Chinocarbono - Darknight

#1
Pois é.
Depois de muitas indecisões e de escolhas ( embora não saiba ainda se foi a mais acertada)
lá comprei um quadro de carbono 26".

A minha Berg Trailrock 2.4 já levava umas alteraçõeszitas , e faltava-me algo.
Então lá me decidi ( muito á conta dos €uros tambem) por alterar as peças da berg para este novo quadro.

Vamos ver o que vai dar deste quadro, tem cerca de 1300gr ainda não o pesei numa balança em condições.
Não sou propriamente expert na matéria mas tenho vindo a aprender umas coisitas aqui pelo forum.
Amanha posto algumas imagens

espero alguns conselhos/ opiniões.

Abaixo fica a lista de material utilizado nesta montagem.

Quadro: Carbono MTB 26 ( china)
Rodas : DT Swiss 420SL
Suspensão : rockshox REBA RL
Desviadores : SLX ( frente e tras)
Mudanças : SLX 10V ( 3 pratos á frente)
Pedaleiro : SLX 2013 3 Pratos ( a chegar 2ª feira)
Travões : SLX
Discos : tektro Darco 160 ( Originais da berg, será o proximo upgrade não sei é quais ainda)
Guiador : koryak PRO
Avanço : Original da berg 9cm
Espigão : ......
Selim : Selle Italia Q-BIK


o mais importante é isto.
tenho transmissão completa SLX que já estava na Berg, vem agora novo pedaleiro SLX tambem mas o modelo 2013.
gostava de umas ajudas depois para um avanço, espigão e para uns discos.
o peso não é o mais importante ( pelo menos para já :p), já o preço é um pouco importante.

(se não for o sitio mais indicado para isto, peço desculpa)
 
Last edited:
#2
Boas

Desde que não tenhas problemas se é da china ou de outro país...aí perto ;) não interessa...interessa é andar. entretanto vai dando feedback dele.
Quanto às alterações, os discos devia ter sido o que podias ter mudado...se tinhas a pedaleira SLX mudar para a 2013 só mesmo por questões esteticas, eu não mudava, acho que não haverá vantagens...acho eu, falta-me saber se era necessario mudar isso.
De resto falta saber espigão e avanço, e o selim acho que é demasiado ''alto'' para o meu gosto ;) e serão estas alterações para ficar uma bike mais equilibrada, mas com calma.
venha as fotos
 
#3
Boas,

Também ando a evr uns quadros desses por isso a tua análise interessa-me bastante :D.

Avanço e espigão tenho aqui uns novos da CrankBrothers, Cobalt 3, a um preço muito bom.

Os disco eu metia uns Avid HS1 que têm uma boa relação preço/peso e não comem as pastilhas como esses todos esburacados que andam por aí :)

Vai metendo fotos.
 

Joseelias

Well-Known Member
#4
E o chinês a quem compraste o quadro dá que condições de garantia?

O quadro foi testado e aprovado de acordo com que normas de segurança? Europeias, americanas... Está certificado?

E se houver problemas de produção detectados vai contactar os clientes e fazer a recolha dos quadros do mesmo lote e substituição por novos, como a Specialized fez com uma série de quadros no passado quando detectaram uma falha potencialmente catastrófica mas que de facto nunca criou problemas porque foi resolvido antes de haver esse problema? É que o carbono falha catastroficamente, não dobra antes de partir.

Espero que tenhas tido estas questões em consideração. Dá uma olhada neste tópico: http://www.forumbtt.net/showthread.php?46461-Aten%C7%C3o-ao-material-contrafeito!/page4
 
#5
Tive um quadro chinês HT 26 que levou muita porrada e sempre aguentou, apenas me falou num acidente que nenhum sobrevivia ao choque que levou e onde levou.
Ontem montei um quadro topo de gama FS 29er de uma marca bem conhecida e fui dar uma volta para afinar as regulações. Partiu uma escora ao final de 25Km de estradões.
Fiquei a pensar.... wtf? será que todos os quadros são submetidos aos testes?
 

Joseelias

Well-Known Member
#6
synclever

Mas essa marca conhecida dá-te garantia do quadro, certo? E se tivesses um acidente grave em que precisasses de tratamento médico e se provasse que houve falha do material, com certeza que conseguirias que a marca te indemnizasse pois sabias quem eles eram, mais que não fosse num tribunal.

Podes dizer o mesmo de um quadro chinês? É que a questão é mesmo esta. Que garantias tens relativamente ao processo e qualidade de construção de cada quadro, no controlo de qualidade e com que facilidade conseguirás resolver um problema caso este surja. Problema que pode inclusive incluir questões de saúde.

Como mencionei a Specialized detectou um problema num quadro, que por sinal era de estrada e de gama bastante alta, e fez a recolha e substituição dos que andavam a circular antes de haver um problema grave. Uma empresa chinesa fará o mesmo? Ou mesmo com acidentes graves nem se preocupará em substituir o equipamento quanto mais pagar tratamentos médicos?

E se na net se começar a falar mal dos quadros desse fabricante, simplesmente mudam o nome e "siga p'ra bingo" e continuam a vender como sempre. Uma marca conhecida conseguiria fazer o mesmo com esta facilidade? Esta tem uma imagem a proteger se se quiser manter no negócio.
 
#7
Garantias = TRETAS , quem quer dá , a quem quer e quando muito bem lhe entender, se tens dúvidas pesquisa aqui pelo fórum ( não é preciso ir aos estrangeiros).
Porque senão derem garantia ainda que tenhas razaõ, o que é que fazes ? vais para tribunal ? vais denegrir a marca na internet ?,espetas com o quadro na cabeça do vendedor/loja ? no fim ficas igual !!!!
Cumps.
 

Joseelias

Well-Known Member
#8
EXAUSTO

Eu sei que isso acontece. Mas uma coisa é acontecer algumas vezes e confundir isso como sendo a norma. Claro que quem é mal servido queixa-se logo. Já a quem correm bem as coisas é menos provável que venham gabar as marcas para os fóruns. Sem estar a querer pintar as marcas como santas tenho poucas dúvidas que por cada caso que a garantia se recusa a cumprir haverá muitos mais em que cumpre essa garantia. Se não fosse assim já tinham saído do negócio porque o nível de queixas seria ensurdecedor.

Nunca tive problemas com bicicletas, mas noutro tipo de produtos as garantias funcionaram sempre sem problemas, excepto num caso que eu me lembre.

Mas uma coisa eu tenho a certeza, se as marcas se recusam a cumprir a garantia numa parte das vezes, no caso dos chineses eu tenho quase a certeza que o incumprimento pode muito bem ser quase 100% das vezes mais que não seja porque não têm representantes cá nem uma forma fácil de solucionar a questão pela distância e despesas dos envios.

Por isso, sem querer dizer que as marcas sejam infalíveis na questão das garantias discordo que o seu comportamento seja assim tão reprovável.

Lembro-me de outro caso em que a Rock Shox fez a recolha de um lote de suspensões em 2001 e que se tiveres uma suspensão desse lote, ainda hoje em 2013 eles a trocam pelo modelo actual equivalente. Mais uma vez, na China fazem Isso?
 
#9
Joseelias, onde é que achas que são feitos a maior parte dos quadros que vês ai na estrada, estou a falar dos quadros de grandes marcas.
Se calhar a fabrica que fez o quadro do colega fez também os Pirarello, os mérida e os scott... Vem tudo do mesmo sitio, so muda o selo e as condiçoes de garantia.
 
#10
Hmm, este ponto que o Override mencionou fez-me levantar uma lebre, e se, mas só se, os quadros que eles vendem, só por acaso, não passaram no teste 99 de 100 de lá das fábrica? Ou até que só passou 90% dos testes?

São muitos poucos os que irão para uma vertente AM/Trail com um quadro destes, onde a hipótese de partir é bem maior, digo eu....
 

Joseelias

Well-Known Member
#11
Override

Essa discussão já foi tida no link que coloquei acima e tu próprio já deste a resposta à tua pergunta quando dizes: "Se calhar a fabrica que fez o quadro do (...)"

