Depressão

Como é que esta malta tem andado?

Fica aqui uma grande música, que me mandaram. Assim que a ouvi, lembrei-me deste tópico!

Abraço ;)

[video=youtube;ecbQc3MN-94]http://www.youtube.com/watch?v=ecbQc3MN-94[/video]
 
Caros amigos........ isto ....... não está fácil..... *****.... quando se arranja de um lado rompe do outro..
Isto está virado ao contrário, a nível profissional está MUITO complicado :(
Amigos... já não sei mesmo... ***** para isto tudo!
 
Boas companheiros do pedal.
Agora que leio as vossas respostas e este topico, lembrei-me de algo que vos pode fazer muito bem!
Eu não sou adepto dos medicamentos, tento tomar o minimo possivel, e encontrar algo alternativo aos medicamentos!
"netwolf" tu despertas-te a minha atenção, gostava de ler aqui que estavas melhor, mas pelo o que disses-te hoje estas na mesma senão pior.
Penso que sei qual a solução para o teu problema, claro sem medicamentos, mas repara não estou a dizer para os deixares de tomar, não sou medico nem nada que se pereça!
Mas penso que melhoras se seguires o meu conselho!
Inscreve-te no IOGA, penso que te fará muito bem!
Eu disse isto ao netwolf mas penso que serve para todos!
As melhoras e boas pedaladas
 
Amigos, desde já agradeço o vosso apoio.
Sabem.... uma pessoa farta-se de sofrer.......... de olhar ao espelho e não reconhecer quem está reflectido.......... é muito triste pensar que não temos futuro, que temos medo do futuro.
Estou a ser apoiado por grandes amigos.... Mas honestamente, tenho medo de adormecer.......... porque sei que o acordar vai ser muito mau!!!! Dores de cabeça, dores de peito........... Estou a tomar Paroxetina e outros... já estou farto disto.
Já é demais.
Esta é a 1 vez que estou a escrever no site. Apenas gostaria de te dizer que nunca deves acordar a pensar que o dia vai ser mau. pensa positivo. procura a ajuda da tua família e amigos. Também ando a tratar uma depressão que apareceu sem eu contar (excesso trabalho/ansiedade).
Tens que fazer como eu combater esse negativismo e pensar positivamente (não é fácil :D). Aproveita a tua bike e passeia com os teus amigos com calma.
 
Boas pessoal.

Li na diagonal este tópico, e fiquei deprimido só de o ler! Desculpem-me o humor negro, mas acho que me vou atirar da ponte!! eheh

"Xii...vem para aqui este gajo com estas piadas de mau gosto"

Pois bem! É precisamente isso! É mandar os problemas para trás das costas, pulso forte, e ir em frente! Encarem as coisas com humor! Enervem-se comvosco mesmo, não se vitimizem e perguntem-se a vocês mesmo "Temos HOMEM ou não crl ??? Vou ou não vou ultrapassar esta m***!????"

Eu em tempos tive ataques de pânico e também andava aí tipo coitadinho durante uns anos, sempre com medo que me desse alguma coisa e que fosse morrer de um dia para o outro. Deixei de andar de bike! Isto dito hoje parece ridículo, mas a verdade é que estes distúrbios de ansiedade, tal como a depressão, afectam bastante uma pessoa. Mas não é o fim do mundo !!!! Fui a médicos tomei anti-depressivos (IRSS) e porcarias, até que chegou ao dia que caguei naquilo tudo e pus na cabeça "Isto é só tretas psicológicas, eu não vou morrer, isto é pânico! É o cérebro a tentar tomar conta do meu corpo! Não vou fazer-lhe a vontade!!!"

E assim foi, larguei a medicação (senti a ressaca, mas passei por cima) (NÃO RECOMENDO QUE FAÇAM ISTO), e cada vez que me vinha aquelas sensações de pânico pensava para o meu inconsciente (ah meu fdp, podes tentar meter-me medo que eu não te faço a vontade!!!). Comecei a andar de bike, entrei em vertentes mais radicais! Não quero saber! A adrenalina fez me bem!! Já passaram uns 5/6 anos e nunca mais tive uma recaída. Hoje em dia ando de bike, estou a construir uma pista com saltos para ir andar de bike (ADORO CAVAR AO AR LIVRE COM O PESSOAL), e antes de ir para o emprego, dia sim dia não, passo 20min no parque da cidade e faço umas 3series de elevações nas barras, para ir todo inchado e partido para o trabalho!!! eheheh, não me podia sentir melhor!

