"cornitos" no guiador: prós vs contras

#21
Há uns 10 anos atrás, a bicla que não tivesse cornos não era uma verdadeira btt, actualmente é ao contrário.
Ou seja os cornos cairam em desgraça, não sei bem porquê.
De facto dão jeito nas subidas e não só, mas que também é um facto que actualmente quase ninguém os usa.
Será por uma questão de moda?
Acho que só as biclas do continente já trazem cornos, as boas máquinas não.
 
#22
xingu said:
Há uns 10 anos atrás, a bicla que não tivesse cornos não era uma verdadeira btt, actualmente é ao contrário.
Ou seja os cornos cairam em desgraça, não sei bem porquê.
De facto dão jeito nas subidas e não só, mas que também é um facto que actualmente quase ninguém os usa.
Muito bem observado.

xingu said:
Será por uma questão de moda?
Acho que só as biclas do continente já trazem cornos, as boas máquinas não.
Ora aí está!!
Concordo em pleno com esta avaliação.
 
#23
pintainho said:
xingu said:
Há uns 10 anos atrás, a bicla que não tivesse cornos não era uma verdadeira btt, actualmente é ao contrário.
Ou seja os cornos cairam em desgraça, não sei bem porquê.
De facto dão jeito nas subidas e não só, mas que também é um facto que actualmente quase ninguém os usa.
Muito bem observado.

xingu said:
Será por uma questão de moda?
Acho que só as biclas do continente já trazem cornos, as boas máquinas não.
Ora aí está!!
Concordo em pleno com esta avaliação.
As bikes do continente têm tecnologia de há 10 anos atras
 
#25
OBiklas said:
não gosto de usar(não me consigo adaptar), ficam horriveis na bike e são um perigo a descer...
tu também ficas horrivel na bike e mais... :lol:
eu tenho que "peixeirar" aqui... ficam horriveis?? baaah... ficam espectaculares (desde que não seja guiador elevado)... quanto ao perigo a descer... é menor o perigo por descer com cornos do que com guiadores cum 2 metros de largura e sobre-elevados! (perdoem a hiperbole...) :evil:
 
#26
Eu sou daqueles que têm cornos,e gosto dos cornos.
Não os uso por estética, pois se liga-se a boniteza, em vez de andar numa kona, andava montado na ... (fica para o imaginário das mentes preversas :twisted: ), nem nunco compro nada para estética, só por ser util.
Neste caso, os cornos, são bastante uteis para os casos já referidos de posicionamente, mobilidade das mãos... mas para mim, o mais importante, é o facto que nas subidas mais inclinadas, os cornos fazem com que a parte da frente da bicicleta não levante.

Concordo tambem com a desvantajem dos ramos, pois já me despejou duas vezes para o chão, deixando umas tatoos muito giras a nível dos cotovelos.
Curiosidade: os primeiros que tive, eram uns cornos grandes, que curvavam até ficarem paralelos ao guiador, nunca me mandaram ao chão, pois os ramos não se prendiam, agora tenho uns mais curtos, que provocam os tais vôos picados pro chão.
 
#27
card050

Finalmente encontro neste fórum um ciclista da mais bela cidade de Portugal e minha terra-natal (AMARANTE). Por motivos de ordem profissional resido em Coimbra, juntamente com a minha mulher (orgulhosa Torrejana) e a minha filha (3 anos e 9 meses).

Mas, falando do que interessa...
Há quem não coloque extensores no guiador por uma questão meramente estética.
Na minha modesta opinião, os ditos "cornos" apenas ficam mal nos guiadores sobre-elevados.

Quanto à melhoria da "performance", principalmente nas subidas mais prolongadas, começei a utilizar de uma forma mais intensiva os extensores e noto melhorias, nomeadamente a nivel respiratório, uma vez que a posição ergonómica em cima da bicicleta é totalmente diferente e permite-me uma maior amplitude de movimentos.

