BeOne Black - 7881 g

#41
Re:BeOne Black sub 9kg (sub 8kg um dia)

Fábio A. said:
diogorocha, eu tambem estava a falar do peso apenas dos travoes. Sem discos!
Como podes ver, tal como o FiCaçador disse, os R1 por exemplo teem 180x2 (360gr) o conjunto.
Ja os meus SLX acusaram na balança 690gr. Sao menos 330gr!

Os Hygia, como te disse a' pouco, pesaram apenas menos 35 gr (confirmadas por mim) que os meus SLX ... :wink:

Abraço
Ui, mas de que Hygia estás a falar? Dos Elite, certo? Porque com os Usagi, pinças e bombas tr e ft tubos e pastilhas e óleo, pesaram no conjunto 476g (229+247). Se considerarmos mesmo com adaptadores e parafusos, fica em 570, se não estou em erro. Os discos pesam 105 cada, mais 13+13 dos parafusos de fixação dos mesmos. É que a malta costuma pensar que os topo de gama da marca são os elite porque são mais caros e às cores, mas a verdade é que os Usagi, mais baratos, são melhores...

Seja como for isto é off-topic.

Ficaçador, embora a minha opinião seja os R1, acho que deves comprar os Hope. De certeza que também são bons, enchem-te as medidas e se não os comprares, um dia mais tarde és capaz de pensar "eh pá, porque é que não os comprei???".

Em relação aos FRM, foi como disse, não conheço nenhum feedback dos mesmos para além daquilo que é dito pela marca....
 
#42
Continuando com uma espécie de análise, referente à R7 MRD Absolute, na última volta e passados quase 1 ano e 4 meses depois de a ter comprado estou a redescobrir a minha suspensão, experimentei a andar com o Absolute no 1º click em vez de tudo aberto como costumo andar, e faz uma diferença muito grande no bombeamento, pedalo de pé e ela quase não mexe, como uma Rockshox bloqueada, mas quando faço força para baixo com os braços ela lá utiliza o seu curso. Passados uns km's eu lá reparo que deixei o Absolute no 1º click, porque olhei para lá, pois durante o andamento a diferença notava-se mas pouco, longe de ser evidente. Provavelmente esta diferença era pouco evidente devido à falta de suavidade da minha unidade, que se nota mais com o Absolute totalmente aberto, mas ainda assim o resultado surpreendeu-me pela positiva, subidas a pedalar de pé com muita eficiência sem por isso perder controlo nas irregularidades do terreno.
Passo 2 clicks e as coisas começam a ficar bem mais feias para o conforto, 3 clicks e está practicamente bloqueada só mesmo um grande impacto a faz usar o curso e a partir daí é basicamente um bloqueio até ao úlimo click.
Portanto passo agora a aproveitar de 3 posições: aberto, bloqueado quando vou em estrada e a sinto a bombear e o 1º click para aumentar a eficiência no trilho quando decido pedalar de pé ou andar mais perto do meu limite.


Já agora, os meus pedais Egg Beater SL têm folgas enormes, embora lá vão andando. Um dia vou ter que os substituir e adoro os Egg Beaters, mas os 4Ti custam uma fortuna, e se fosse para esses seria só daqui por muito t€mpo.
Fui ver a concorrencia e o que mais gostei foram os Xpedo MF 1A, pesam 210g o par e custam metade dos 4Ti, mas têm umas 40g a mais que estes e seria voltar ao SPD. Por outro lado seria algo diferente do "usual suspect"!

Confirmem-me ou não que estou doido e os Xpedo são uma má ideia:confused:
 
#44
...
Já agora, os meus pedais Egg Beater SL têm folgas enormes, embora lá vão andando. Um dia vou ter que os substituir e adoro os Egg Beaters, mas os 4Ti custam uma fortuna, e se fosse para esses seria só daqui por muito t€mpo.
Fui ver a concorrencia e o que mais gostei foram os Xpedo MF 1A, pesam 210g o par e custam metade dos 4Ti, mas têm umas 40g a mais que estes e seria voltar ao SPD. Por outro lado seria algo diferente do "usual suspect"!
Boas,

Porque é que vais gastar dinheiro em pedais novos quando podes substituir as molas dos pedais actuais!?
Para mim as vantagens dos CB compensam bem as suas desvantagens.

Parabéns pela montagem. Só faltam mesmo uns travões "decentes" ;).
 
#46
Boas,

Não sei se isto ajuda http://www.light-bikes.de/forum/showthread.php?p=101944. De qualquer modo se tens as molas com folga não deve ser muito difícil desmontar o pedal todo, eu descobri por engano :mrgreen:. Com o lado onde é colocado o rolamento virado para baixo experimenta "abanar" a mola e vê se a peça que passa entre a mola se mexe, se não uma chave de fendas também faz o trabalho.

