10 regras básicas para quem se quer iniciar no Btt.

#1
Olá a todos os que estão a pensar em se iniciar neste mundo do Btt.

Com certeza muitos de vocês tem dúvidas e gostariam de saber logo de inicío onde se vão meter.
Ok, eu nos meus poucos anos de experiência (quase 6) rápidamente aprendi o fundamental para se entrar bem no Btt. Tudo se resume a 10 pontos que, para mim, são os passos mais importantes a seguir e a manter para qualquer um retirar o máximo de prazer desta modalidade.

- Conhece e "trabalha" o teu corpo.

- Aprende a respirar. Acreditem que este passo é super importante.

- Observa e pergunta. Tenta saber e conhecer mais e mais sobre este "mundo".

- Tenta conhecer o material da tua bike e como funciona. Isto é fundamental.

- Descansa e alimenta-te bem (de preferência...)

- Sê teimoso e insistente, pois vai-te ajudar a evoluir.

- Mentaliza-te que vais sujar muita roupa e equipamento. Pó e lama irão ser "teus companheiros". Se não gostares de sujidade...então o btt não serve para ti. Se não gostares de suar...idem.

- Se pegares na tua bike apenas por ela estar encostada a algum tempo...desiste porque o btt não é para ti.

- Se ficares completamente fora de ti, por não pegares na tua bike durante uma semana...então é porque estás no caminho certo. Continua assim.

10º- E o mais importante de tudo - lembra-te SEMPRE que não precisas de ninguém para praticar o btt...somente TU, a tua BIKE e um pouco de terreno são suficientes. Por isso não se aceitam desculpas para não a montares só porque "não te apetece".

E acima de tudo pedala sempre por prazer...e nunca para vencer.
 
#5
Eu ainda acrescento um.

Aprende a "sacrificar" o teu limite, aquelas subidas que parece que sao impossiveis de chegar ao topo, insistir até ao limite, e nunca desmontar porque muitos ou algum desmontou.

Excelente topico Mach 4 ;)
 
#7
Aprende a "sacrificar" o teu limite, aquelas subidas que parece que sao
impossiveis de chegar ao topo, insistir até ao limite, e nunca desmontar porque
muitos ou algum desmontou.
Como isso é verdade...

Mas eu só dei apenas 10 regras por achar serem as básicas para quem se quer iniciar no btt.
Muitos mais pontos a discutir existirão, mas esta observação é já para quem pratica a algum tempo o btt. Quem se inicia normalmente não vai logo para o monte ou para grandes subidas, começam quase sempre em asfalto e piso plano. Por isso eu abri este tópico em tom de aviso e alerta para os que esperam realmente fazer o verdadeiro btt a sério.

Para mim passear com a bike á beira-mar não é fazer btt, mas sim relaxar.
E o verdadeiro btt...cansa e suja...e muito.

Mas venham daí mais mandamentos, pois até pode ser que o pessoal assim comece a criar uma "biblia" do bttista.
 
Last edited:
#8
Boas...grande tópico Mach 4, devo-te dizer que comecei a sensivelmente 3 meses a praticar BTT, apesar de momento fazer mais estrada, sobretudo para ganhar forma física, mas não posso estar mais de acordo com as regras que disseste, e em muitos deles sinto exactamente aquilo que dizes em especial o ponto 9, :p eu se fico mais de uma semana sem pegar na bike parece que me falta algo.

Abraço e boas pedaladas
 
#9
Está bem visto sim senhor :)

Eu gostei bastante do ultimo ponto de vista, aquele que nem sequer foi numerado e referenciado mas com o qual me identifico.
 
#10
10º- E o mais importante de tudo - lembra-te SEMPRE que não precisas de ninguém para praticar o btt...somente TU, a tua BIKE e um pouco de terreno são suficientes. Por isso não se aceitam desculpas para não a montares só porque "não te apetece".
Concordo!
Apesar de praticar BTT, (todo o terreno, mesmo), por vezes pode ser "perigoso" fazê-lo sozinho!
 
#12
Identifico-me particularmente com o ponto 9, se bem que o último parágrafo (o que não foi enumerado) também me diz bastante.

Se me é permitido gostaria de acrescentar o seguinte:

Respeita a Natureza, a tua bike e os demais utilizadores dos trilhos por onde circules.
 
#14
Aproveitando a dica do user Varinho, reforço que o andar no campo sózinho pode ser perigoso.
Embora maçarico nestas andança (comecei há uns 3 meses e com férias pelo meio nem tenho ainda 1.000 km nas pernas) no passado Domingo por não arranjar companhia para a volta, resolvi fazer um percurso a que eu e alguns amigos chamamos a volta dos tristes... uns 15/16 km, em que apenas uns 5/6 são no campo e o resto estrada.
Para quem conhece a zona de Ferreira do Alentejo, ía no campo, tinha acabado de fazer a descida do "Monte da Avioa" e virado à direita seguindo junto à antiga lixeira municipal, quando do lado esquerdo da estrada oiço um tiro, que pelo som não foi de muito longe.
Quase, ou dei mesmo, um pulo em cima da byke com o susto, e ao olhar para as árvores a alguns metros da estrada, vi cair alguns ramos...
Não sei se tratou de uma brincadeira de mau gosto de alguém que me possa ter reconhecido (tb sou caçador por isso sei que há artistas que fazem coisas destas...), ou se foi um tiro a uma peça de caça... o certo é que me coloquei numa situação perigosa sem querer...
Não vi quem ou quantos eram, mas ainda ouvi umas bocas do tipo "olha aquela gajo", e "grande filho da p...", claro que nem parei, não fosse arranjar mais problemas...
 
#15
Ontem de tarde, sem contar, fui dar uma volta com um amigo meu pelos duros trilhos de Valongo.
15h30 estavamos a começar a pedalar...com 32º de sol nas costas.

Na vèspera o meu cunhado tinha feito 30 anos, por isso já estão a ver - vinho maduro tinto, champanhe, bolo de chocolate, whisky...
Deitei-me ás 02h30...ás 9h00 tinha o meu filho a tirar-me da cama.

Com 2 aspirinas de manhã, + 1 após o almoço para ajudar a passar as dores de cabeça (aka "ressaca") lá aceitei o convite do meu amigo para ir pedalar para Valongo. Não foi para passear ao pé da praia...foi mesmo dar durinho, naqueles trilhos de respeito.

Conclusão :

- Cuspi p'raí 7 bolas de pó,
- Ganhei uma pisadura no joelho esquerdo,
- Arranhei o gêmeo esquerdo nos picos,
- Fiquei a sangrar (nem sei como) no braço direito,
- Molhei as botas todas ao passar num charco,
- Fiquei todo moídinho como um tapete de carro...

...e ADOREI!!!

Tudo isto só para dizer que o factor psicológio de gostar praticar o btt ultrapassa tudo e mais alguma coisa.

Esforço e sacrifício são sempre muito grandes para aqueles que não gostam do que estão a fazer.

Nesse aspecto a minha assinatura diz o resto.
 
#16
Tenho 45 anos. Depois de muitos anos em que ficou posto de lado pelas diversas circunstâncias da vida, redescobri recentemente este velho prazer que é o andar de bicicleta. De há 3 meses para cá o meu transporte diário é a bicla :). Apenas no feriado de ontem, e na companhia de mais 3 amigos já com experiência me meti no meio do "mato". Foram 25km e 2.30h de alguma adrenalina... e muito suor e lágrimas ;-). Estou a contar isto aqui porque sendo um "iniciante" no BTT considero a preparação física absolutamente fundamental para se começar. Não fosse ter começado usar diariamente a bicicleta como meio de transporte casa-emprego, dificilmente aguentaria o percurso de ontem. Portanto considero os pontos 1 e 2 , que no fundo são só 1, como os mais importantes antes de começar a levar com a lama e o pó ;-)
 
#18
Concordo plenamente, eu prtatico btt há 3 anos e já não consigo andar pelo menos 2 x de bike por semana, parece que nao fico bem se nao andar de bike, é o meu vício saudável.
 
#19
acho importante ter tb um sentido de camaradagem quando andamos de bicicleta.
por exemplo: ves alguem com um furo mas nao pode arranjar porque nao tem remendos mas tu tens por isso nao ixites em parar.
lembrante que um dia podes ser tu sem sorte.

nota: eu falo dos furos como qualquer outro que possa acontecer nas bikes ou mesmo nos ciclistas.

BOAS PEDALADAS
 
#20
[...] é o meu vício saudável.
:exacto:

É assim, eu também não me aventuro a ir sózinho para o monte mas quando aparece alguém eu estou logo lá.
A maior parte das vezes eu pedalo sózinho, mas com companhia é sempre mais agradável. O que eu quero demonstrar com o ponto 10 é que existe pessoal que compra uma bike para pedalar e depois arranja mil e uma desculpas para não o fazer :

- "Ai, hoje está muito vento. Não vou."
- "Ai, hoje está a chover...não posso ir.
- "Ai, hoje com este calor não dá para pedalar."
- "Ai hoje estou cansado. Vou para a semana."
- "Que chatice, não tenho ninguém para pedalar comigo. Nem sei se hei-de ir ou não".

E aos poucos vai encostando a bike...e aos poucos vai andando cada vez menos...e a vontade passa a não ser nenhuma até ao ponto de se esquecer que tem uma bike. Até que um dia olha para ela e diz - "Vou-te vender!" ou "Fica para o meu filho!".

E acabou o exercício...e o btt :(.

Tenho 2 amigos a quem aconteceu isto. Estão gordos que nem chibos!!
As desculpas?
- "Opá tenho trabalhado muito e não tenho tido tempo".
- "Tenho andado muito cansado".

Mas para estarem no sofá a fazerem zapping, logo depois de comerem (demais), arranjam sempre um tempinho extra.
Enfim.