O meu conselho é, tentem dar a volta, e façam muito exercício !!! O exercício físico é excelente para a saúde mental !! Actualmente faço investigação em neurociencias, e trabalho com uma proteína do cérebro chamada de "BDNF". Esta proteína é extremamente importante para o normal funcionamento do cérebro, e é já bem sabido que em situações de depressão, esquizofrenia, alzheimer, etc, os níveis desta proteína estão diminuídos. Ora bem, o que é que o exercício fisicio tem a ver com isto?? Vocês não calculam a quantidade de artigos científicos que estão a sair nestes últimos anos, a demonstrar que o exercício físico aumenta os níveis desta proteína "BDNF", aumenta os desempenhos dos ratos de laboratorio em testes de memoria e aprendizagem, aumenta tudo !!! Hoje li um artigo em que até defendiam o exercício físico como medida de prevenção e tratamento para o Alzheimer!!

Portanto, deixem-se de desculpas do "não tenho tempo", preocupem-se mais com a vossa saude e não tanto com os problemas e afazeres, e façam exercício! Andar de bike, ou jogar futebol em grupo com os amigos, ou até dar uns murros num saco de areia e libertar toda a fúria (MTO BOM ESTE). Façam qualquer coisa!! Rebentem com a p0rra do saco!! Não fiquem neste fórum a escrever tretas depressivas!!! Façam sprints na rua, e tentem melhorar tempos! Epá inventem qualquer coisa e levantem essa bunda depressiva do sofá !!! :D

Desculpem lá a "agressividade" do post, mas na minha opinião é assim que devemos de ultrapassar as coisas. Ser agressivos connosco mesmo e com estas paranóias que tanto nos afectam. Não se dêem de vencidos!! Crise económica? Que se lixe! Ainda ontem deu na TV uma reportagem de pessoas que regressaram ao mundo rural e viver das batatas que semeiam... e nenhum deles tinha cara de deprimido, antes pelo contrario! A vida continua, o resto é conversa. Desde que haja comer para encher a tripa valeu!

Um granda abraço (mas sem muito contacto físico para não haver bixanices e choraminguices, eheheh :D). Força!

EDIT: Video sobre EXERCICIO E DEPRESSÃO
[video=youtube;U2zl6OrkyCM]http://www.youtube.com/watch?v=U2zl6OrkyCM[/video]
 
Last edited:
Boas a todos
"andrextr" tens toda a razão do mundo!
Força pessoal façam exercicio fisico com vontade, não se vitimizem e perguntem-se a vocês mesmo "Temos HOMEM ou não crl ??? Vou ou não vou ultrapassar esta m***!????"
É mandar os problemas para trás das costas, pulso forte, e ir em frente, encarem as coisas com humor, assim se constroi um futuro mais risonho.
Com optimismo o impossivel parece facil, e todas as grandes maratonas começam com uma pequena pedalada.
Boas pedaladas
 
Ninguem disse que era facil, mas pensar que é dificil é pior. Tenta fazer o que te sugeri, mesmo que nao te apeteça. Inscreve-te num desporto qualquer de grupo ou vai para o parque exercitar com amigos. Arranja qualquer coisa para dar uns murros :D Se começares a fazer isso, por muito que te custe inicialmente, vai ajudar a "linearizar" as coisas :)

Já experimentaste fazer isso? Então se não, vai fazer, e volta cá para contar como foi. Se não resultar, devolvo-te o dinheiro :D
 
Pessoal, atenção.... infelizmente as coisas não são assim tão lineares, antes fossem...
Olá Netwolf
O meu propósito é tentar ajudar e nada mais e por isso aqui te deixo uma humilde sugestão.
Pois bem, tenta aproximar-te de alguém que viva com o mesmo problema e estabelece a ti próprio o desafio de o ajudar, pois se alguém sabe o quanto (e como) elas doem, deves ser tú. Quer-me parecer que quando te sentires útil nessa função, vais perceber melhor que também podes ultrapassar a situação.
Muitas coisas que nos acontecem na nossa vida têm duas faces, tú podes (mas também deves) escolher a melhor para ti.
"Tens levado" com umas pedras??????? então já agora aproveita, apanha-as e constrói um castelo com elas.
Um abraço e votos de uma breve reviravolta:cool:
 
Espero que recuperes dessa situação desagradávél,todos nós temos momentos na nossa vida em que batemos muito no estado da nossa existencia, amizades,profissão,relações. Uma coisa podes ter a certeza a vida são dois dias e um é passado a dormir, força não desistas e a bike e os teus colegas do pedal irão te ajudar nessas horas não pensas em mais nada, comigo resultou.
 
