Bicicletas baratas..

MAs é mesmo a partir de 300 euros ja arranjas algo bom e convem ir a uma loja especializada nisso sempre e mais fiavel, eu fui a um amigo do meu pai, por exemplo. Uma bike de 50 euros no mato e para ter alguma queda grave eu ja tive uma de 60 e metime por uns trilhos impenei aquilo todo a caixa de direcção ficou case solta, as mudanças ficaram desafinadas e os travões rebentaram ao tentar travar aos 40 km/h numa descida, mas isso já foi o meu primo que ia nela ele partiu se todo e ficou com uma pedra na mão que teve que irr ao medico tirar.
 
Eu já disse que tenho uma de 50 já com 4/5 anos a unica coisa que lhe aconteceu foi a caixa de direcção ficar com folga (arranjou-se com 10 €) e uma roda empenada que ainda está por desempenar. A unica queda que se teve foi em alcatrão e o meu irmão fez uma derrapagem e partiu um pedal com duas cambalhotas.
 
Ainda dizem que bicicletas de 220€ não são resistêntes xD Tava hoje todo contente a fazer o meu treino quando num ponto do meu trajeto esqueci-me que havia um buraco após um pequeno salto... Eu sempre a acelarar quando vejo o buraco já estava dentro dele :fpalm:e vejo a bicicleta a dar para ai umas 3 cambalhotas, levanto-me a ver se ninguem me tinha visto :rolleyes: pego na bicicleta e apenas tinha um arranhão no guiador, pois fui de boca mesmo xD Ainda fiz para ai mais uns 6 km até acabar o meu treino, laveia e lubrifiquei pois amanha ela vai á revisão e está como se não tivesse acontecido nada. Até hoje ( menos de 2 meses de uso) já tive 2 acidentes :fpalm:Sou um perigo do caraças ahaha
 
Pois exactamente uma pessoa tem que ter cabeça quando vai andar.
Eu acho que erraste em compra a 1.3 por causa da suspensão ser zoom
e desafina muito rápido. Se tu reparares essa só tem a mais o travão de disco á frente
doque a 1.2. O que achas mais de diferente entre as duas??
 
Nunca tive nem nunca testei a 1.2 mas pelo preço de cada uma optei pelo 1.3 pois podia ia até esse orçamento. Agora a relaçao do desafinar... Está tudo bem e como já tinha dito vou todos os dias para o meio do monte, tanto como as mudanças e travoes. Acho que é uma boa compra para o dinheiro que é.
 
Algum dos que diz que uma bike de 50€ serve já fez BTT puro e duro? Ou sabe o que é? Uma bike de 50 euros nao tem a resistencia de uma de 300 numa descida mais durita, nums drops desfaz-se toda e os periféricos... nem falar...
É apenas a minha opinião. Se alguém me provar o contrário...
 
Last edited:
a minha RR 6.0 também para o que faço atualmente serve e foi boa compra (250€). está nova, mas também só deve ter uns 600kms em 6 meses. só me chateio quando tenho que levar 18 ou 19kg ao ombro, mas é raro. os travões ainda estao com a afinação de origem e fazem o que preciso. a transmissao já levou uma afinaçao minha (nao percebo muito mas a verdade é que melhorou mto significativamente) mas porta-se bem. a pintura só se estragou no guiador (sitio onde a lanterna encaixa) com a "turbulência" . o selim está bem apertado e está bem oleada. mas a realidade é que já levou "do duro". especialmente no trilho do pocinho da torre a 1a vez que o fiz (ainda bem que tenho full suspension). conclusao:
serve para dar as minhas voltas na arrabida (20-30-35 km) mas com a evolução vai ser preciso algo melhor. só espero que a crise vá antes desta necessidade vir ;)

boas pedaladas
 
Ora aqui está um velho tema que sempre suscita acesas discussões...

A minha opinião é que:

1- É fundamental ter noção do que se vai exigir à bike: se é só para ir ao pão, a de 50€ é mais que suficiente; se é para alta competição, a de 5000€ pode não chegar...

2- Se é, por exemplo, para fazer umas simples meias-maratonas de 40-50km sem aspirações a resultados, é muito difícil conseguir uma bike nova minimamente fiável por menos de 300€ ou 400€. Não quer dizer que uma bike de 100€ não chegue ao fim, mas os travões e a transmissão vão desafinar, as folgas começam a aparecer por todo o lado, as rodas empenam, as suspensões "roubam" uma boa parte do esforço que se faz e a probabilidade de se partir qualquer coisa é muito elevada.

3- Por outro lado, quando se começa a subir nos preços a partir de um certo ponto (digamos, uns 500€ para uma hardtail), começa sobretudo a ganhar-se em melhoria do funcionamento dos componentes e redução de peso, e não tanto em fiabilidade. Daí que, na minha opinião, não é necessário gastar-se uma fortuna para a pratica da modalidade, desde que não haja aspirações a resultados desportivos.

Cumps
 

oliana

Active Member
Quem quiser provar que uma bike de 50 euros com montagem de origem, faz uma saída de 20 km de puro xc sem nada a apontar, venha ter comigo!
Para além de ficar a conhecer bons trilhos na zona de Palmela, vai ter a oportunidade de colocar á prova essa máquina.
Estou a brincar, ok. Acho que estava a pôr em perigo a pessoa em causa.
Sejam razoáveis! Eu tambem já tive bikes dessas. Travões vbrakes de plástico ou ainda pior; discos mecânicos de fiabilidade 0. Do resto não vale a pena falar. A cada saída, ainda que soft, há sempre uma peça que "arde". E o pior é que nem vale a pena colocar igual, do mais barato pois vai acontecer o mesmo mais tarde. Uma peça fiável vai custar metade da bike.
E comparar uma bike de 250/300 euros, bem escolhida, com essas, é mesmo só desconversar. Uma peça ali, outra aqui e com pouco mais o divertimento com alguma segurança está garantido.
Quanto aos donos das máquinas de 50 euros, limitem-se a ir comprar o pão, o jornal ou algo para o almoço! Não saiam do alcatrão!
 