Ora, isto é algo em que queres acreditar mas sobre o qual não sabes nada de concreto. Simplesmente queres acreditar. Se calhar não é...

Só para veres como as coisas não são simples:

- Pode ser feito na mesma fábrica da Scott, pelas mesmas pessoas, nos mesmo moldes e equipamentos, com os mesmo métodos de fabricação, com os mesmos materiais e cortarem no controlo de qualidade que é dos passos mais caros no fabrico de qualquer coisa. Isto é, se for para a Scott verificam de 100 em 100 bicicletas, sem autocolantes verificam de 1.000 em 1.000.

- Pode ser feito na mesma fábrica, pelas mesmas pessoas, nos mesmo moldes e equipamentos com os mesmo métodos de fabricação, e cortarem nos materiais em quantidade ou qualidade, e no controlo de qualidade

- Pode ser feito na mesma fábrica, pelas mesmas pessoas, nos mesmo moldes e equipamentos, mas com métodos de fabricação diferentes para reduzir custos (como menos tempo em estufas, etc.), e cortarem nos materiais em quantidade ou qualidade, e no controlo de qualidade

- Pode ser feito na mesma fábrica, pelas mesmas pessoas, mas com moldes e designs próprios que não foram testados em termos de engenharia, com métodos de fabricação diferentes para reduzir custos (como menos tempo em estufas, etc.), e cortarem nos materiais em quantidade ou qualidade, e no controlo de qualidade

- E finalmente ... nem ser feito em nenhuma fábrica, nem por pessoas que trabalham para grandes marcas de bicicletas, mas por uma fábrica que deitou as mãos a uns moldes. E como trabalham com carbono para outros fins têm o conhecimento suficiente para fazer um quadro brilhante e bonito, embora possa não corresponder a nenhum critério de qualidade e segurança exigido às marcas que comercializam sob o nome de uma marca na Europa e nos EUA.

Como vês, és tu que escolhes acreditar, num acto de fé, que quem faz esses quadros também fabrica para as grandes marcas baseado em Zero provas de que isso ocorre de facto. Até pode ser. Mas consegues dar uma única prova (nem peço mais) de que isso é verdade?

Consegues, ou alguém, dizer o nome da fábrica que faz quadros para a Pinarello, Specialized ou utra grande marca e dares-me o site deles no ebay onde vendem quadros de carbono? É que se consegues estaria interessado em ver.
 

Joseelias

Well-Known Member
#12
PFCJ

Também tu estás a basear-te naquilo que queres acreditar, sem uma única prova em concreto de que é isso que ocorre.

Então em digo, e se esses quadros são aqueles que só cumpriram 50% ou 30% dos critérios de qualidade e a única coisa em condições neles é que ficaram brilhantes? Tens provas que não é isso que acontece?

E se é um quadro de um lote que cumpriu 90% dos testes de qualidade e o teste que falhou foi no teste da resistência do tubo da direcção?

E quem te garante que eles não são até frágeis para Btt em estradão e nem precisam de andar a fazer AM para o rachar? Para mais, no quadro vem a dizer alguma coisa sobre o nível de resistência? Quem o compra pode vir a fazer qualquer coisa com ele...

Entendes? A verdade é que nós não sabemos nada desses quadros excepto que são de carbono, são baratos e naquilo que queremos acreditar para nos auto-convencermos de que são bons.

Não digo que os quadros não sejam bons. Mas a verdade é que não sabemos absolutamente nada, nem tens nada que te garanta seja o que for, e tanto podes apanhar um Pinarello Dogma como uma armadilha mortal.
 
#13
Tanto em bikes como em tudo o resto a grande diferença é mesmo o controlo de qualidade, que é uma das partes mais dispendiosas de todo o processo de construção do produto a seguir à investigação e desenvolvimento, que aqui como roubam a ideia não tem custos associados. lol

Eu pessoalmente compro muita coisa da china, mas um quadro, suspensão, rodas e guiador são os componentes que mais me metem medo, pois sou daquelas pessoas que não é nada meigo com as bikes, gosto de descer rápido, e uma queda no terreno que normalmente ando partia-me todo senão pior.lol

Mesmo com muitas marcas conceituadas tenho medo do carbono, pois não avisa quando vai partir.
Actualmente tenho bike de carbono mas é uma cannondale que tem dos melhores métodos de trabalhar o carbono de todas as marcas, e pode-se encontrar alguns videos de como eles testam os quadros, o que dá uma segurança extra.
 
