E foi assim...

JARBAS83

Active Member
#1
VOLTA Nº1: Á conquista do Alvão.

Distância percorrida: 89 kms
Acumulado:+1750m
Altitude Máx.: 1322m
Duração: 9h
Ponto(s) de interesse: a passagem pelo pico da serra do Alvão (1322m), barragem do Alvão, parque natural e eólico da serra do Alvão e ecopista do Corgo

Track da parte principal do percurso (58kms): http://www.gpsies.com/map.do?fileId=ldiccpixeaxnrdkh


A serra imponente com Vila Real em 1º plano...6H30 da manhã.



A placa de perigo no início da subida assinala as obras de repavimentação tendo em vista uma das principais etapas da Volta a Portugal 2016 (31/7) a ligar Bragança à Sra. da Graça com passagem pela barragem do Alvão...



A subida mal tinha começado e as vistas começavam a deslumbrar, com a ponte da A4 que antecede o túnel do Marão em pano de fundo...



Estávamos no caminho certo...



...e a chegada à barragem do Alvão, a cerca de 1000m de altitude.



Decidi fazer de bike um percurso pedestre ali pela zona...



...e bem teria valido a pena fazê-lo na totalidade pois as paisagens eram convidativas...



...mas o terreno era demasiado exigente e acidentado, levando-me a voltar para trás, pois a parte principal do percurso ainda estava pela frente: a subida ao pico da serra do Alvão e a travessia de todo o parque eólico.



O ínicio da subida final mostrou ser um percurso bem agradável...



...mas logo o percurso ficou mais íngreme. Para compensar, as belas paisagens começavam a surgir. De um lado, o lago/barragem...



...do outro a mítica aldeia de Lamas de Olo com a Sra. da Graça bem ao fundo.



E finalmente, o topo! A vista era de cortar a respiração, com a cidade de Vila Real bem lá abaixo.



Olhando para trás, para sul, via as duas primeiras torres eólicas que atravessei, bem como a serra do Marão ao fundo...



...e olhando para a frente (Norte), podia perceber o que me esperava pelo parque eólico. Á direita, bem ao fundo do vale, Vila Pouca de Aguiar...



Era impossível não parar de vez em quando para perceber o que ia ficando para trás...



...ao passo que, seguindo em frente, o imponente parque eólico continuava a impressionar.





O parque encontra-se bem apetrechado de placards informativos sobre o que nele podemos encontrar. Fiquei um tanto apreensivo ao ver que o lobo ibérico costuma passear-se por aqui...;)






Acabei por descer para Telões, V.P. Aguiar, e voltar pela ecopista do Corgo em direção a casa. Como levei cerca de 9h a percorrer o trajeto que tinha definido, as últimas horas foram feitas sem fotos, pois se assim não fosse, chegava a casa já à luz das velas...
 
Last edited:

AFP70

Active Member
#5
Bom dia JARBAS83,

Antes de mais os meus parabéns pela aventura. Como já deves ter reparado os “cronistas” são uma espécie em vias de extinção neste Fórum, pelo que apraz-me saber que mais um resistente vai iniciar e continuar a dura labuta perdurada por outros.

Ficarei atento às próximas aventuras.

“May the force be with you ;)”,
Alexandre Pereira
 

JARBAS83

Active Member
#8
Boas. Criei agora um track no gpsies da parte principal da volta (58kms): Vila Real - Barragem Alvão - Antenas - Parque Eólico - Telões - Tourencinho (ecopista) - Vila Real.

(O percurso entre Vila Real e a barragem fiz por estrada. Mas como podem reparar no mapa, dá para fazer com mais pó...)

Editei agora o 1º post, o link está junto ao cabeçalho.

Um muito obrigado pelos vossos comentários. Fica a promessa de publicar outras crónicas feitas por esta bela região do interior. Brevemente novidades...
 
Last edited:

JARBAS83

Active Member
#9
VOLTA Nº1: Á conquista do Alvão.

Extras - Vídeos

Decidi partilhar/acrescentar dois pequenos excertos em vídeo da minha volta pelo Alvão que descrevi no 1º post deste tópico.

Este primeiro pelo percurso do parque eólico. Muita gravilha pelo chão. O barulho que se ouve é dos cabos das mudanças/travões a baterem uns nos outros pois levava a minha Git2 no guiador.

[video=youtube;vWwEBUWK8h0]https://www.youtube.com/watch?v=vWwEBUWK8h0[/video]

2º video no próximo post...
 
Last edited:

JARBAS83

Active Member
#10
Este segundo vídeo (o 1º está no post anterior) já na ecopista do Corgo. Fácil perceber o porquê de seguir em "contra-mão"...

[video=youtube;oFwbTZ46V1o]https://www.youtube.com/watch?v=oFwbTZ46V1o[/video]

O próximo passeio a ser publicado será de uma volta que fiz à uns dias até um Miradouro aqui da região...
 
Last edited:

JARBAS83

Active Member
#11
VOLTA Nº 2: Rumo ao Miradouro de S. Bárbara

Distância percorrida: 23 kms
Acumulado:+1005m
Altitude Máx.: 468m
Duração: 3,5h
Ponto(s) de interesse: Miradouro de S. Bárbara, Região Demarcada do Douro - Património Mundial

Com o calor a apertar bastante aqui no interior, decidi iniciar uns passeios mais curtos (ainda que bastante exigentes) rumo aos miradouros com vista panorâmica da região vinhateira do Alto Douro. O 1º a ser escolhido foi o miradouro de S. Bárbara (Cumieira - Sta. Marta de Penaguião).

Depois de estudar o percurso no Google, fiquei com algumas dúvidas sobre um determinado ponto do trajeto. Por isso, decidi, no dia anterior à volta, ir a uma encosta/elevação da qual teria uma visão mais clara do percurso a fazer. E bem valeu a pena...

Decidi passar num estradão bem agradável e arborizado...



Quando a vegetação começou a rarear, ficou a bela paisagem para se contemplar...





Na foto abaixo, no monte, em primeiro plano, o tal percurso que iria fazer no dia seguinte e que tinha deixado dúvidas...



Depois, decidi regressar. O percurso a fazer estava estudado. No dia seguinte, iríamos rumar ao Miradouro de S. Bárbara!

E o dia da viagem começou cedo. O início do percurso foi feito a descer por um estradão paralelo à A24 rumo às aldeias lá ao fundo, no vale.









Não, não é o túnel do Marão... apenas passamos num viaduto sob a A24.





A descida foi rápida. Olhando para cima, vimos a encosta que já descemos...





Estava quase a chegar ao fundo do vale. Faltava descer mais um pouco e passar na ponte sobre o Corgo. O Miradouro aparece na imagem abaixo, no cimo bem à direita.





A passagem pela ponte...



...e o início da longa subida rumo ao Miradouro.



Á medida que subíamos, as paisagens voltavam a encantar...





O Miradouro aparecia já ali ao fundo...



Uma foto da burra...



A serra do Marão, bem ao fundo...



Para o nascente, o rio Corgo continuava a serpentear as encostas recheadas de vinhedos...



...e olhando para Norte, mais do mesmo: vinhedos e olivais. O Alvão aparece bem lá ao fundo. Estávamos quase a chegar ao Miradouro...



A vista para Sul...vemos embaixo uns ciclistas a percorrer a N2, a estrada mais longa de Portugal e que liga Chaves a Faro (738kms)





E finalmente!!!








A vista do cimo, para sul. A serra das Meadas e a cidade de Lamego (ao fundo) são daqui visíveis.





Daqui, regressei fazendo o caminho inverso. E chegando novamente ao fundo do vale, o Miradouro de S. Bárbara já me deixava saudades...



A próxima volta aqui descrita será um passeio pelo trilho Miguel Torga, Sabrosa...
 
Last edited:

JARBAS83

Active Member
#13
VOLTA Nº 3: Pelo trilho de Miguel Torga

Distância percorrida: 48 kms
Acumulado:+910m
Altitude Máx.: 844m
Duração: 5h
Ponto(s) de interesse: Trilho Pedestre Miguel Torga (S. Martinho d´Anta - Sabrosa), Necrópole milenar das Touças, Mamoa de Madorras


Miguel Torga, pseudónimo de Adolfo Correia da Rocha (Vila Real, São Martinho de Anta, 12 de Agosto de 1907 — Coimbra, 17 de janeiro de 1995), foi um dos mais influentes poetas e escritores portugueses do século XX. Destacou-se como poeta, contista e memorialista, mas escreveu também romances, peças de teatro e ensaios. Foi laureado com o Prémio Camões de 1989, o mais importante da língua portuguesa.

Decidi percorrer o trilho pedestre que leva o seu nome. O percurso inclui a passagem por vários locais arqueológicos de relevo...

Optei por rumar a S. Martinho d´Anta pelos estradões que procurei no Gpsies...

[SUB][SUP]
[/SUP][/SUB]





Apanhei alguma água, o que talvez pressuponha que, de Inverno, por aqui, só de galochas...





A chegada a S. Martinho d´Anta (Sabrosa) e ao Espaço Miguel Torga:







O trilho começava logo ali...









E finalmente, o início do trilho, um local agradável para se descontrair e bem apetrechado com bebedouros, casas de banho, parque de merendas e placards informativos...









Comecei a pedalar, e logo percebi que não seria tarefa fácil...









Estavam perto os locais arqueológicos que estão incluídos no percurso deste trilho...



Passei pela Necrópole das Touças, com cerca de 1000 anos...









E depois, a passagem pela Mamoa de Madorras.
As escavações arqueológicas concluiram que terá sido construída entre o Neolítico Final e os inícios da Idade do Bronze, há cerca de 5.000 anos, por povos que terão habitado na região.





Até aqui, todo o percurso foi feito a subir. A parte final do percurso seria a descer de volta para S. Martinho.



Claro que, de vez em quando, lá vinha uma subidazita (e que subida... Só calhaus!!!) Aqui tive de desmontar e levar a bike à unha :cool:



A vista para o nascente...ao fundo Sanfins do Douro.



Continuei pelo traçado até chegar a S. Martinho d´Anta. Dali foi pedalar até casa...