Antes de mais muita força para o netwolf nesta má fase da sua vida.

As depressões são TERRIVÉIS, e atenção que nem sempre todos os casos são iguais.
Não generalizem as situações de recuperação.

Depressão é depressão, entra-se nela e sai-se sempre da mesma forma, ponto - será mesmo assim?

Depressão é das coisas mais sérias que existe no foro das doenças psicológicas.
É muito lindo agora estarmos para aqui a dizer isto ou aquilo para tentar ajudar, estando nós bem.
Quando se está com uma depressão nivel 3 nada nos interessa, nada importa, existem pessoas que nem aos filhos ligam.

Não é só levantando o rabo do sofá e ir para a rua correr que vai ser a solução para muita gente com depressões.
Não há duvida que vai ajudar em muito...mas não se pode ficar por aí. Uns tem mais força que outros.
Vejam o caso do tabaco - enquanto uns deixam sem grandes dificuldades, outros tem de ir a consultas, comprar pensos de nicotina, etc.

Uma boa medicação é fundamental e temos também de ver os antecedentes familiares, que em muito influenciam este tipo de doenças.

Já agora - sabiam que a depressão, em termos médicos, não é considerada uma doença?
 
Boas, vim aqui dar o meu testemunho.
Que eu saiba nunca tive nenhuma depressão, mas o mesmo não posso dizer de crises de ansiedade e ataques de panico.
Posso dizer que com muita força de vontade e determinação, consegue-se ultrapassar quase tudo. Depois de viver um terror autentico por causa da ansiedade com ataques de panico á mistura, posso dizer que estou a 90%. Sempre fui uma pessoa ansiosa no bom sentido, e devido a uma mudança de ambiente de trabalho (para melhor !!) e de vida, mudou-me a vida. Juntamente com a ansiedade vieram varias fobias (agorafobia, medo de andar de avião, hipocondria...) que agora estão todas ultrapassadas menos a de andar de avião.
Houve uma altura em que ao jogar futebol, bastava uma mini corrida para me tirar o folego todo. Estive 6 meses sem praticar nenhum desporto, o que so piorou a minha situação.
Resolvi mudar drasticamente e hoje não passo uma semana sem pedalar ou jogar tenis. Curiosamente são os dois desportos que eu recomendo. O btt toda a gente sabe o bem que faz ao corpo e a alma, e o tenis é excelente para aliviar stresses.
Isto tudo aconteceu á uns 3 anos e hoje sou feliz e quase recuperado (quase, porque a ansiedade infelizmente nunca se vai embora, e as crises por vezes acontecem). Ainda ando com o victan em SOS, mas já nem me lembro da ultima vez que o tomei.
Vim só dar o meu contributo para ajudar o pessoal que tem problemas para saberem que com força de vontade, e muito desporto a coisa vai lá. É só darem a volta a esta caixinha complicada que temos dentro do cranio.

As melhoras a todos
Cumps
 
Bem desde já um voto de força a todos, como aluno da cadeira de psicologia do desporto, tenho vindo a descobrir o quanto a motivação e o pensar positivamente ajuda na conquista e superação de problemas, eu também sou diabético não sofro do mesmo que vocês é certo mas compreendo um pouco, e apoio-me em certos atletas e feitos destes para ter força para continuar e para isso deixo-vos aqui dois vídeos, os quais assisto vezes sem conta principalmente quando estou desmotivado e espero que vos venha a dar força:
- http://www.youtube.com/watch?v=dDnrLv6z-mM
- http://www.youtube.com/watch?v=j477p3AvLGY&feature=related

Enjoy
 
Bom, lá me calhou a sarda a mim...

Estive durante umas horitas, a pensar se deveria postar isto aqui... no pensamento de "bom se calhar não sou único, com sorte ajudo alguém" e também um pouco em "que se fo** ! pior não fica!" acabei por achar que não perdia nada...

Comecei a fazer btt em 2005, altura essa que eu gosto de chamar "período perfeito". Apesar das dificuldades em praticar btt devido a pouca aceitação da família, a minha avó foi sempre o meu pilar. Foi ela que comprou a primeira bike em 2008. uma gary fisher, e era lá que eu ia mudar de roupa e tomar um banho, antes de ir para casa, se chegasse a casa cheio de lama, ia levar na cabeça. A minha avó sempre me apoio na ideia de querer fazer BTT.