#14
Joseelias, tens razão em muito do que dizes e se na tua opinião não compensa comprar produtos chineses que não sejam de marcas ocidentais tudo bem, não quer dizer que na opinião de outros não possa compensar.

O facto de serem mais baratos os produtos chineses não quer obrigatoriamente dizer que tenham menos qualidade.
Podem não usar ainda as mais recentes disposições das fibras para obter diferentes propriedades em diferentes partes do quadro como algumas marcas já fazem actualmente, podem poupar no desenvolvimento do design e geometria por copiarem de forma aproximada o que já existe no mercado, podem poupar por não ter um controlo tão exacto na aplicação de epoxy e por isso aplicarem por excesso e os quadros saírem ligeiramente mais pesados e com variâncias de peso ligeiramente maiores, mas a grande razão porque é mais barato é porque vendem com margens de lucro muito menores do que as marcas.
O que se passou com componentes de bicicleta foi o mesmo que se passou com quase tudo, as grandes marcas ocidentais produziam caro nos seus países e vendiam caro, depois moveram a produção para chinas e afins e passaram a produzir barato, mas no entanto continuaram a vender caro.

Depois há a questão de não haver distribuição e por isso torna-se impraticável accionar garantias por causa dos portes de envio, se bem que no entanto existem marcas chinesas que dão garantia e fazem questão de conhecer e resolver qualquer problema que o comprador tenha para ter uma boa imagem de marca e resolver o problema na produção. Nisso as marcas chinesas são como as ocidentais, há dumas e doutras.
E também há marcas chineses que fazem testes de resistência aos seus quadros e mostram os resultados.

Existem produtos e marcas chinesas com muito boa reputação em forums internacionais, como é o caso do quadro LTK023 da ltbike ou os aros em carbono da light-bicycle. Fazendo uma boa pesquisa antes, podem-se comprar bons produtos chineses poupando a carteira e sem correr riscos desnecessários. O único risco que se corre e era desnecessário é a alfandega que demora meses a despachar as encomendas e para além das despesas e do IVA podem meter taxas ao totoloto!


DarknightOM, sabes qual é o fabricante do teu quadro?
Então e fotos?
 

Joseelias

Well-Known Member
#15
FiCaçador

Também concordo com tudo o que dizes. E a minha questão resume-se simplesmente a isto: não sabemos nada desses quadros e fabricantes e a compra desse material é uma questão de fé pura.

Tenho a certeza que alguns trabalham com esmero e têm orgulho em trabalhar bem para apresentar um produto de qualidade. Mas quem são eles de entre tantos os que vendem?

Há algum tempo atrás quando andei de volta desta questão li boas criticas de um vendedor/fabricante em fóruns internacionais. Acabei por dar uma olhada na página do ebay deles e acho que no site também e apesar da sua simplicidade e de ser muito antiquada quando comparado com os sites das empresas ocidentais vi que entre as imagens de venda dos seus quadros continha algumas fotos da bicicleta montada com um chinês a segura-la.

O que é curioso neste caso é que a bicicleta em causa tinha pintura e no quadro o nome do fabricante. Salvo erro no tubo diagonal estava escrito com caracteres ocidentais um nome chinês, e no tubo horizontal algo escrito em chinês.

Ora, neste caso parecia haver orgulho no produto que apresentavam ao ponto de colocarem uma bicicleta montada, com o quadro pintado e a marca lá estampada. Não tiveram medo de lá pôr o nome. Possivelmente até tiveram orgulho nisso! E isso, do que me foi possível avaliar, era bom sinal embora ninguém no ocidente o quisesse por vergonha de ter um quadro a dizer Ching-Lao Pei ou qualquer coisa parecida. Para falar verdade até acho que soava melhor, mais na linha de Jet-Li ou parecido. De certeza que para cá vendem apenas quadros em carbono nu pois apesar de eles se esforçarem em pôr um nome num quadro, ninguém o vai querer ostentar.