Tal como mostra no site, a montagem da mola necessita de umas ferramentas especiais. Eu não as usei mas tive uma trabalheira desgraçada para as montar. Aconselho que leves os pedais a alguém especializado(por exemplo à loja onde comprares as molas) para tas montar.
 
#47
FiCaçador,


Relativamente aos X-Pedo que mostraste, tenho uns desde Agosto e estou bastante satifeito. Tem um funcionamento exemplar e um peso excelente para pedais SPD. Se queres variar dos CB acho que é uma boa opção.
 
#52
Ok, concordo com a permanência com a Crank Brothers e o seu engenhosamente simples mecanismo dos Egg Beaters. Vai-me saír é caro, quando tiver corag€m para tal!

Só tenho aqui fotos sem acção, e as bikes não foram feitas para estar paradas, por isso cá vai uma foto engraçada da volta de hoje:
 
#53
Boas FiCaçador,

Qual a tua opinião acerca da suspensão pois os kms vão passando e certamente já a terás bem formada, certo?

Ando curioso acerca da mesma e com um bichinho a moer que pode ser que compre uma...

Desde já obrigado e continua com o teu Excelente projecto!
HR
 
#54
A minha unidade não sei porquê está muito dura, mas já andei numa R7 Super Absolute e confirmo a suavidade que todos os que têm falam. Mas além da dureza da minha que vem de origem não tem tido nenhum problema. Mas daqui a algum tempo levo-a ao especialista para a pôr a trabalhar como deve ser. Quanto ao Absolute já disse tudo o que tenho a dizer dele à uns posts atrás. Rigidez, eu simplesmente nunca dei conta de nenhuma flexão, nada mais posso dizer, mas também peso 65kg e posso não reparar nisso.Quanto a controlos, o rebound vai desde parado até sem rebound, o Absolute igual, desde aberto até bloqueado, e antes disso tenho a válvula da pressão. Quando precisei da garantia foram rápidos e eficases, mesmo estando em Madrid. As revisões encontram-se os manuáis na net e não aparentam ser dificeis de fazer. Em comparação com a concorrencia é mais leve, mais barata e mais bonita. Com o somatório de tudo isto estou bastante satizfeito com a minha R7, mesmo tendo o problema da falta de sencibilidade, pois sei que é algo que afecta apenas a minha unidade e tenciono arranja-la para funcionar em perfeitas condições. Enquanto não arranjo, tenho uma suspensão com um comportamento mais racing :mrgreen:
 
#56
Voltando aos travões, parece que a Hope está à espera do gajo que trás o plástico, e por isso os travões estão atrasados. No entanto, vão vendê-los à mesma, mas com a tampa do deposito do óleo e a alavanca em aluminio. São 2g extra em relação aos carbonos.
É sempre muito giro ter o bling do carbono, Hope de topo sem carbono é algo estranho, mas eu até nem sou muito adepto do carbono a mais, e além disso, reparem nestas alavancas todas maquinadas ao máximo que a Hope fez especialmente para a ocasião:





Não sei quando é que a Hope vai começar a vender com carbono. Não sei se vão ter estes travões sem carbono para vender cá em Portugal. E ainda não sei os pesos reais...
Mas vendo bem a coisa, estas unidades sem carbono até se devem tornar mais exclusivas:yeah:
 
#57
Boas,

Não me parecem nada má escolha, falta é saber o resto dos detalhes (peso, preço, disponibilidade, etc)... Para mim a Hope só peca pela falta de potencia "bruta" quando comparada com a concorrencia de resto são excelentes!

Muitas e boas pedaladas...
HR
 
#59
Boas.

Pois já se esperava, afinal o peso que indicavam (550g) é mesmo treta, que desilusão.

E é de salientar que ainda faltam aí os adaptadores, portanto mais uns gramas...

Dos previstos 550 passarem a 600 e tal... Não me convencem.

Mas aguardemos mais novidades da Hope.

A única coisa que vejo que me agrada é a cor, desistiram daquele "verde".

Abraços
Rui
 
#60
Também não estão assim muito longe das 550g anunciadas, essas 550g são para o da frente com disco de 160mm mais o de trás com o disco de 140mm sem adaptadores. Estas 295g são para os de trás com disco de 160mm e sem partes em carbono.
Calculando com a diferença de peso entre os discos, com o de 140mm deve pesar uns 281g, com as partes de carbono tira mais 2 g fica em 279g. O da frente tem o disco de 160mm mas tem os cabos mais curtos, por isso o peso deve ser parecido. Se ambos pesarem 280g fica em 560g o conjunto, apenas 10g a mais que o anunciado.
Mas vamos esperar que cheguem mais pesos reais...

Quanto ao verde, tenho visto nas fotos de estudio as manetes com as alavancas em carbono com o logo a verde! A que está no site da Hope por exemplo.

Boas pedaladas.