Centro de BTT da Batalha - Pia do Urso

Boas Jorge

tenho estado tentado a fazer o percurso 6, até porque é um dos poucos que ainda não fiz, assim como o 4, mas se avisas assim uma coisa tão dura assinala o km em que surge e qual a amplitude (comprimento/altitude ou inclinação)

Mesmo assim não sou de desmotivar pelas tuas palavras ... se é duro tem de ser feito :eek:

Se for possivel será um destes domingos de Setembro,
;)
 
pessoal não coloquem placas de ferro, senão estão a encher o cu aos sucateiros, não pensem que o cimento aguenta, será sempre uma pequena sapata enterrada na terra que não segura nada...:mad:
O civismo das pessoas é que tem que prevalecer...
 
jplopes:

A tal subida que eu falo vê-se bem no gráfico da altimetria. É a maior de todas.
Nós começamos o percurso na pia do urso e penso que isso também não ajudou nada. Apanhamos a subida já cansados e à hora do calor. Penso que se começar na batalha como é sugerido no site é bem melhor.
O resto do percurso é acessivel fisicamente. Tecnicamente é bastante desafiante e requer alguma "coragem" em algumas partes.

 
Bem sei que é muito tarde mas só agora me lembrei de tentar arranjar companhia para o P4 amanhã.
Alguem por aí que queira ir? A ideia é sair da batalha por volta das 09:00.
Vou sair de leiria a pedalar por volta das 08:30.
Já fui varias vezes até á Batalha e são cerca de 25 minutos.
 
Boas Cansado!
espero que a voltinha tenha sido boa!
podes contar aqui como foi... como estão as marcações!
Apesar de continuarem a cair placas a uma velocidade estonteante, continua muita gente empenhada na sua recolocação!
boas pedaladas!
 
Boa noite pessoal, sobre a voltinha, correu tudo bem. Só agora reparei que tinha convidado a malta para o P4.
A ideia era o P6 que foi o que fiz. Sou da zona e por isso já tinha feito a maior parte dos trilhos.
Como tambem já tinha feito o P4, acaba por ser bastante coincidente. Mas gostei muito do percurso do P6.
É muito equilibrado em termos de km/dificuldade/técnica. Quanto a marcações não queria teclar sobre isso aqui
até porque tem sempre alguma subjectividade. E pior que isso não consigo referenciar as zonas que poderiam ser
melhor marcadas. Aproveito na mesma para alertar para algumas marcações que "desapareceram". Só ficou o prumo.
Mas pior que isso foi antes de descer para a zona da reixida. Desapareceram com a totalidade das marcações e barraram
o percurso com fitas em 3 pontos. Julgo que será algum privado que não quer que passem por ali.
Iniciei o percurso na batalha e logo aí julgo que seria interessante ter uma placa com os percurso como está no Centro de BTT, até para
assinalar o que poderia ser o inicio ali na batalha. Ainda dentro da batalha tive alguma dificuldade em seguir o percurso. No restante percurso,
noto sobretudo a falta de placas com X a indicar que o caminho não é por ali. Seria uma grande ajuda. Quanto as placas, o branco
com simbologia amarela não é muito visivel. Para dificultar mais um pouco, os caracois devem muito do amarelo e cobrem as setas,
de maneira que temos que parar para ver para que lado aponta a seta. hehe.
 
Boas Cansado,
obrigado pela descrição da tua volta...
quanto aos reportes que fazes vou enviar para as bike patrols dessa zona verificarem o que se passa em relação à fitas...
Quanto ao "...Iniciei o percurso na batalha e logo aí julgo que seria interessante ter uma placa com os percurso como está no Centro de BTT, até paraassinalar o que poderia ser o inicio ali na batalha"...
devo dizer-te que sim, existe um placard precisamente igual ao do centro de BTT, está colocado junto ao parque de estacionamento de autocarros do Mosteiro, precisamente onde se inicia o P7/P4 e onde o P6 retorna à Pia!
Quanto às placas de trilho errado, sou completamente da tua opinião, mais, temos feito esforços no sentido de colocá-las em sitios estratégicos para que caso não "se veja" a de direção temos sempre a de proibição para nos indicar de igual forma a direcção que devemos tomar!

obrigado e boas pedaladas!
 
Olá Pedro, não reparei na placa. É um percurso que gostaria de fazer contigo para partilhar ideias sobre
as marcações "in loco". Quanto ás fitas que referi, são sensivelmente ao km 45 partinda da batalha.
Seguimos no estradão que dá acesso á subida da maunça, saimos desse estradao virando á esquerda,
continuamos por estradao em descida até que saimos dele virando á direita para um ST. Aquele que tem
umas subidas FDP tipo parede. Pois é no cimo dessa segunda parede que estão as fitas. A primeira rasgei,
depois as outras 2 deixei ficar antes que o dono visse. Depois disto é a descida até Amoreira / Rio seco.
Se conseguir lembrar de outros locais vou teclando.
 
Boas Cansado!
os bike patrols dessa zona já estão no terreno a verificar a situação... e caso se justifique o percurso será alterado! Obrigado!
Quanto ao pedalarmos um dia destes é só combinar!
Prox. quarta feira p.ex. devo estar disponivel para dar uma curva! Vai ter que ser muito soft, as férias foram grandes... :)
depois mais perto partilho aqui a hora, o local e a volta provável! Mas passará sempre por trilhar os caminhos do CBTT!
boas pedaladas!
 
