Bicicleta para All Mountain..

#21
Bem...
Confesso que não tirei fotos pois, estava tta gente que até incomodava...

Contudo, foi bom pois permitiu ver modelos que não conhecia e experimentar outros.

Experimentei a Trek Remedy. Gostei muito, mas não achei que a suspensão fosse capaz de ler correctamente o terreno. Talvez o amortecedor não estivesse carregado para o meu peso. Pareceu-me uma bike com uma suspensão muito XC e uma geometria DH penalizada pela indefinição. Ainda assim gostei muito.

À Stumpjumper fui dar uma olhadela e não me convenceu (nunca gostei da marca e está fora de questão para mim).

Levava muitas esperanças na Mondraker Foxy R que saíram goradas pois além de muito feia a bicicleta não tem uma geometria nada agradável e a qualidade de construção deixa muito a desejar.

Outra que me deixou desiludido foi a Cannondale Jeckyll que, ao que me pareceu, ainda tem de ser trabalhada. Parece inacabada e incapaz, com pouca definição do objectivo.

Por outro lado gostei muito da Cube Stereo Pro (2300 euros), apesar de não ter experimentado, e em especial da Giant Reign 2 (2100 euros) que está agora no topo das minhas preferências. Quadro muito bem construído, boas suspensões, tem apenas um ponto fraco no cubo traseiro Shimano e nos travões também eles Shimano provenientes de uma linha branca. A transmissão não é topo de gama mas aceita-se.



Gostei ainda da Mongoose (reaparecida) com a sua Teocali Elite, que equipa a nova RS Sector que, é ainda uma surpresa. O preço é, também ele, uma surpresa.


A Lapierre tem piada mas os preços são demasiado elevados e os amortecedores traseiros nesta gama de preços não tem plataforma o que compromete muito o uso da bike em subidas. No entanto têm piada.

As restantes marcas não me interessam muito, pessoalmente. A Ghost foi o que estava à espera - demasiado show off-, a Merida também, a Canyon é tão especial que nem apareceu (apesar de anunciar no site), a KTM Bark é uma cópia da Giant Reign, a BH é gira mas não me convence (não me perguntem porquê mas deve ser por ser de "nuestros hermanos") e as restantes nem sequer me lembro muito bem portanto não me marcaram definitivamente.

Caso tenham alguma sugestão, por favor, apitem!!
 

dfilp

Active Member
#22
Boas!

Muito obrigado pela apreciação.

Vou então passar a comentar as tuas opiniões, sendo claro que algumas quastões/opinões são pessoais.

Relativamente á Remedi, nada a dizer.. Era o que eu esperava.
Quanto á Foxy, lá está, é pessoal, eu cá gosto bastante da geometria, especialmente da curvatura do tubo superior. Quanto à qualidade de acabamentos, não posso opinar pois ainda não vi pessoalmente.
Cannondale para AM nunca me seduzio.. Só para XC.
As CUBE acho lindas! No entanto penso que se esticam muito nos preços..
A Giant deixa muito a desejar a nivel de equipamento, nomeadamente transmição e travões.. Se forem os da imagem são uns Shimano equivalentes à gama Alivio. A geometria também é um pouco pessoal, pois nem todos devem gostar do quadro com tantas curvas.
A Mongoose não conheço.
Relativamente às Lapierre não têm plataforma pois é completamente desnecessário. O quadro está de tal modo bem construido que a pedalada anula o bombeio. Custa a meter na cabeça, mas como já disse, um amigo meu tem uma, costumamos fazer variados tipos de voltas e mesmo nas subidas mais duras não há bombeio. Mas lá está, também acho o preço um pouco elevado.

Merida e KTM simplesmente não me atraem nem um pouco..


Concluindo.. em mais marca nenhuma consigo por 2000€ uma bicicleta com 140mm de curso, com uma Fox Talas FIT de 150mm, Transmição XT completa, travões AVID Elixir 5, e 13kg de peso. -> Canyon Nerve AM 7.0
Se não conseguir esticar o meu orçamento para alem dos 2000€, o que é quase certo, a minha escolha está feita.. MAs como será só para comprar lá para Janeiro/Fevereiro, muita coisa pode mudar ;)
 
#23
Boas!!

Eu já coloquei a Canyon de parte pois não tem assistência, não foram à Festibike, nunca vi as vi ao vivo portante custa-me dar tal quantia nestas condições.
Indo para a compra tradicional há coisas que ficam de parte e, sem dúvida, que o equipamento é um deles.
A Giant devo dizer que gostei muito dela ao vivo e, relativamente aos seus podres, não me preocupo pois posso mudá-los facilmente. As suspensões são ambas boas assim como o quadro por isso o bom comportamento está garantido.

A Lapierre deixou-me curioso depois do teu comentário. Isso é mesmo verdade? Tenho muita dificuldade em acreditar que uma bike desse curso não bombeia sem comprometer a absorção a descer.
 

dfilp

Active Member
#24
Boas mais uma vez!

Ainda relativamente à Canyon, tens razão, mas eu só recorro à oficina para manutenção de suspensões, tudo o resto faço em casa, por isso para mim não será problema. Ainda para mais tenho o exemplo que um amigo, cujo seu quadro da canyon rachou, mandou fotos para a canyon e passado 2 dias já vinha um quadro novo a caminho a custo 0€ ;)
Por isso não tenho razões de queixa.

É claro que com a Giant, mudas umas poucas coisas e fica fixe!

Relativamente à Lapierre, é verdade.
Uma bicicleta muito polivalente. QUando vamos fazer voltas mais longas (70/80km) o meu colega regula o sag para os 15% facilmente devido às medições no quadro, e a subir nem mexe! A descer, é muito confortavel e segura.. Vai sempre a ler muito bem o terreno, até dá gosto ver aquilo a trabalhar..

Por vezes vamos para Monsanto para voltas de cerca de 25/30km, práticamente fazer só descidas tecnicas, ele tira pressão para essas voltas e aquilo parece uma bike de downhill!! E sobe tudo na mesma! É claro que com baixa pressão por vezes ao pedalar de pé nas subidas mais inclinadas pode bombear um pouco, mas isso é normal.

Tendo em casa uma bomba para suspensões, em 1minuto antes de sair se regula a bike para o tipo de volta ;)

Se tiveres oportunidade, experimenta uma Zesty!
Já agora, a do meu amigo é uma 314 de 2009.
 
#25
Eu costumo pedalar por Monsanto. Podiamos combinar, davamos uma volta viamos bikes e discutiamos todos esses assuntos.
Que dizes?
Gostava de ver a zesty a trabalhar.

Já agora coloco aqui umas fotos da Giant que encontrei na net.
Reign 2 - 2200 euros em portugal (1990 em espanha)


Reign 1 - 2700 euros



Digam lá que não é uma bike linda?

Ambas
 
Last edited:
#26
Boas pessoal


Este tópico vem mesmo a calhar para mim pois estou na mesma situação e preferencia de estilo de condução. A minha vantagem é de facto poder ir um pouco mais alto nos valores. Pessoalmente gosto bastante das KTM Bark. O preço começa pouco acima dos 2000€ sendo a Bark 10 proposta por +/- 4300€ em Portugal. Excelente relação qualidade/preço/equipamento. Até já trazem o espigão telescópico da Rock Shox em 2 dos 3 modelos.
Eu pessoalmente estou indesiso entre a Cannondale Jekyll Hi-Mod 2 e a Trek Remedy 9.8 ambas de carbono. Já "pilotei" uma Trek em aluminio, mais própriamente a Remedy 8 de 2010 e fiquei bastante impressionado com o comportamento principalmente a descer. A leitura do terreno é excelente e faz-nos ganhar confiança facilmente em saltos e drops e zonas de elevado nível técnico. Geometria muito bem conseguida e disponível em 5 tamanhos tendo sido pesada por mim com pedais shimano M540, suporte de bidão e em tamanho 17,5 13,4KG faz dela uma, das que considero, melhores opções. O facto de vir equipada apenas com o Fox RP2 dificultou mais um pouco as subidas mas penso que com o RP23 beneficiará e a tornará mais eficiente a trepar. Além disso dispõe de um amortecedor "quitado" pela Trek o Fox DRCV que lhe proporciona esse bom comportamento da traseira. Quanto á Cannondale não me posso pronunciar pois ainda não a vi ao vivo apenas os videos. Mas já estou apreensivo depois do que o Sniper falou. Gostava que explicasses melhor o que qeres dizer com "inacabada". Posso é dizer que estéticamente é apelativa e pelo que falam das técnologias envolvidas terá bom comportamento. Estou á espera de mais informações para me decidir. No caso dos modelos de carbono vou optar por uma destas 2 se fosse de aluminio teria uma escolha mais complicada mas os modelos KTM estão muito bem conseguidos tanto a nível estético como de componentes e certamente de comportamento devido ao sistema de amortecedor flutuante que utiliza. A Lapierre também tem boas referencias a nível de comportamento mas é assim, eu pelo menos, dou voltas que hora apanho inclinações de 20% cheias de pedra como desço trajectos tipo downhill com saltos e drops de toda a espécie pelo que para mim não dá muito jeito andar de bomba na mão a colocar e retirar ar a meio do percurso no amortecedor. Por esta razão é que optarei pela Trek devido ao comportamento que tive oportunidade de experimentar, apenas peca pelos preços. A Cannondale deixa-me pena pois parecia ser uma boa máquina. Gostava de conseguir uma informação mais detalhada por parte do Sniper acerca do que lhe pareceu estar mal.
Pena eu ser do Norte (carago) senão juntava-me ao grupo e davamos todos uma volta a analisar as bikes. Resta-me desejar-vos um bom passeio...!!
 

