A insustentável leveza dum instante.

#1
Tudo começa com um movimento simples.

O peito do pé encontra o pedal e num semi-círculo, por baixo, trá-lo para a frente. De seguida assenta-se a planta do mesmo pé sobre o respectivo pedal. O outro pé está no solo. Estamos parados.

E é neste instante, momentos antes de transferirmos parte do nosso peso para o pé assente no pedal que… começa tanta coisa.

Muitas viagens…

Imensos passeios…

Soberbas paisagens…

Numerosos sonhos…

Grandes devaneios…

Desmedida prosa…

Alguma poesia…

Também fotografia…

Tanta coisa acontece depois daquele instante…

Tudo acontece depois de um instante…

Tudo acontece…

Tudo…


Depois daquele instante primeiro, muitos instantes se sucederam, num dia perfeito para espairecer e dar novo vigor à alma.
Como objectivo, Padrós. Aldeia empoleirada na vertente norte do monte de Stª Isabel.
E para lá chegar...

Ponte do Boco (Parada do Bouro)


S. Miguel O´Anjo




S. Miguel O´Anjo


Srª da Abadia






Rio Nava


Rio Nava


Srª da Abadia




Ventuzelo




Rebordochão




Igreja de Stª Isabel


Seara


Seara


Um Solitário, firme e hirto...



Por vezes apetece ficar...
Embevecido pelo titilar da água nos riachos,
Embalado pelo langoroso badalo dos animais.



Padrós


Padrós


Padrós












Penedo Rebolão






Rio Cávado


Ponte do Porto


Findava o dia...
Os olhos cheios de Mundo...
A alma plena de encantos.

(percorridos 93,6km com 2460m de acumulado)
 
Last edited:
#3
Magníficos locais, retratados em excelentes fotos, partilho do mesmo sentimento, em cima da bicicleta esquece-se tudo, e revitaliza-se o corpo e a alma para mais uma jornada árdua ao longo da semana.

continuação de boas pedaladas, e excelentes retratos
 
#6
muitos parabens...
a nostalgia que em mim se apoderou de ver e ler o teu post.
continua a deliciar nos com tamanha demonstraçao de amor pelo btt e natureza...

abraço
 
#8
Boa noite,

Bela foto reportagem! O sol não faltou nesse dia; algumas fotos transmitem-nos uma claridade, um calor (não necessariamente físico) que normalmente encontramos em dias de verão. Vieram-me à memória voltas feitas por esses lados. Vários desses lugares também são meus conhecidos. Boas recordações…

Parabéns!

Cumprimentos.
 
#13
Não prosas muito, mas prosas bem! eh eh E com essas fotos a acompanhar...

Que belo dia de btt. Sabem-me dizer a zona que é? Já percebi que é norte, e pareceu-me que entra no Gerês.

ab e continuação de boas aventuras
 
#14
Bom dia pessoal do pedal.
PARABÉNS SOLITÁRIO. Partilho contigo o imenso gozo que é pedalar nesta zona..... já percorri vários destes caminhos e são deveras fantásticos.

Continua a partilhar connosco estes relatos, pode ser que um dia destes nos encontremos por ai.............

Visiense, esta zona é do Gerês, logo a seguir a Amares (Braga).

Boas e longas pedaladas
Cumprimentos BTTistas
Nuno Campos
 
#15
Bonitas imagens e averdadeira comunhão com a Natureza.

Nuno colocaste-me agora uma dúvida. Ventuzelo, que aparece na placa toponímica duma das fotos não fica em Trás os Montes, em Mogadouro?

Cumprimentos BTTistas
Francisco