A coisa foi se tornando mais seria, e no meu ultimo ano de juvenil, fiz a minha primeira prova a serio de XCO no 14º/15 circuito de btt norte alentejano (não me lembro bem em que ano foi). Correu lindamente! Entrei em 5 provas, numa tive um furo e não acabei, e ganhei as outras 4, fiz segundo na geral, mas fiquei super feliz. Nesta altura já era +/- apoiado pela família, e as minhas avós (avó e bisavó) sempre me ia comprado o que fazia falta, dentro das suas limitações.

A coisa foi ficando mais e mais séria. Nesta altura começava a ficar rabugento se não pedalasse pelo menos 10 minutos por dia. xD
Sai da primaria e lá fui para a escola "dos grandes". Para alem do habitual humor típico da idade, o começar a ter noção da sociedade fútil onde estava também não ajudou muito, mas ia se indo.


No final de 2010 a expectativa era grande, ia federar-me para participar no campeonato nacional/ taça, ou la o que raio era na altura. Parecia fácil, tinha feito bons resultados quase sempre, treinava bastante e era ambicioso, porque não haveria de arranjar equipa e ajuda para entrar na taça? pensei eu...

Bom, não se arranjou patrocínios, nenhuma equipa se mostrou interessada em ajudar a levar mais um jovem atleta, não me federei, e foi como se tivesse levado uma sova!
Via as noticias e pensava " Fod***! x milhões de euros por 1 jogador?! minha nossa... eu com 2 ou 3 mil euros, fazia a época toda, e ainda sobrava muito dinheiro"
Bom, na realidade com isto desmotivei bastante, mais do que pensava possível. E acabei por andar afastado disto por uns meses.

Um convite para ir dar assistência a um colega numa das prova da taça, voltou a acordar o bicho! Lembro-me que nos 2 ou 3 meses a seguir a isso, treinei quem nem um louco, era só planos para a próxima época.

Em 2011, a mesma historia. Volta-mos outra vez para o fundo, com isto aliado a outros variados problemas típicos da idade, comecei a procurar paz (idade do armário! F*CK YEA!).

Nesta altura tentava ao máximo ficar por casa, ouvir musica descansado o dia inteiro, e acabei por sair da escola em Fevereiro, depois de chumbar por faltas. Obviamente e com razão, os meus pais castigaram-me, e acabei por trabalhar umas semanas nas obras, a fazer trabalho de trolha.

Em abrir deste ano, a minha rica avó, faleceu. Nunca tinha perdido alguém tão próximo e tão importante, ela é que estava comigo todos os dias até ir para a escola aos 6 anos, ela e que me criou, e principalmente, era foi a única a acreditar em mim quando quis fazer BTT. Fora umas semanas no mínimo fu***das...

Acabei por ficar isolado em casa até Setembro quando voltei a escola, num curso que odiava por não ter aberto mais nada. Não tive coragem de voltar a tentar federar-me para competir a serio, que era o que realmente gostava.
Bom nisto vai vai vai, mais uns problemas típicos da idade, desde a morte da minha avó que me sentia abaixo de mer**.

Depois de chumbar um ano, perder a mulher que me criou, desistir do meu principal hobby/objectivo, entrar num curso de me**da, e ver que provavelmente o meu futuro seria a trabalhar horas para não ganhar nada, numa sociedade repugnante e ao mesmo tempo, a sentir-me inútil por que queixar de tudo sabendo que ha muito gente com muito menos. Bom, nunca tinha falado com ninguém, e o balão acabou por estoirar...

Em Setembro do ano passado lá fui parar as urgências depois de fazer umas asneiras que não vale a pena relembrar.
Mandaram-me para casa com montes de anti-depressivos e sei lá mais o que para tomar. Acho que me sentia ainda pior, para alem de tudo o que me tinha levado aquilo, tinha tambem ainda mais o peso de ter desapontado toda a família.
Felizmente tive a sorte de ter uns pais impecáveis, alias, toda a família foi impecável, tive a sorte de a enfermeira que nos dava formação (curso de auxiliar de saúde) ser para alem de uma óptima professora, uma óptima profissional, e principalmente uma optima amiga.
Acabei por sair do curso para tentar algo que goste este ano, e tenho ficado aqui pela paz de casa, e a ajuda de alguns amigos para ir distraindo a alma.

Quando deixei de fazer btt, em 2011, tinha 57 kg... agora passado um ano, tenho 72.
A coisa de uma semana, levei a minha Orbea lanza a fazer uma revisão, com intenções de voltar a andar.

