Acidente de bike com mota

air

New Member
#21
Aqui como o caminho apenas passa um carro.. Não sei como é contabilizado ir ou não em contra-mão. Foi um azar e pelo menos eu nesses caminhos também aproveito a largura toda quando vou a descer.

Vou começar a ter mais cuidado! Se bem que agora ando em zonas que é proibido a entrada de carros.
 

oliana

Active Member
#22
Nas estradas de terra aplicam-se as regras do alcatrão. Todos nós sabemos que temos de andar pela direita, e mesmo nos estradões de
terra. Quantos de nós andamos em grupo, e sem ser em fila indiana. Quem respeita, tem consciência do perigo, e é primeiro passo para evitar o desastre.

Pois! :?:

O melhor mesmo, é ver quem tem razão. Se o sujeito os apanhou na vossa faixa, tem que admitir as responsabiliades. Certinho, direitinho.
Sou bttista. Conduzo um carro e uma moto de estrada. Quantas vezes não deparo na estrada com amigos nossos em quadrado, e numa enorme cavaqueira.

Tambem ando na zona de Palmela/Setubal, e quando ouço as motos, levanto as defesas. Tambem posso dizer que tenho visto caras de susto por parte da malta das motos.

Pior mesmo, é a malta sem consciência, quando se encontram nos mesmos trilhos. Quer sejam bttistas ou pretensos pilotos de motocross.
Vamos ter calma, pois todos temos o direito de usufruir dos trilhos. Quem não pregou já sustos á malta dos passeios pedestres ?
Boas pedaladas.
 
#23
Os encontros imediatos com motares é muito complicado, num caso destes, quem se responsabiliza????... nós neste caso até ia-mos na nossa mão, mas infelizmente as motas não têm seguros, como viemos a verificar (caso fosse ao contrario as bikes também não tem seguro, pelo menos o pessoal que conheço não tem seguro contra danos causados a terceiros), vamos com o caso para tribunal????

O meu amigo esta a recuperar muito bem , felizmente :) , mas os danos físicos, despesas de hospital, o tempo que vai estar em casa sem trabalhar, prejuízo da bike, etc ...
 
#25
Alguma velocidade, jomi13, nos ia-mos a descer um bocado, e os das motas a subir ligeiramente, ou seja nos ajudados pela descida eles a dar gás a subir, o choque foi frontal...

Agora como se resolve uma situação destas......
 

oliana

Active Member
#26
Vamos lá ver.

Então o tipo anda numa estrada, que em principio será camarária (ou lá o que lhe chamam agora) e não tem seguro. :evil:
Então é transgressor e tem que ser levado a tribunal. Se ele quiser resolver a coisa a bem, será melhor para todos, e evitará outras consequencias.

Força.
 
#27
isso já é um facto adquirido, a mota não tem seguro, não tem documentos, e provavelmente o individuo não tem carta para este tipo de motos, ou seja não tem carta para motociclos mas só para ciclomotores, por isso acho que só com o tribunal...:(.

acelot, quanto ao seguro eu vou envia-te uma msn para saber as condições, depois disto só mesmo com seguro....
 
#28
Mas com isto também quero deixar a pergunta no ar, se for-mos nos na nossa bike a atropelamos alguém, o que fazer... acho que temos que começar a pensar num seguro serio, nada de seguros que não se sabe até onde se responsabilizam...
 
#29
bem, se o fulano não tem seguro, amigo, dirige-te á GNR e apresenta a respectiva queixa, procura um advogado, ou vai á segurança social pedir um e aperta com o gajo


quanto ao seguro, uma das várias coberturas que tem é a cobertura de (( Responsabilidade Civil )) isto é, todo e qualquer dano provocado por ti na prática do BTT a TERCEIROS é paga pelo seguro até ao montante de 50.000,00€
 
#30
Acelot, essa parte até sei, queria é resolver de outra forma, (pela experiência que tenho é impossível), como deves saber. Pela experiência que tenho com tribunais é para a situação se prolongar por muito tempoooooooo, mas isso vai ser uma decisão do meu amigo.

Quanto ao seguro acho que vais arranjar pelo menos mais um cliente...
 
#32
tenho um parceiro de pedaladas conhecido aqui pelo fórum que quando sai para a estrada se benze em frente à igreja...e quando chega faz o mesmo...estamos todos sujeitos a acidentes desde que saímos de casa até chegarmos novamente.
as melhoras para vocês
 
#33
sim isso é verdade, nos tribunais as coisas arrastam-se eternamente, mas é a única forma de fazer o caramelo pagar pelo que fez, isto não quer dizer que ele tenha culpa pelo acidente, mas sim por circular na via publica com uma moto sem seguro


quanto ao seguro da bike, basicamente cobre o seguinte

( TRANSCREVO )

O presente contrato tem por objecto garantir, nos termos e até aos limites contratados e fixados nas Condições Particulares e nos termos das respectivas garantias, o pagamento das indemnizações resultantes de:
- Acidentes pessoais que possa sofrer a Pessoa Segura, exclusivamente, durante a prática de cicloturismo como actividade de lazer;
- Responsabilidade Civil da Pessoa Segura, durante a prática de cicloturismo como actividade de lazer;
- Danos directamente causados ao objecto seguro identificado nas Condições Particulares, em consequência de acidente de viação durante o seu transporte;
- Furto ou roubo do objecto seguro identificado nas Condições Particulares, durante o seu transporte.

Riscos cobertos

O presente contrato garante, desde que expressamente mencionados nas Condições Particulares, os riscos a seguir indicados, de harmonia com o disposto nas respectivas Condições Especiais e de acordo com os limites estabelecidos:
- Acidentes pessoais;
· Morte ou Incapacidade permanente por acidente
· Despesas de tratamento e repatriamento
· Despesas de Funeral
· Assistência em Espanha
· Assistência Médica em Portugal
- Responsabilidade civil;
- Transportes;
· Cláusula Transportes Terrestres
· Roubo


PRODUTO BASE
- Morte ou invalidez permanente 25.000,00 €
- Despesas de tratamento e repatriamento 4.000,00 €
- Despesas de funeral 2.500,00 €
- Responsabilidade Civil 50.000,00 €
--------------------------------------------------------------- 46,00 € ano

CONDIÇÕES ADICIONAIS
- Transporte ou Roubo 3.000,00 €
--------------------------------------------------------------- 30,00 € ano

CONDIÇÕES ADICIONAIS
- Subsídio diário por incapacidade de trabalho +/- 25,00 € dia
--------------------------------------------------------------- +/- 40,00 € ano


o pacote básico de 46€ serve para quando á acidentes teres tratamentos no hospital ou clinica que queres bem como a resp. civil, que cobre todo e qualquer preguízo que dês a alguem, até ao limite de cacipal, depois depende da carteira de cada um e podes ir adicionando coberturas como o transposrte e o roubo da bike, bem como um subsídio diário para quando estiveres impedido de trabalhar receberes algum dinheiro para remendar a situação

agora o pacote básico que é o edeal para o caso de darmos despesa a alguem e no caso de nos aleijarmos termos assistância médica rápida e eficáz é o ideal. mas se quizeres mando-te por mail as condições gerais da apólice para leres tudo certinho

é só pedir

abraço