dfilp

Active Member
#27
Boas!

Sniper, a proxima vez que fôr a monsanto mais o meu amigo informo-te!

Rui, se calhar não me expliquei bem. É claro que não é necessário andar com a bomba atrás, Se regulares o SAG nos 15% a zesty ela sobe muito bem sem bombear e desce que é uma maravilha, faz saltos, faz tudo..
E como tal para essas voltas onde se apanha de tudo convém ir assim.

Agora se um tipo decide tirar uma manhã para ir fazer só descidas tencinas, não perde nada em tirar um pouco de pressão e fica com uma bike quase de downhill, um autentico sofá nas descidas! :lol:

Para quem não poderá ver ao vivo, sempre pode tentar ver alguma coisa aqui nuns videos que eu fiz, onde aparece o meu amigo:
[video=youtube;yNgEZj4wwl8]http://www.youtube.com/watch?v=yNgEZj4wwl8[/video]

[video=vimeo;13020402]http://vimeo.com/13020402[/video]

[video=vimeo;15932570]http://vimeo.com/15932570[/video]

[video=youtube;iH2zqY2ZhAQ]http://www.youtube.com/watch?v=iH2zqY2ZhAQ[/video]

[video=youtube;3NqRsVu410g]http://www.youtube.com/watch?v=3NqRsVu410g[/video]
 
#28
Viva malta

Dfilp, curti largo os teus videos estão excelentes. Até fiquei um pouco invejoso com as condições que têm em Monsanto mas não me posso queixar aqui da minha serra de Santa Justa e arredores. Por vezes as bikes são aquilo que os pilotos fazem delas, posso-te dizer que escadas, esses pequenos saltos e drops que fazes e as zonas técnicas faço-as neste momento com a minha 1ª bike 100% rigida com quadro de aço de 1994. Estive precisamente a montar ontem o pedaleiro de aluminio, que partiu um crank, devido a uma tarde que me lembrei de andar a abusar aos saltos. Agora encontra-se soldado para contrastar também com o tubo de direcção que já levou o mesmo tratamento. Partiu no final da descida de umas escadas parecidas ás do teu video supostamente já fragilizado com as pancadas. A Trek que testei andou a circular com um sag de 25% porque apanhava pelo caminho subidas com cerca de 18% de inclinação, senão aplicava-lhe 30 ou mesmo 35%. Posso-te dizer que a subir não era o 1º mas também não o último, pois a minha preparação também é fraca pra quem anda só 3 ou 4 vezes por mês não se pode pedir muito, mas a descer meus amigos, apanhava-os a todos e ainda esperava por eles no final. De salientar que há zonas onde passo que não se vê terra só pedra. Por isso penso que a Remedy com 150mm é mais indicada para mim. Resta-me aguardar os comentários acerca da Jekyll para me dicidir uma vez que os modelos só chegam em Fevereiro. Outra bike que até gosto do sistema de amortecimento e da marca é a GT Force. Também tem 150mm de curso e uns bons preços mas detesto a decoração dos modelos de carbono embora goste bastante do modelo Force 1 de aluminio, só que "marrei" no carbono também para limitar mais as escolhas. Obrigado pelo teu comentário e mais uma vez pelos videos impecáveis. Gostava que o sniper se pronunciasse melhor acerca da Jekyll.
Abraço a todos
 

dfilp

Active Member
#30
Rui, obrigado pelos cometários! O pessoal tenta divertir-se ;)
Se algum dia tiveres oportunidade de vir pedalar aqui por estes lados avisa! Mostro-te os trilhos que aparecem nos filmes e muitos mais!