Fiz essa experiência na dificil Serra do Carvalho, em Vila Nova de Poiares e senti-me +/- bem no final da subida, e digo +/- porque são 9 km quase sempre a subir (a parte final é demolidora).

A todos desejo muitas pedaladas e nenhuma queda.

:yeah: :yeah: :yeah: :yeah: :yeah:
 
#28
Ora bem cá vou eu mandar o meu bitaite :mrgreen:
ora ja tive cornos ja tirei, ja voltei a ter, voltei a tirar....enfim nao me decidia...mas cá vai a minha opiniao: em xc ou ox como preferirem nao acho assim tao necessários qto isso, pois as provas sao curtas existe mais tecnica e as subidas nao sao assim nada por ai alem...se bem que o Brentjens nao os dispensa( no fundo eu é que sou cromo xD), mas pra maratonas ja acho que os cornitos fazem falta, mais kms, subidas maiores maior cansaço...etc, logo convem ir alterando a posiçao das maos no guiador.se bem que neste momento uso os cornitos pois treino mais em estrada e a posiçao assim assemelha-se mais á posiçao na bike de estrada...mas pronto isso depende dos gostos de cada qual :wink:
 
#29
Como referi no meu anterior post neste tópico, andava a pensar colocar uns extensores no meu guiador.
Como entretanto o meu novo quadro já chegou, aproveitei a altura da montagem do mesmo e de mais uns componentes que alterei e resolvi colocar os mesmos no guiador.
Facto curioso: coloquei uns da Pro, em aluminio, que pesam 65 gramas e me custaram 15€. Da mesma marca, existiam uns em carbono, muito feios na minha opinião, pesavam 62 gramas e custavam à volta de 50€. Curioso, não é?
 
#30
MrOrbea said:
Ora bem cá vou eu mandar o meu bitaite :mrgreen:
ora ja tive cornos ja tirei, ja voltei a ter, voltei a tirar....enfim nao me decidia...mas cá vai a minha opiniao: em xc ou ox como preferirem nao acho assim tao necessários qto isso, pois as provas sao curtas existe mais tecnica e as subidas nao sao assim nada por ai alem...se bem que o Brentjens nao os dispensa( no fundo eu é que sou cromo xD), mas pra maratonas ja acho que os cornitos fazem falta, mais kms, subidas maiores maior cansaço...etc, logo convem ir alterando a posiçao das maos no guiador.se bem que neste momento uso os cornitos pois treino mais em estrada e a posiçao assim assemelha-se mais á posiçao na bike de estrada...mas pronto isso depende dos gostos de cada qual :wink:
Só dizes é M*rd* :choneh: :choneh: :choneh:

Com que então nas provas de xc os corninhos são dispensaveis porque são provas rápidas? Precisamente por serem rápidas é que eles são precisos..para as subidas, sprints..etc!

Então tu que fazes o campeonato de xc e dizes uma barbaridade destas, para além de que tens uns na bike :suabesta:

Cá pra mim não teres ido ao Troia-Sagres afectou-te a mioleira todinha :mrgreen:
 
#31
OBiklas said:
não gosto de usar(não me consigo adaptar), ficam horriveis na bike e são um perigo a descer...
A questão é mesmo esta, há 10 anos atrás não dizias isso, e usavas. :wink: ai de quem não os usa-se...
Hoje em dia, por uma questão de marketing das grandes marcas, os cornos deixaram de ser instalados nas bikes de origem, e portanto deixou de ser Fashion usa-los, porque se há uns 10 anos toda, mas mesmo toda a gente os usava (apenas o pessoal do DH não os usava) porque será que de repente se tornaram feios, perigosos, etc? :roll:
Penso que também tem a ver com o facto das bikes de hoje em dia, terem um ar mais agressivo, mais ligado ao espirito radical do DH, e portanto os volantes elevados e a ausencia de cornos fazem a imagem mais radical das bikes.
Os puristas dos volantes planos (raros) ainda devem usar os "cornos" :mrgreen:
Pesoalmente não acho nada feios e até os acho muito uteis, tanto nas subidas como nas grandes distâncias, no entanto também eu me moldei á moda troquei o volante plano por um elevado preto, e tirei os cornos, é assim há que acompanhar a moda! :wink:
Quanto á tecnologia usada, os cornos não têm nada a ver com tecnologia, apenas são um acessório que há uns anitos era o melhor que havia e hoje é o pior que há :mrgreen:
tal como as garrafinhas de água agarradas á bike, não fica melhor um camel back?

