29er Cannondale F29 C3 2014 M "Factory Racing" - Diário de bordo de uma perneta

"Awesome bike", boas Fábio tenho o saguaro atrás é qquer coisa de espectacular, no entanto acho que não durou como estava à espera, ja li sobre os barzo, depois deixa um feedback pois em breve precisarei para a frente tbem....
 
Obrigado ;)
Também acho que o saguaro está a ir embora um bocado rápido, mas vale a pena pelo grip que tem! O saguaro ainda só fez 80kms mas até agora aprovadissimo, faz muito barulho mesmo a rolar em alcatrão, tanto que pensei que tivesse furado na primeira volta lol.
 
Ora bem, venho só aqui dizer que fiz a segunda revisão à lefty e foi o normal apenas, até agora sempre impecável no funcionamento e sem desgaste nenhum anormal.
E venho também dizer que após 1 ano e 6 meses vão aparecer novidades! Após colocar o sistema 1x11 não fiz mais nenhum upgrade, mas finalmente vou trocar algo na bike que estou descontente desde sempre, quem se lembrar mais para trás sabe do que falo eheh.
Amanha em princípio haverá fotos!
 

Insignia

Well-Known Member
Os meus eram tao bons que ao desapertar o tubo da seringa de sangrar saiu a rosca de plastico toda que tava na manete... usando o kit magura.
Troquei por uns m395 e estes, gama mais baixa da shimano, comparando com os magura sao TOP :D

Sao travoes muito bons para deitar fora
 
Last edited:
Eu estou a gostar bastante dos MAGURA MT4... venho de Shimano SLX!!?

Tenho a bike faz quase dois meses.. conta com cerca de 600km...
No Domingo lixei a tinta da escora traseira esquerda.. nao caí, andei pelos matos...deve ter sido um tronco.... :(


PS: Esses eram os MT2... depois a Cannondale começou a equipar as F29 C3, com MT4 ( apesar de nas fichas técnicas referir MT2)
 
A nível de fiabilidade não tenho nada a apontar de negativo nos MT2! Em dois anos nunca me deixaram ficar mal, nunca houve perdas de potência nem ar no circuito, nada! Apenas não gosto do feeling que transmitem e não gosto das manetes, eu gosto de travar só com um dedo e as manetes eram enormes... Dosear a travagem também não é um ponto forte deles. As pastilhas podem também nunca ter ajudado muito, verdade seja dita que nunca procurei umas realmente boas para tentar dar a volta à situação.

Quanto aos MT4, já apertei uns exatamente numa cannondale e já não tem nada a ver com os MT2 isso é certo. E cheguei a experimentar uns mt6(?) de 4 pistons numa jekyl e adorei, mas pronto isso já não é travao para ter numa rígida.
 
E cá estão as esperadas fotos e a análise!
Ora bem, foram precisas duas ou três travadelas até ficarem no ponto, estava com receio dos discos por serem os "velhos" mas não senti nada de anormal além de uma travagem excelente! Eu já gostava dos XT 2012/13 mas estes são MUITO superiores a meu ver, são incrivelmente progressivos, precisos e aquelas manetes são um mimo para quem gosta de travar apenas com um dedo tal como eu. Sinto que consigo dosear a travagem ao milímetro, acabo por derrapar muito menos com a roda de trás. Nos outros era tipo ou bloqueia ou não paras! Nestes sinto que consigo parar muito mais rápido e com muito menos dificuldade.
Resumindo, acho que fiz um excelente upgrade em relação preço/qualidade, considero uns travões sólidos e bonitos , a única coisa que me deixa pena é o facto de ter agora o cockpit mais "sujo" devido a ter braçadeiras independentes mas pronto isso não é nada de relevante. Agora falta saber como se portam a longo prazo a nível de manutenção e continuidade de eficácia.
Para já aconselho vivamente a qualquer um sem pestanejar.







 
Primeiro post actualizado com o material mais recente. Desde que meti 1x11 ficou sub10 mas agora tenho pneus mais pesados e troquei os MT2 pelos XT, portanto tenho de a "re-pesar". Espero que não passe dos 10 :)
 

Pronta para o ABC.
Levou a 4ª corrente XX1, esta descuidei-me um pouco e acabou por passar um bocado do limite do medidor e acabou por fazer 1400kms, mais 400 do que a anterior. Mas hoje fui fazer uma volta de teste e portou-se impecavelmente bem!
Levou também um no Saguaro, foi toda revisionista e lubrificada... Estou ansioso para ir pedalar com menos lama e menos frio nos Algarves eheh :D
 
A ultima corrente que usei fez 2500km, e ainda estava a meio do medidor, tal com tu pus uma transmissão 1x11, e a corrente já vai com 1900km!
Não estas a mudar a corrente muito cedo?
Assim sendo vemo-nos no ABC!! ;P
 
não não está crave.

Aliás muita gente recomenda troca de correntes no máximo aos 1000km's, e depende do tipo de terreno que fazes.

Se andas em terrenos que forças muito, até abaixo dos 1000 ela já começa a pedir para trocar. Se fazes terrenos muito rolantes, aí se calhar chegas aos 2000km's e ainda está bem.

Eu por exemplo, se deixasse a minha 1ªcorrente chegar aos 1500km's, já me iria ver grego para aquilo assentar a 2ª.

Eu pessoalmente gosto da ideia de 3 correntes a trocar a cada 1000km's mais coisa menos coisa. Tem funcionado comigo.
 
A ultima corrente que usei fez 2500km, e ainda estava a meio do medidor, tal com tu pus uma transmissão 1x11, e a corrente já vai com 1900km!
Não estas a mudar a corrente muito cedo?
Assim sendo vemo-nos no ABC!! ;P
Vendo pelo medidor e ao trocar no valor recomendado:
1ª corrente - 935kms
2ª corrente - 1093kms
3ª corrente - 1448kms
Na terceira descuidei-me um pouco e passou um bocado do limite.
Não sei se com os kms na cassete e no prato acabe por forçar menos a corrente, a verdade é que foram aumentado uns kms de corrente para corrente.
Então lá nos vemos no ABC ;)

não não está crave.

Aliás muita gente recomenda troca de correntes no máximo aos 1000km's, e depende do tipo de terreno que fazes.

Se andas em terrenos que forças muito, até abaixo dos 1000 ela já começa a pedir para trocar. Se fazes terrenos muito rolantes, aí se calhar chegas aos 2000km's e ainda está bem.

Eu por exemplo, se deixasse a minha 1ªcorrente chegar aos 1500km's, já me iria ver grego para aquilo assentar a 2ª.

Eu pessoalmente gosto da ideia de 3 correntes a trocar a cada 1000km's mais coisa menos coisa. Tem funcionado comigo.
Eu não faço muitos kms rolantes em BTT, mas por acaso também pedalo mais em cadencia do que em força. Mas faço muitas maratonas durante o ano, a maioria dos kms é feita a "fundo".
Para já estou super satisfeito, a cassete X01 está-se a portar lindamente, prato XX1 idem e roldanas também.
Nesta ultima revisão levou cabo das mudanças e parece que tinha um sistema novo :)
Tenho optado sempre por correntes XX1 e na cassete quando tiver de trocar vou-me manter na X01, estou a ver que compensa o investimento.