Quero imformar que o P7 tem placas de sinalização do percurso em falta e outras parecem estar mal colocadas propositadamente, o que é de lamentar
mas existem por aí muitos "inergumes" que não têm mais nada para fazer...
 
Quero imformar que o P7 tem placas de sinalização do percurso em falta e outras parecem estar mal colocadas propositadamente, o que é de lamentar
mas existem por aí muitos "inergumes" que não têm mais nada para fazer...
Boas nandobtt,
este percurso, infelizmente, tem sido o mais fustigado pelo vandalismo nos percursos do CBTT, no entanto estão agendadas acções de manutenção exaustiva do mesmo. Ainda assim, podem sempre "sacar" o track GPS no site da CMB.

obrigado pelos reports!

Bem hajam, boas pedaladas!!!!
 
p7

Boas nandobtt,
este percurso, infelizmente, tem sido o mais fustigado pelo vandalismo nos percursos do CBTT, no entanto estão agendadas acções de manutenção exaustiva do mesmo. Ainda assim, podem sempre "sacar" o track GPS no site da CMB.

obrigado pelos reports!

Bem hajam, boas pedaladas!!!!
Agradecia que quando essa manutençao for feita, imformassem aqui no forum. Obrigado.
 
Boas
peço desculpa mas como andei muito ocupado desde 6ª feira acabei por não responder a tempo ... mas deixo a minha reacção à experiência de hoje.

Porque às vezes temos de experienciar sensações diferentes ... hoje fizemos isso. Percurso muito dificil??? nem tanto assim ... talvez em apenas algumas passagens demasiado angulosas ;-) como a maunça que se pode chamar o exilibris do percurso, mas bastante dificil para ser toda feita em cima dela ...
Na minha opinião e não fosse as condições ambiente do grupo, foi 5 estrelas. Como já dizia a minha avó, se não tens barriga, não vás a bodas ... Grupo impecável, com percurso mais sofrido por alguns, mas na minha opinião simplesmente fantástico.

Agora só me falta passar o dia no P4 ;-) para o ano 2013!

Subida longa a merecer aplicação pessoal de todos os membros do grupo a seguir, ao Reguengo do Fétal. Boa subida para treino. Devia estar cá mais perto ;-)

Reparos apenas:
- sinalização danificada entre os km 10 e 15, com remoção apenas do autocolante do percurso 6 antes de se chegar ao troço de percurso danificado por pessoas sem escrupulos
- track publicado não tem co-relação com o existente! Teria sido alterado?
- bons single tracks intermediados por passagens de asfalto, que deviam ser suprimidas ou pelo menos minimizadas, em minha opinião

track em:
http://connect.garmin.com/activity/235730103

Obrigado por nos deixarem o termo-sifão ao dispôr, ainda que não para mim, pois no fim destas estupadas de bike cai mesmo bem é agua fria, para os meus colegas ficaram maravilhados com a temperatura da água. Boa passagem pelo snack-bar da Pia de Urso, com reposição do estrago feito em mais de 55 km, com as recuperações ao grupos mais atrasados
Obrigado ainda por um dia de BTT bem passado e com uma sorte de não ter sido apanhados pela chuva durante a maioria da circulação ... apenas com humidade inicial a assustar ;-)

Voltaremos em 2013 para fazer o p4 :)))
 
este sábado estive pela primeira vez no Centro de BTT e por uma questão de tempo (estava previsto ir à Festibike) fiz o percurso 2. Quanto ao percurso propriamente acho que está impecável, todo limpo, com subidas, descidas, e rectas para todo o gosto, com alguns single tracks giros, com passagens por zonas de floresta, com tudo, uma mistura de muitos caminhos diferentes e com um grau de dificuldade baixo, é um percurso azul.

O pior mesmo são as marcações, péssimas... As placas são muito pequenas e setas amarelas com o fundo branco só dá para perceber para onde se vai quando se está em cima da placa, mas placas mal colocadas e na parte final deste percurso (a partir dos 20km) começam a faltar algumas, ia com GPS por isso não me perdi, sem GPS não tinha hipótese. Estive na Batalha na apresentação dos Centros de BTT feita pela UVP/FPC e percebo que as placas estão homologadas e seguiram o modelo francês mas não faz sentido serem tão pequenas, ou se quiserem placas pequenas para não estragar a natureza nunca deviam ser setas amarelas em cima de fundo branco... Ou se fossem com essa cor as setas deviam ter o rebordo a preto para facilitar. E nas descidas rápidas deviam haver mais sinalização... Falhei dois single-tracks a descer... Mas acredito que quem vá muito devagar até funcione, mas quando eu digo muito devagar é mesmo muito devagar, é mais oribtt...

As instalações físicas são impecáveis e tudo limpinho. Com parque de merendas e tudo. Quando acabei a volta às 12.00 chegou um autocarro de reformados que fez do centro de BTT uma casa de banho para 50 pessoas mas pronto... Está lá é para todos...

Resumindo: Tudo 5 estrelas, marcações uma estrela... por culpa das placas brancas e amarelas, por culpa de serem muito pequenas, por culpa de algumas não estarem sequer no sitio e outras (poucas) estão mal colocadas...
 
O centro para ser homologado pela FPC deve ter de obedecer aos critérios da UCI. O tamanho e a sinalética devem ser os homologados por essa instituição, pois já fiz uns circuitos certificados em França pela federação francesa (na zona do Jura) e as placas eram exatamente iguais. Julgo que a atenção acrescida às placas é parte do desafio que eles consideram relevante.