Quanto aos prós e contras?
bem acho os cornos úteis, para distâncias mais longas, para as subidas, para descançar as mãos e os ombros.
Contra eles apenas encontro a parte estética, a qual é muito subjectiva, apenas ficam mal quando o pessoal os coloca todos virados para cima em vez de os colocarem paralelos ao guiador, já vi os cornos na vertival, a fazerem um ângulo de 90º com o guiador tipo cornos de vaca e ai sim ficam mesmo á bimbo!
mas se forem colocados para a frente á touro, até ficam com pintarola.
 
#32
cristovao martins said:
Como referi no meu anterior post neste tópico, andava a pensar colocar uns extensores no meu guiador.
Como entretanto o meu novo quadro já chegou, aproveitei a altura da montagem do mesmo e de mais uns componentes que alterei e resolvi colocar os mesmos no guiador.
Facto curioso: coloquei uns da Pro, em aluminio, que pesam 65 gramas e me custaram 15€. Da mesma marca, existiam uns em carbono, muito feios na minha opinião, pesavam 62 gramas e custavam à volta de 50€. Curioso, não é?
E se fossem em ouro pesavam 1kg e custavam uns ...€ :mrgreen:
 
#33
A minha opinião é: Antes no guiador do que na testa! ehehehehehe....

Agora a sério: Eu não uso ( nem na testa nem na bike ) mas já andei em bikes que os têm e aquilo é jeitoso para subir e rolar mas não achei assim grandes vantagens!

Boas pedaladas
 
#35
Ainda há pessoal que chama aquilo a que nos agarramos na BTT e que nos permite levá-la para onde queremos - VOLANTE?????, por acaso é redondo? Não será apenas única e exclusivamente um GUIADOR?!?!

E agora que é NATAL e temos menos tempo, os que se enganaram na denominação do "bicho" vão escrever 50.000 vezes - GUIADOR - Olé...

Feliz Natal pessoal e um Ano Novo Cheio de Propriedades (tudo)

Mário Alpiarça
 
#36
Eu escrevo VOLANTE ou GUIADOR, porque sim... 8)
Ou então escrevo GUIADOR e VOLANTE...também porque sim... 8)
...como volante quer dizer que voa, e a minha bike voa, então é volante... 8)
quando não voa é guiador :wink:
...Guiador=volante
 

Alf

Active Member
#38
Ludos said:
Volta e meia arrepio-me todo quando leio o banco, o volante da bicicleta, enfim... já estou como outro que dizia "Dá-me uma zanga chamarem a uma galinha franga".


Foi offtopic eu sei, mas queria aqui lançar um apelo: Usem extensores pequeninos! dão para descansar as mãos e não ficam muito mal... agora não usem daqueles com 12cm... raisparta que aquilo é feio!!! :s
 
#39
Olá Pessoal...

Para além do que escrevi neste tópico existe um outro conveniente que me esqueci de enunciar. Os avanços têm capital importância nas quedas para não danificar as manetes dos travões.

Já agora gostaria de dizer que julgo que os avanços não estão fora de moda, para isso basta ver uma prova da Taça do Mundo de XCO ou Maratona, os grandes ciclistas quase todos têm, por será? Devem ser foleiros, Retros? Não, conhecem perfeitamente os benefícios dos avanços.

Quanto às quedas que provocam? Então o guiador também não, e a técnica também não, e então a corrente e o desviador traseiro também não costumam estragar as festas, sendo assim compra uma PS.

Tchau

Mário Alpiarça