Não minto, o que eu gosto mesmo, é de competição, dava tudo para ter oportunidade de treinar com orientação de quem sabe, representar uma equipa que acredite em mim, e principalmente, correr como federado, naquelas maravilhosas pistas de XCO que eu tanto gosto!
No entanto, acho que não tenho coragem de tentar sequer. Vejo alguns amigos com que corria quando me iniciei, lembro-me que até tinha ficado a frente de alguns na altura, mas agora, eles que nunca pararam, estão puras maquinas!
Alem disso, a minha família não pode mais sustentar este dispendioso hobby. A bike esta desactualizada, a técnica perdida, a resistência já a perdi a muito.


Peço desde já desculpa pelo testamento.
Sinceramente, tenho até vergonha de aqui postar isto... mas espero por algumas palavras sabias.
 
Last edited:
Marcelo,

Tens de levantar a cabeça, ver que afinal até tens muita sorte com o que tens e pedalar, pedalar muito. Penso que não terás de te federar já, podes ir puxando pelo "cabedal" , ganhando forma e acima de tudo desfrutares, divertir-te e ganhar saúde. A bicicleta é o melhor anti-depressivo que poderás tomar.
Acredita que não és o único, não serás o último e muito menos tens a pior vida do mundo. Aproveita o que tens de bom e pensa que existe sempre alguém muito pior que tu. Vê aqueles deficientes com forças de vontade incríveis que nos fazem sentir pequenos. Se aqueles conseguem determinadas coisas, nós sem ter aqueles problemas estamos muitas vezes a tentar encontrar problemas /desculpas onde nada existe. Não penses que és o único, és apenas mais um com esta doença que afecta mais gente do que se pensa e o facto de teres percebido algumas coisas tem de te dar forças para andar em frente.

Força!
 
O pior já passou, acho.
Desde já obrigado pela resposta, e pelas maravilhosas pm de apoio que recebi.

Vou ver se recomeço a dar umas voltas, hoje foi a primeira, mas estiquei me demais e cheguei todo roto. :rolleyes:
cumprimentos
 
Fiquei impressionado pelo o que li...o mal já passou e o importante é tares aqui e poder treinar de novo...esta desactualizada? perdeste o ritmo? perdeste a resistencia? isso é o menos mal...com força, vontade e dedicação consegues ganhar tudo isso de novo...tu consegues ;)
 
Marcelo

Força nisso, ainda és novo tens muito para dar, e só tu quereres...
A tua avo pode já não estar entre ti mas deixou te cá tudo o que e preciso para recomeçares e em grande, se tu desistes agora só mostrava que o esforço que a tua avo fez em vida fez por ti ia tudo por água abaixo...

O homem sonha a obra nasce
FORÇA NISSO :)
 
Ó Marcelo, com 17 anos e já te estás a massacrar dessa maneira homem...
A vida é mesmo assim, tem os seus altos e baixos, porque o ser humano não pode só viver de alegrias.

Tu apenas estás a atravessar uma fase um pouco mais conturbada da tua vida e tens de aprender a lidar com essa frustração. O teu sonho não morreu ainda. És jovem, tens familia, tens saúde e estás VIVO. Que mais importa?
Se não competires no btt podes sempre competir noutras arêas, e acredita que há muitas por aí. Não leves isso tão a sério e vais ver que melhores dias virão e que a esperança é a última a morrer. Tem fé, pois é nestas alturas que a vida testa a nossa força perante as adversidades.

E não faças comparações com a evolução dos teus amigos, pois nunca sabes o que a vida um dia também lhes pode reservar.
Define as tuas prioridades e vai com calma porque ainda és muito novo para stressar dessa forma.
A vida não é nenhuma competição, é para viver com calma e serenidade, de outra forma acabas por ficar velho num instante.

Quanto ao falecimento da tua avó só te posso dizer que me identifiquei muito contigo nesse aspecto, porque como tu, também eu fui praticamente criado pela minha avó materna. Era ela que me levava á escola e que me dava as melhores prendas.
O que estás a passar é normal pois já está mais que provado que a morte de um parente próximo (mãe, tio, irmão, etc) pode despoletar ataques de pânico, crises de ansiedade e/ou depressões. E se for de morte súbita (como a do meu sogro) então ainda é bem pior.

Só por curiosidade, no ano em que nasceste, eu numa semana mudei de casa, de emprego e de namorada...tudo de uma só vez, mas "joguei a bola para a frente" (como dizem os brasileiros) e hoje posso-te garantir que tenho um emprego melhor, uma casa própria e uma mulher e um filho que adoro.
Força e pensamento positivo.

P.s - Não deixes de tomar da noite para o dia anti-depressivos. Faz um desmame como deve ser.
 
Last edited: