E deixar de fumar?

@gfrmartins tens toda a razão.. fumar ou não depende da pessoa... Eu desde o 10º até ao 12º ano sempre tive amigos fumadores(maioria) e todos os intervalos eles fumavam e outros até faziam uns ("charutos" :cool:, eheheh) mas eu nunca tive a mínima curiosidade em experimentar porque sabia totalmente os riscos de saúde que corria ao fumar.

Por isso dizerem que não conseguem parar de fumar, para mim mais parece uma "desculpa".
 
Para mim deixar de fumar foi simples: pura e siplesmente deixei deo fazer. Umas semanas com tosse e mais nada. Nem nunca tive vontade de voltar a fazê-lo. Ali+as, há medida que o tempo passa cada vez se suporta menos o cheiro do tabaco ... Actualmente esse cheiro dá-me náuseas. Até chegop a pensar como fui fumador ... uma verdadeira estupidez ...

Hoje tenho de tomar comprimidos para o coração por causa dessa trampa.
 
Boas!

Deixo a minha "receita" para deixar de fumar, se com isto conseguisse fazer com que uma pessoa deixa-se era fantástico!
2 amigos meus já escolheram a altura de deixar depois de eu falar com eles, é um sentimento incrível.

Em primeiro lugar, o mais importante é a pessoa QUERER deixar, seja pela saúde, pelo dinheiro ou pelas 2 coisas.

Fumava desde os meus 18 anos (já tinha idade para ter juízo eu sei...) e deixei em Janeiro de 2016 já com 36 primaveras... que me lembre, desde que comecei a fuma mais a sério, nunca fiquei 1 dia sem fumar pelo menos 1 cigarro.

Ultimamente, já andava a pensar muitas vezes em deixar o tabaco, mas faltava-me uma coisa, coragem...
Até que em meados de Novembro de 2015 tomei a decisão de que em Janeiro seria a altura de deixar, não iria ser no dia 1 porque ia beber álcool, e como sabem, beber uma cerveja, gin ou um whisky não faz sentido sem um cigarro a acompanhar...

Tive tempo de sobra para me ir mentalizando, e sempre que acendia um cigarro pensava nisso...

Chegou Janeiro, e como ainda tinha alguns cigarros da passagem de ano, fumei durante os primeiros dias do mês até acabar o maço.

A partir desse momento, tive que adoptar algumas estratégias, como por exemplo, reduzir drasticamente o consumo de café (adoro café), apenas bebia 1 em casa, acompanhado de um quadrado de chocolate preto, para colmatar a falta do cigarro... e durante o dia, sempre que me dava vontade de fumar, fazia algo que me ocupasse a cabeça, se estivesse em casa, ia limpar ou arrumar qualquer coisa, loiça, roupa, etc.... se estivesse a trabalhar fazia o mesmo mas adoptando ao serviço que faço.

O tempo foi passando, cada vez me lembrava menos até que hoje é raro lembrar-me mas não causa nenhum problema.

A ultima vez que me deu vontade de verdade, foi em Outubro passado, num jantar de velhos amigos, em que antes de jantar fomos todos para fora do restaurante com um aperitivo e os fumadores acenderam os seus cigarros, aí sim bateu uma grande vontade, mas temos de nos controlar e não cair na tentação...

Pontos fundamentais:

-dar algum tempo para se prepararem, isto depois de terem a certeza de que querem deixar
-NUNCA mas NUNCA voltar a dar uma passa, não vai correr bem, tentem contornar essa vontade.
 
A vontade de querer e quererem ter vontade conta muito, já tinha chegado aos dois maços por dia quando sai da tropa, sentia que me estava a condicionar a nível físico e também de saúde, deixei de um dia para o outro até hoje saudade nem vê-la.