Esmelra Francisca foi ao Talon....

#81
Boas,

Ricardo obrigado.

É verdade, estes travões são pesados e não muito eficazes.

Está pensado a substituição por uns Avid Elixir CR Carbon, Formula Rx ou Shimano XTR.

Este tipo de material ( travões, suspensão, rodas e pedais ), só será substituido por desgaste/avaria, ou por manifesta inaptidão.

Aproveito esta resposta, para dar conta do fiasco da conversão do Kenda Karma. Durante a volta de hoje, nas primeiras horas tive que o andar a encher constantemente, até que me chateie e coloquei-lhe uma câmara de ar. Na próxima semana, ou eu dou cabo dele ou ele dá cabo de mim !

Um Abraço,

Victor F.
 
#82
Pois, o problema foi teres metido a camara de ar. O Karma que tive, obrigou a encolher as duas primeiras voltas que dei com ele por falta de ar :p , mas depois disso, vedou completamente. No meu caso eram aqueles picos de borracha que os pneus trazem quando novos, que eram arrancados por pedras nas laterais e custava ao liquido vedar ao inicio. Mas depois, funcionaram perfeitamente. Isto das conversões, com alguns pneus, requer paciencia, mas consegue-se sempre. Para acelerares o processo, deixa as rodas a repousar na horizontal, niveladas, para o liquido tapar as laterais. Depois vira-as para fazer a mesma coisa do outro lado.

Cumps
 
Last edited:
#84
Boas fitty77,

Tinha duas hipoteses, ou colocava a camara ou vinha embora, o pessoal já se estava a passar com tanta paragem :mad:

A forma como referes " deixa as rodas a repousar na horizontal, niveladas, para o liquido tapar as laterais ", foi como fiz, se reparares numa das fotos, o Karma está nessa posição.

De qualquer forma, hoje voltei a desmontar o pneu, retirei a fita original da roda e coloquei a fita 3M que vem com o kit. Repeti todo o processo, com a nuance de encher com mais pressão ( 60 PSI ), e deixei a repousar. Amanhã, ou tenho uma alegria, ou mando o pneu pela janela :fpalm:.

Um Abraço,

Victor F.
 
#85
Boas Marco,

Pois, ainda não me debrucei sobre esse componente, não faço ideia do peso do Scott. :(

De qualquer forma, a luta, agora, é com o pneu dianteiro, quer na conversão, quer em termos de aderência. Já cheguei à conclusão que, o Karma é esquisito no que toca a pressões. Se estiver um pouco mais cheio derrapa um pouco, o que não me agrada mesmo nada ( já basta o meu receio em descidas mais acentuadas ). Por isso, se o Karma aguentar a conversão, posso ponderar a substituição do aperto, se não, então o montante terá que ser canalizado para outro pneu - Small Block Eight 2.10, ou Rocket Ron 2.10.

Um Abraço,

Victor F.
 
Last edited:
#87
Boas Marco,
Pois, ainda não me debrucei sobre esse componente, não faço ideia do peso do Scott. :(
De qualquer forma, a luta, agora, é com o pneu dianteiro, quer na conversão, quer em termos de aderência. Já cheguei à conclusão que, o Karma é esquisito no que toca a pressões. Se estiver um pouco mais cheio derrapa um pouco, o que não me agrada mesmo nada ( já basta o meu receio em descidas mais acentuadas ). Por isso, se o Karma aguentar a conversão, posso ponderar a substituição do aperto, se não, então o montante terá que ser canalizado para outro pneu - Small Block Eight 2.10, ou Rocket Ron 2.10.
Um Abraço,
Victor F.
O karma não gosta mesmo de pressões altas, se não excederes os 35 psis não tens problema agora acima disso tem tendência a sair de frente...
 
#88
Boas,

Obrigado rucaf3 :yeah:

Hoje, pela manhã, voltei a encontrar o Karma vazio :mad:.

Passei o dia inteiro a abanar e a deixa-lo repousar na horizontal. Um dos lados já vedou por completo, no outro, subsistem três pequenissimas fugas.

Vou continuar a insistir, não é mais teimoso do que eu :barafustar:

Quando vedar por completo, vou experimentar rolar com os 35 psi que é o minimo recomendado pela Kenda.

Um Abraço,

Victor F.
 
