[Crónica] Chaves - Santiago de Compostela

#1
Caros colegas do pedal, gostaria de vos contar o passeio que 27 amigos fizeram entre os dias 15 e 17 de Junho, com o apoio da BICIBRAGA.

Dia 15 - Chaves - Ourense (93kms)

Saimos de Chaves por volta das 9:30, até à hora do almoço andámos bastante por estrada e passámos por algumas aldeias tipicas desta zona, (muita pedra), a parte de tarde foi a mais espectacular, com uma subida em que algumas partes tiveram que ser feitas à mão, e demorar cerca de 1 hora para se fazerem 5kms, no fim da subida a paragem num cafe para se beberem umas coca-colas ou cervejinhas, e se passar ás descidas algumas delas em singletracks e bastante rápidas, para se chegar a Ourense por volta das 19:30

Dia 16 - Ourense - Sileda (81 kms)

O 2º dia começou às 9:30 com passagem pelo meio da cidade, e logo aos 10kms, uma fantástica subida de cerca de 4kms a deixar o grupo espalhado pela subida, depois desta dificuldade inicial, rolámos por caminhos alguns deles com centenas de anos até à paragem para almoço com metade da etapa feita. Até aqui o calor era mais que muito, mas quando saimos para a segunda parte o céu à nossa frente começava a escurecer e não prometia nada de bom. Efectivamente não muito tempo depois começou a chover, e que chuva meus amigos, uma trovoada daquelas e que nos acompanhou por mais de 30 kms, mas mesmo assim deu para apreciar o caminho que era muito bonito, mas tambem bastante difícil, muito sobe e desce com passagens por algumas pontes romanas e rios magnificos para se tomar banho, só que chovia tanto que o banho já estava a ser tomado, a chegada a Sileda aconteceu por volta das 19:00, com bastante cansaço acumulado.

Dia 17 - Sileda - Santiago (46 kms)

O 3º dia começou por volta das 9:30 de modo a que se percorressem os ultimos kms e podermos chegar a Santiago antes do Portugal-Irão, este dia era bastante mais curto que os anteriores, mas mesmo assim com algumas dificuldades, no meio da etapa uma descida vertiginosa em alcatrão até ao rio, mas como é normal depois duma grande descida uma grande subida, e mais uma vez o grupo foi esticando e o pessoal a ficar espalhado pelo monte acima, após esta dificuldade a parte final foi ainda com algumas subidas, mas bastante mais simples, de modo que chegamos a Santiago um pouco antes das 13:00.

Para a BICIBRAGA um obrigado por tudo, talvez só mesmo um reparo para a falta que um GPS fez em algumas situações, mas que foram resolvidas a contento, para todo o pessoal saudações, e um especial abraço aos 5 magnificos que foram comigo desde Lisboa para esta aventura.

Este foi o 2º ano consecutivo que nos aventurámos por estas andanças, e a quem comigo fez estes dois maravilhosos passeios um MUITO OBRIGADO, para o ano lá estarei.
 
#2
Re: Chaves - Santiago de Compostela

Existe neste percurso as devidas sinalizações que encontramos no caminho Portugues de Santiago?
 
#3
Re: Chaves - Santiago de Compostela

Existem algumas zonas, em que o caminho não está tão bem sinalizado, principalmente após a passagem por Verin e em Ourense, de resto existem as famosas setas amarelas, e as conhecidas Vieiras com a distância que falta para Santiago, isto se não tiverem levado a placa com a distância.

Um Abraço
 
#4
Re: Chaves - Santiago de Compostela

De facto foi mais uma experiência única. Depois de fazer o Caminho Português no ano passado voltamos desta feita para a parte final da Via da Prata cujo inicio é em Sevilha e no seu total tem uma extensão de mais de 700 Km. Julgavamos ser semelhante ao Caminho Português, mas não é! Muito mais duro, subidas cobertas de pedras em que quase se faz trial para conseguir andar, Km e Km sempre a subir sem poder descansar as pernas e algumas descidas que depois de feitas se tomava a consciência que de facto era muito perigosas.

O primeiro dia foi realmente complicado não só devido à extensão, 96 Km, mas porque havia uns topos a conquistar durante a etapa. O inicio da tarde foi muito complicado onde tivemos de passar em zonas onde seguramente um cavalo se sentia aflito para andar, e nós com a bicicleta às costas ou ao empurrão. O calor era muito e só mesmo um café no Caminho onde se pode beber uma água, cola ou cerveja conseguiu dar animo à malta. Chegamos a Ourense cansados mas prontos para novo dia!

No entanto tudo o que envolve o Caminho é místico e então o segundo dia debaixo de uma tempestade em que olhavamos em frente e viamos os relâmpagos a rasgar o cêu e depois o som do trovão que parecia mesmo em cima de nós faz qualquer pessoa sentir-se minima perante tal força. Chuva torrencial sempre a cair durante 4 horas com caminhos transformados em rios e alguns até pareciam "rápidos" e nem se via o que estaria por baixo de tanta àgua. A chegada a Sileda depois de 80 Km foi uma grande sensação.

Por fim a chegada a Santiago. Acho que só estando lá para perceber a sensação. Deve ser por isso que muitos séculos a esta parte milhares de pessoas, como peregrinos ou não, fazem este Caminho e o sentimento mantem-se.


Para o ano se houver mais lá estarei!
 
#5
Re: Chaves - Santiago de Compostela

Aqui vão algumas fotos do passeio....

Ainda em cima do carro..



..parte do pessoal antes da partida...



.. a bela da subidinha...





.. o descanso após uma hora a subir.... :roll:



.. os seis manfios de Lisboa, à saida de Ourense



... mais umas subidas...





.. uma imagem muito vista... :arrow:





.. a chegada :p

 
#6
Re: Chaves - Santiago de Compostela

Guerreia!
Tens informações mais especificas q me possas dar uma vez q estou a pensar realizar este percurso, coisas do tipo traks, locais de dormidas, etc.?
Ficaria muito agradecido
 
#7
Re: Chaves - Santiago de Compostela

Paulo,

Não tenho tracks nenhuns pois não tenho GPS, tal como já disse e tal como noutros posts já foi comentado, o caminho está marcado com setas amarelas e 'vieiras', nalguns pontos melhor que noutros, mas as pessoas são bastante simpáticas e todas te sabem explicar por onde tens de ir no caso de te perderes.

Em relação às dormidas nós ficámos em hoteis, mas existem muitos albergues pelo caminho onde se pode ficar por um preço bastante mais acessivel, a única questão relaciona-se com a segurança da bicicleta, tens que ter cuidado para que não 'fuja'.

Leva uma máquina fotográfica pois tens trilhos muito bonitos que convem registar.

Boas pedaladas
 
#10
Parabéns pela conquista, mas digo-vos uma coisa, a parte mais espetacular deste Caminho, é mesmo a parte Portuguesa... aí sim, para quem já fez o Caminho completo entende isso. Parabéns na mesma