Chuva, lama e "o Diabo a 4"

#1
Ontem e após uma paragem de 1 mês resolvi sair "independentemente do tempo", considero-me um rider pacato, com um andamento normal, que evita arrancar com chuva, mas ontem......................................já desesperado por não andar............ telefonei a um colega meu e fomos andar à chuva, fizemos uns trilhos de mato, a chafurdar na lama, com chuva intensa..... FOI FENOMENAL!
Honestamente, foi uma sensação de libertação altamente.... cheguei a casa com lama por todo o lado, foi muito fixe, quero voltar a repetir.
Já aconteceu isto a alguém?
Um abraço.
 
#3
Hoje quando fui ver a bike, notei que devo ter lama no pedaleiro, sinto-o a "moer", Shimano LX, existe algum truque caseiro para a tirar ou é melhor ir ao mecânico?
Thanks in Advance
 
#7
adora andar nas cheias... quando chove torrencialmente, passar por dentro de poças de agua mais fundas que rios muitas vezes....

até me pinto todo... :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

depois vem sempre os prejuizos... o ano passado fartei-me de andar á chuva, foram duas correntes e um eixo pedaleiro... :evil: :evil: :evil: :evil:

fiquem bem...
 
#8
oi pessoal
pois tb sou demente por coisas relacionadas com esforço fisico durante uma enorme carga de água...lol... a gaita é q sou miupe e ñ da mt geito borrar os vidritos!
de resto se alguem aqui pos lados do oeste quiser comapanhia pa ir borar a pintura pós lados da lagoa de obidos.. contactem!

boas montadas
 
#9
Se não sabes de mecãnica é melhor ir ao técnico porque se não isso gripa e terás de comprar novo.
Se queres saber como se faz, eu explico!
1 - Terás de desapertar as porcas dos pedias nota que a esquerda a rosca para desapertar é para a direita.
2 - A seguir teras que tirar os pedias que é a parte mais difícil pois estes devem estar presos, pois em princípio eles devem ser cónicos!
3 - Desapertas o bloco pedalairo, retira-o e assim podes limpá-lo com gasolina, depois deitas-lhe um spray de corrente e é so voltar a montar trudo.
Quaquer esclarecimento liga para o meu mail.
"fjcpires@gmail.com"
 
#11
BOAS,

domingo passou se o mesmo comigo fui andar na lama :D :D muito bom é assim que eu gosto.

no teu caso foi a pedaleira no meu foi o pedal de encaixe onoff sinto uma esfera/rolamento fora do sitio :s vou ter que comprar outros :(
 

Alf

Active Member
#13
Same here: não gosto de sair com chuva, mas andar à chuva e com lama... :twisted:

Até já tenho saudades :mrgreen:

Agora arrancar com chuva... :grrr:

"Sai da cama, vem para a lama" :mrgreen:
 
#14
Em Fevereiro deste ano fui assolado por um temporal em plena Serra do Carvalho (Vila Nova de Poiares).
A chuva era tanta que até doía. Foi demais.
Só não gostei do tralho provocado pelas folhas de eucalipto.

Não esqueçam o impermeável e desfrutem da chuva.

Boas molhas. :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:
 
#15
Bravellir said:
Odeio arrancar com chuva. Adoro chafurdar na lama e andar com tempo mau :D em certas alturas concordo que é uma libertação tremenda..
Sem dúvida subscrevo por completo o teu pensamento.

tenho muitas saidas com chuva e algumas delas de não ver nada à frente, mas há uma que me marcou foi na volta a Mafra 2006 onde os últimos 35 kms dos 100 foram feitos com o meu amigo FG de baixo de chuva forte, vento e muita lama. sentia-me um heroi (não sei do quê) mas um autêntico invencível.
 
#16
Mais um deste lado
Não à nada como depois de um dia de trabalho, chegar a casa pegar na bike e no kit de luzes e bota lume.
Quando chego a casa até entope o ralo do chuveiro. :mrgreen:
Que alegria passar em todas as poças e se possivel mandar agua para o gajo que vem ao lado :twisted:
P.S: ando tanto no inverno que quando vem o tempo mais quente e não levo o impermiavel a 1ª vez, arranho todo no mato.
Bota a esgravetar
 
#19
Contra um lago, ou lá para dentro. :mrgreen:
Eu por acaso estou como o Brave.
Ao sair, de casa se estiver a chover desanimo um bocado, mas no trilho se começar a chover, aí sim é do melhor.
Um prazer chafordar na lama, encharcar-se por completo, chegar a casa com o dobro do peso, e sem engordar.
O pior mesmo é o material, mas quem quer peixe molha o dito.
Força nesses pedais, chova ou faça sol.
 
#20
Concordo com todos, é uma sensação de liberdade enorme andarmos ali no meio da lama e com a chuva a bater-nos na cara sem duvida muito agradavel, e toda a adrenalina que nos da quando a bicla começa a escorregar na lama, quando temos um lago enorme e não sabemos o que vamos encontrar.

O problema é só um a factura no mecanico!!... Pelo menos para gajos como eu que so sabem andar de bicla e não percebem nada de mecanica.

No passado fim de semana passado fiz a maratona de vale do vouga, com chuva, lama e ENORMES poças, resultado final:

pastilhas travão novas, afinar mudanças porque não entrava nem uma, isto já para não falar que ainda fiz para aì uns 6 km com a roda da frente travada. Mas que deu gozo deu!!...