O que me ocorreu na altura é que se quisesse comprar um quadro de carbono da China, seria daquela marca não apenas pelas criticas mas porque vi orgulho nos seus produtos. E ia querer com a marca chinesa lá escrita só para escandalizar o pessoal da "marcas"! Bom, mas isso sou eu que ando com uma bike de Cromoly de 1996... :D

Pessoalmente nada me move contra a China ou com os materiais lá feitos.
 
#16
Não nos esqueçamos quem é o maior produtor e fabricante de material em compósitos de carbono... A CHINA.
Claro, que (em teoria...) um quadro de determinada marca ou outro componente (devia) deverá ter um controlo de qualidade e inspecção mais cuidado.
No entanto, até no material cirúrgico, vem tudo do mesmo lado.

É o mesmo com os ecrãs. Há 2 ou 3 fabricantes e o resto é conversa. São IGUAIS, mesma especificação, mesma tolerãncia, mesmo acabamento. Acabam montados em "caixotes" diferentes e aí entra a marca. A "maquilhagem".
Como engenheiro mecânico, posso assegurar o que acabo de dizer. É o memso nos motores, nas bombas, nos Ar-condicionado e por aí fora.

Há 2 ou 3 que fornecem os outros todos.
Isto para "designs" iguais.
Para designs "originais" desses fabricantes e como lá chegaram ou porque o fizeram não podemos atestar.
Agora em termos de material... sejamos racionais. Claro que o acabamento conta. Senão vejam como são orientadas e montadas as peças em fibra de carbono de um Pagani. Aquilo custa mais que os demais não porque o carbono deles é melhor... apenas é mais bonito, montado com outro preceito e está perfeito o alinhamento. EM termos de rigidez da fibra usada? Acho que não é diferente de um Ferrari, Porsche, etc. Tudo isso conta para encarecer um dado produto e não esqueçamos o mais importante.... os Olhos COMEM

Isto faz-me lembrar um célebre filme que aí anda a circular de um "mecânico" de bicicletas a destruir um guiador "FSA" da "tanga"... Pois eu queria ver o estado do guiador antes dele o partir como parte.
Até porque estas réplicas "ranhosas e que não prestam" são de liga de alumínio forrado com uma camada de carbono. O o gajo é muito forte, ou então o guiador já estava partido e pronto a mostrar que não vale nada.
 
#17
Em relação às ábricas, a referencia incontornável: a a-pro, propriedade da Giant, o maior fabricante mundial de quadros de bicicletas e fornecedor de praticamente todas as marcas do mundo, se calhar, com excepção da Merida que é o segundo maior construtor e rival da Giant.
 
#19
Sim, também acho que isso dos quadro china não vale muito a pena discutir que só compra quem quer.

Eu estou interessado em montar um quadro desses usando também as peças da minha actual quando comprar uma bike que ando a namorar à uns meses. Assim ficava com uma semi-rígida 26'.

Tenho particular interesse no processo de compra. A maioria da malta compra no Ebay, amazon? Ou existe algum site mais adequado pra coisa?

Ou coisa, DarknightOM;
Não ponderas-te aquelas marcas tipo RCZ e afins em vez do Chinocarbono? A diferença de preço é assim tanta?
Eu sei que existem mais umas quantas marcas dessas agora não me recordo os nomes. Mas secalhar por mais uns euros compensa ao menos ponderar.

cumpz e boas pedaladas
 
#20
Podes sempre ver os sites www . flyxii . com ou www . x-goods . com (sem os espaços), são vendidos no e-bay como a_baygoods.
Não digo que tenham uma marca a defender, mas pelo menos já existem alguns comentários sobre o material e os vendedores, se bem que ao comprares directamente pelo e-bay, tens o buyer protection, que pelo menos te permite abrir uma disputa com o vendedor no sentido de seres reembolsado, isto só no processo de compra, garantias é outra conversa.
Abraços