Hoje testemunhei uma bicicleta do Continente em acção:
Um trilho num pinhal, ia-se bastante devagar, a roda da frente bate numa raiz (nada de especial note-se), a pessoa cai ao chão e a roda fica literalmente feita num oito.

Muito cuidadinho ao usar essas bicicletas baratas...
 
Boas pessoal, permitam-me deixar aqui a minha humilde opinião, em forma de perguntas de retórica:
- Para quê gastar milhares de euros numa bike, se ainda não temos pernas para fazer mais de uma dízia de kilómetros?
- Para quê enterrar milhares de euros numa bike, se ainda vamos cometer tantos erros e dar tantas quedas em trilhos de principiantes?
- Por quê queimar milhares de euros numa bike, se quando já estivermos confiantes e minimamente tecnicistas, ela vai estar pronta para ser trocada ou reparada?

Não estou a criticar quem o faz, longe de mim tal intenção, apenas acho que há uma altura para gastar pouco e outra altura para gastar mais (mas isto claro que irá depender das possibilidades financeiras de cada um, dos objectivos de cada um, da experiência de cada um, da maneira de pensar de cada um... e esta é a minha).

Tal como quem tem um Citroen AX só vai conseguir fazer o que a maquina permitir, enquanto que se tivesse um Audi S8 conseguiria fazer muito mais... quem compra uma bike de poucas dezenas de euros só vai até onde a máquina permitir, enquanto que se tivesse uma bike de uns milhares de euros conseguisse fazer muito mais.

Mas o mais importante mesmo é andar de bike, curtir muito cada kilómetro feito e ir aprendendo cada vez mais... o resto vai lá com o tempo e com mais euros!

Grande abraço a todos,
Xandinhu
 
Uma coisa são milhares de euros...outra são tipo 200€

Olha que andei a pesquisar para um amigo, e encontras bikes por 200€ usadas (naquele caso com 1 ano) e com optimos componentes para o preço. Transmissão deore, travoes AVID juicy 3, suspensao suntour com bloqueio....

E atenção a uma coisa, a partir de um certo preço nas bikes, não se aumenta a resistencia da bike, nem a fiabilidade, so se diminui o peso (e por vezes a fiabiidade)
 
Boas

Eu andei a ver preços de bikes novas, e aquilo que eu pretendia gastar que seria perto de 300 euros (e queria comprar 2, uma para mim outra para a minha filha), fiquei logo a ver que nem nos continentes nem nos jumbos iria comprar fosse o que fosse com o minimo de durabilidade.

Acabei por comprar uma Scott, summitt penso que de 2006 ou 2007 em bom estado por 90 Euros e uma Berg com suspensão total, práticamente nova de 2010 por 130 Euros e fiquei perfeitamente bem servido.

Existe muito material em bom estado em 2ª mão, é uma questão de procurar, e por vezes vale mais do que comprar coisinhas baratas novas que depois se revelam um poço de dinheiro, pois ou acabam no lixo, ou arrumadas na garagem ou a serem reparadas e a levar material todas as vezes que se sai para dar uma volta.

Básicamente, e eu ando nisto á pouc otempo e estou a adorar, o que interessa é dar umas voltas e curtir da melhor maneira possivél.
 

oliana

Active Member
Para quê gastar mil euros num pc quando aquele que temos há 5/6 anos ainda dá para fazer aquilo que queremos, só que um pouco mais limitado.
O meu pc custou 400 euros há 5 anos e ainda só comprei ratos porque são os desgraçados que pagam as brancas da torre. Não me faz falta muito mais.
A bike foi comprada na mesma altura e custou 1150 euros. Está praticamente de origem sem grandes alterações nos periféricos. Apenas uns travões e manípulos xtr que vieram de graça e os consumíveis que se vão desgastando. Ando 3 vezes por semana. Tive uma de 300 euros durante 4 anos e deu perfeitamente para me divertir. Comparar com a atual é o mesmo que comparar o buraco do cu com uma feira qualquer (como diz o ditado)
Porque é que continuam a bater na tecla do dinheiro que os outros gastam.
Cada qual sabe de si e das suas prioridades.
Há quem gaste 50 euros numa bicicleta e critique os outros que gastam mais e depois vão gastar 1500 num computador. Está 4 horas por dia agarrado ao pc e faz 2 horas semanais de bicicleta.
Deixem-se disso. As pessoas não são todas iguais. Há quem passe a vida a ostentar grandes bikes sem ter pernas para elas. Ou aqueles que o fazem e andam apenas uma semana. Não podem ser levados a sério.
E quem gasta 50 euros numa bicicleta e vem tambem para aqui comparar esse "molho de ferros" com uma bike de 200/300 euros, não falando nas outras, para fazer um btt mais ou menos seguro tambem não podem ser levado a sério.
Só por anedota!
E há muito bom material em 2ª mão á venda. Porque não tambem pensar nessas boas opções. Eu já o tenho feito!
 
Last edited: