona da praia e foi pena a grande confusão durante maior parte da meia-maratona. Para o ano que vem duvido que repita a experiência pois é complicado pedalar no meio de tanta gente.

Boas Pedaladas
Adilson Fernandes
 
Grande dia, sem dúvida!

Respeito algumas opiniões mais criticas e até compreendo que para alguns o Evento se tenha tornado numa decepção pelo que fica o apelo à Organização para que nas próximas edições pense num mecanismo para evitar tantos engarrafamentos e obstáculos causados pela quantidade de participantes. Por exemplo, divisão da prova em 2 séries por rankings da prova do ano anterior (embora possa ser injusta para alguns, acaba por ser a + sensata para a maioria) e separadas por intervalos de tempo conforme já o são para os diferentes percursos, no fim as classificações seriam juntas à mesma e apuradas pela globalidade dos tempos efectuados em ambas as séries.

FOTOS e rescaldo completo já disponiveis no Blog!


Parabéns a toda a organização, especialmente ao apoio das Bicicletas Órbita, expositores, participantes e publico em geral pelo excelente Evento proporcionado!

Abraço e boas pedaladas