Voltando ao tópico, como provavelmente serei o ultimo dos 3 a fazer a aquisição.. (vida de estudante é lixada €€ :lol: ) Vou depois contar com as vossas opiniões ;)

Claro que quem quiser mandar mais modelos para a "discução" está à vontade!!

Abraços
 
#32
A vida de estudante foi a melhor que tive. Não te queixes ;)
Não sei se serás o último, mas confesso que gostava de por a bike debaixo da árvore de Natal... Era giro...

Alguém sabe de lojas que tenham as Giant de 2011??
 
#34
Tenho uma commençal meta 55 em carbono, com uma revalation u-turn dual air de 2010 com 150mm em vez da fox float de 140, e posso dizer que nunca na vida experimentei uma bike que fosse tão incrivel a subir como a descer (bikes de all-mountain), e já experimentei muitas....... o contact system é algo de espetacular, a bike vai sempre colada ao solo dando uma confiança fora de serie, pena o preço ............... mas vale bem a pena....
 
#36
Giant...2cycling em massama...antiga BTTrilhos...
Tenho seguido o tópico mas a o amor falou mais alto...BLUR LT2...foi o que adquiri(quadro)...mas quer a Lapierre, quer a commençal são fabulosos....Também cheguei a experimentar a Giant, assim como a IBis Mojo e a Genius(não gosto do aspecto do quadro), mas aquilo é mesmo funcional.
 
#38
Rui, obrigado pelos cometários! O pessoal tenta divertir-se ;)
Se algum dia tiveres oportunidade de vir pedalar aqui por estes lados avisa! Mostro-te os trilhos que aparecem nos filmes e muitos mais!

Voltando ao tópico, como provavelmente serei o ultimo dos 3 a fazer a aquisição.. (vida de estudante é lixada €€ :lol: ) Vou depois contar com as vossas opiniões ;)

Claro que quem quiser mandar mais modelos para a "discução" está à vontade!!

Abraços


Estou como o outro, vida de estudante é que é boa. Só agora é que consegui ver o forum novamente. Trabalho por turnos, fins de semana, feriados, dias santos, etc. Sou casado e tenho filhos. Complicado lidar com a familia e a paixão do BTT. Mas estou a ver se meto o "bicho" do monte no meu mais pequeno. Por acaso tenho uma prima que mora em Alverca e já me falou que um dia que leve a bike lá baixo que me ia mostrar a serra de sintra, não sei se será melhor que a de monsanto mas vou fazer os possíveis para conseguir falar convosco na altura que for.
Alguém que post fotos da GT Force que eu agora vou dormir que tenho de trabalhar de noite, não tenho vida de estudante eh, eh, eh!

Abraço a todos
 

dfilp

Active Member
#39
Boas pessoal!


De facto não nego que a vida de estudante não seja a melhor, mas neste caso concreto não é a melhor.. Pois não me dá €€ pa gastar no btt :lol:

Rui, da minha parte já sabes, um dia que tenhas oportunidade de pedalar em monsanto avisa que se eu puder, terei todo o prazer em combinarmos uma volta!


Voltando ao assunto principal, hoje fui até uma loja aqui perto de mim para comprar uma corrente e umas pastilhas, e conversa leva conversa o assunto lá foi parar á minha próxima montada..


Relativamente á lapierre, pelo que fui informado, vão ter poucas ou nenhumas na loja, e quem quiser comprar só por encomenda, isto porque os preços da lapierre para 2011 vão ser absurdos! (dito pelo proprio logista).. aumento de mais de 20%..
Para terem uma ideia, a Zesty 214 (bicicleta que vem com uma Recon, transmição Deore e umas rodas que empenam após alguns drop's/pedras..) vai estar com um preço de cerca de 2300€! A Zesty 314, que é a que referi aqui no tópico estará a cerca de 2900€!

Para terem uma ideia, o meu amigo da Zesty 314 comprou a sua em 2009 por cerca de 2100€...

Da minha parte, estão oficialmente postas de parte!


Relativamente à Giant, vão ter 4 bikes para teste. Uma delas já está a rolar e penso que seja uma Reign.. não me lembro
Brevemente vou lá passar para a "raptar" por uns dias e ir até à Arrábida e até Monsanto experimentar a máquina!

Mas se o meu orçamento não aumentar! Terei de me ficar por uma Canyon..