#89
Uma dica amigo Victor, o que costumo fazer depois de converter um pneu é mete-lo dentro de um balde de agua e ir rodando o pneu e ir verificando onde perde o ar, nessas zonas é ir abanando para o liquido la chegar e tapar, ir repetindo até deixar de se ver bolhas.....comigo tem resultado em pleno!!!!!

Espero ter me explicado bem.....ehehehe



Abraço
Marco Pinho
 
#90
Boas,

Amigo Marko, obrigado pela dica, é sempre importante aprender com quem tem mais experiência.

É por isto também que eu adoro o BTT, a camaradagem, e a curva de aprendizagem é EXPONENCIAL.

Muito Obrigado a Todos.

Um Abraço,

Victor F.
 
#91
A melhor maneira de vedar é mesmo andar com a bike... por mais k rodes não vai parar de perder ar enquanto k se fores andar o teu próprio peso faz com abra qualquer porosidade e o gel acaba por fazer o seu trabalho... Experimenta e vai ver, basta meia horita a rolar e acaba-se o perder ar...

Abraço
 
#92
Boas,

rucaf3, foi isso precisamente que fiz ontem, após o trabalho, peguei na Esmelra e fui dar uma voltinha pequena de 6 Km ( estava a chuviscar, pelo que não me afastei muito da base ). ;)

Hoje, VITÓRIA, o Karma rendeu-se. :cheers:

Quando cheguei tinha-o com a mesma pressão com que o deixei ontem. :D

Amanhã, nova volta de teste pela Arrábida ( vamos lá ver se o São Pedro ajuda.......). :yeah:

Um Abraço,

Victor F.
 
#94
Boas,

Como prometido, aqui deixo a última pesagem da Esmelra :




A qualidade da foto não é a melhor ( telm. ), mas é perceptivel o valor, que inclui dois porta bidons e o comp. sigma 1606 - 10.760 Kg.

A balança, penso, ser fiavel, uma vês que pesou o espigão antigo e deu 0.35 Kg ( 352g na pesagem inicial ), e o guiador antigo 0.28 Kg ( 276g na pesagem inicial ).

A conversão em tubless revelou-se um sucesso. É notória a diferença no arranque, assim como o conforto.

Obrigado a todos os que me " ensaboaram " o juizo para converter ( especialmente o Nuno Nogueira e o Marreiros ) :sabichao::venia:

Agora, em principio :rolleyes:, vamos efectuar nova pausa nas consultas da Esmelra.

O material a ser substituido, só o será por desgaste/avaria, e ai sim, vamos investir em melhor e mais leve.

A prioridade agora é o condutor.

Um Abraço,

Victor F.
 
#96
Boas,

pimentoski, sim, aliás, quando terminei, fiz contas de cabeça, e pensei nos 10.700 Kg, portanto não falhou por muito.

Mais a rigor :

- Roda dianteira : redução de aprox. 100g.
- Roda traseira : redução de aprox. 150g.
- Espigão selim : redução de 155g.
- Guiador : redução de 157g.
- Selim : foi montado um Selle Italia SL que já tinha em casa : redução de 40g.
- Chavetas : redução 70g.

TOTAL = 670g. / CUSTO = 140 Euros


Um Abraço,

Victor F.
 
Last edited:
#99
Boas,

Então é assim :

Antes : Frente - Kenda Karma ( 480g.) + camara ( 185g.) + 70ml. liquido Notubes ( 70g.) + fita Fulcrum ( ?g.)
Traseira : Maxxis Larsen TT ( 450g.) + camara ( 185g.) + 120ml. liquido Notubes ( 120g.) + fita Fulcrum ( ?g.)

Depois : Frente - Kenda Karma ( 480g.) + fita c/valvula ( 45g.) + 100ml. liquido Notubes ( 100g.) + fita 3M ( ?g.)
Traseira : Maxxis Larsen TT ( 450g.) + fita c/valvula ( 45g.) + 100ml. liquido Notubes ( 100g.) + fita 3M ( ?g.)

Espigão KCNC SC PRO LITE + Guiador KCNC SC BONE + Kit Tubless Rubena + Liquido Notubes = 130 Euros + Chavetas Made in China = 10 Euros

Não paguei mão-de-obra porque foi tudo feito por mim, e sem retomas ( já agora quem estiver interessado em comprar um Espigão e Guiador Scott, apite;) )