 
Last edited:

Hardskin

Well-Known Member
#14
Curioso o facto de S. Martinho de Anta estar geminado com Vila Nova, mesmo aqui ao lado no concelho de Miranda do Corvo. Miguel Torga foi médico de medicina geral em Vila Nova... :-K
 
#15
VOLTA Nº 3: Pelo trilho de Miguel Torga

Extra - Vídeo

Um pequeno vídeo da última volta que descrevi no post anterior... Desde o espaço Miguel Torga até ao centro da vila de S. Martinho de Anta, atravessando uma feira de têxtil. Curioso ver que não podia faltar a tradicional barraquinha com presunto e enchidos. Típico cá por Trás-os-Montes...:eek:

[video=youtube;pts1nghuXTU]https://www.youtube.com/watch?v=pts1nghuXTU[/video]
 
Last edited:
#16
VOLTA Nº 4: Rumo ao Miradouro de S. Pedro (Sta. Marta de Penaguião)
Distância percorrida: 20 kms
Acumulado:+870m
Altitude Máx.: 560m
Duração: 3,5h
Ponto(s) de interesse: Miradouro de S. Pedro, Ecovia do Corgo, Rio Corgo, Região Demarcada do Douro - Património Mundial

Decidi dar mais uma pequena (mas bem puxada) volta pelos socalcos do Douro. Incluí no meu percurso o trilho pedestre do Corgo, que inclui a passagem na ecovia do Corgo e pelo miradouro de S. Pedro que nos oferece uma visão panorâmica de toda a região duriense...

A descida rumo ao trilho começou cedo...estávamos a 560m de altitude. A descida até ao rio Corgo e a subida até o miradouro estavam pela frente.











A chegada ao início do trilho foi rápida, sempre a descer. Agora, a história iria ser outra...



O percurso inicia-se com uma descida por uma aldeia rumo à ecovia...





Um grande plano, para os amantes de história...e latim.



O fundo do vale, com o rio Corgo, já se vislumbrava. Ia entrar agora na ecovia em direção a sul...









Chegando ao fundo, podia-se ver o que ficou para trás.





A chegada ao rio trouxe o primeiro susto (não seria o único). Deparei-me com um portão fechado a cadeado. Só ao chegar bem perto é que percebi que dava para passar pelos lados.







A travessia do rio...ponte magnífica.





E agora a subida até o miradouro de S. Pedro...



Um dos poucos sítios onde o trilho surge sinalizado...



Á direita a encosta por onde desci. O traçado da ecovia (antiga linha ferroviária) é bem percetível...



Eu não disse que ainda havia mais um susto pela frente??? Decidi atravessar...



Pois! Por aqui, quando a água não tem bom escoamento, infiltra-se no solo formando grandes bolsas subterrâneas que depois, rebentam com tudo...



Com a burra às costas, lá consegui atravessar. Agora, olhando par trás...



O miradouro estava perto...



As vistas lá de cima...







Olhando para Sul, vemos o Peso da Régua, o rio Douro, a serra das Meadas bem em frente com a cidade de Lamego no sopé, à esquerda...









O percurso levava-me agora de volta ao rio. A descida foi rápida e desta vez passei numa ponte a sério. Da ponte avistava a encosta que teria de voltar a subir.



Já bem no cimo, e com o trilho finalizado, olhando para trás...

 
Last edited:
#18
VOLTA Nº 5: Régua / Douro - Miradouro Panorâmico de S. Domingos

Distância percorrida: 43 kms
Acumulado:+1150m
Altitude Máx.: 560m
Ponto(s) de interesse: Ciclovia Ribeirinha da Régua, Ecovia do Corgo, Miradouro de S. Domingos - Régua, Rio Douro, Região Demarcada do Douro - Património Mundial


Na última volta, decidi rumar a mais um miradouro, com uma vista magnífica sobre a Régua e o Douro...

Aqui um desenrascanço em auto-shooting, a descer pela ecovia do Corgo rumo ao Peso da Régua (ainda estou a aguardar um tripé que encomendei para a minha Git2...)



Perto da Régua, o ideal é seguir as indicações e não atravessar a ponte metálica da antiga linha do comboio (atual ecovia). Eu, que tenho vertigens, nem hesitei em contornar a ponte por outro lado. Mas há sempre quem atravesse com a bina...







A travessia da Régua fez-se pela ciclovia ribeirinha, rumo ao miradouro de S. Domingos...









O início da subida, sempre que possível por trilhos/estradões da região...





A vista começa a impressionar e a subida ainda mal tinha começado...





Aqui numa das (muitas) zonas "sujas" do percurso. Muitas silvas e espinhos. Tive de carregar a bike às costas num determinado ponto do percurso...









A chegada a um dos pontos panorâmicos do percurso, com vista para a serra do Marão...







E a chegada ao miradouro de S. Domingos em Loureiro, com uma vista fantástica...











A descida para a Régua foi rápida. Novamente na ciclovia...













O regresso pelo vale do Corgo...



...e pela ecovia do Corgo, que, neste ponto junto à Régua, é apenas um single bem interessante...



 
Last edited: